PAULO AMILTON:  EU SEI O QUE VOCÊS FIZERAM NA CRISE DO COVID-19 DO OUTONO PASSADO

Em 17 de outubro de 1997 foi lançado o filme “eu sei o que vocês fizeram no verão passado”. Este filme se desenvolveu numa pequena cidade costeira dos EUA. Passando férias de verão, quatro adolescentes atropelam e, supostamente, matam um desconhecido. Temerosos do que podia acontecer, decidem jogar o corpo no mar com a esperança de que se fosse achado pela polícia, esta concluiria que foi afogamento. A vida seguiu

SAMUELITA SANTANA- O MUNDO TESTA POSITIVO PARA A  SOLIDARIEDADE

Em qualquer outra circunstância o grito “Eu falei Faraó” da varanda de uma moradora da Bahia, teria reverberado outros ecos.  A entusiasta cantora da sacada, poderia ouvir diversos outros impropérios como: “cala a boca” ou “só pode ser maluca”. Mas dessa vez NÃO! O brado, “Eu falei Faraó”, bateu na caixa de ressonância de outras tantas varandas vizinhas e retornou em forma de um solidário coral: “Êeeeeeee, Faraó”. E foi lindo de

ADARY OLIVEIRA- A MISSÃO PRESBITERIANA

A missão presbiteriana no Brasil (Brazil Mission) teve a participação do missionário norte-americano George Whitehil Chamberlain, fundador do colégio Makenzie em São Paulo. Chamberlain fora professor de inglês de Ruy Barbosa e teria influenciado o Conselheiro para incluir na Constituição Republicana de 1891 a separação da Igreja do Estado. O bom baiano Ruy Barbosa, Consultor Jurídico da Missão, teria influído para que os americanos viessem para a Bahia, o que

WILSON F. MENEZES: A ECONOMIA EM TEMPOS DO CORONAVÍRUS

No final dos anos 80, o Japão era o grande astro do comércio internacional. Era o tempo do just in time, kanban, círculos de controle de qualidade etc. nascidos inicialmente na Toyota, depois se estendeu para outras indústrias de montagem. Com sua nova ordem de organização industrial, esse país inundou o mercado de carros dos Estados Unidos, a despeito da forte apreciação da moeda japonesa. Nesse momento, as empresas japonesas

JOSÉ MACIEL: PANDEMIA E AÇÕES GOVERNAMENTAIS

Ao tempo em que a OMS decretou na última semana a Pandemia do Coronavirus, a epidemia dá claros sinais de ter chegado ao pico e  ter desacelerado fortemente na China , e,  também, em  países asiáticos, como o Japão, Coreia do Sul, Hong Kong, Taiwan e Cingapura . Antecipamos que há muito que aprender  com estes países  em termos de medidas adotadas, como restrições à circulação de pessoas, controle de

PAULO AMILTON: COVID-19 E O DEBATE ECONÔMICO ATUAL

A pandemia do coronavírus COVID-19 instalada no mundo está gerando um intenso debate entre os economistas. Como a única solução até agora disponível de combate ao contágio do vírus é o confinamento, todos concordam que depois das consequências na saúde coletiva na sociedade brasileira teremos graves danos econômicos, sendo esta a segunda fase da pandemia. A primeira será o impacto no sistema de saúde. Tenho convicção de que existirá uma

PAULO AMILTON: O COVID-19 E AS PRESSÕES SOBRE O ORÇAMENTO- PARTE 2

Em 02 de março do corrente ano escrevi, e publicado neste site, sobre a necessidade urgente de se aprovar uma Proposta de Emenda Constitucional (PEC) denúmero 186/2019.Está passou a ser denominada de PEC Emergencial. Basicamente estáPEC institui mecanismos de ajustes fiscais. No caso da União, quando as operações decrédito excedam as despesas de capital. Para os Estados e Municípios, quando asdespesas correntes superem 95% as receitas correntes. Afirmei que a

ADARY OLIVEIRA- A NOVA ADMINISTRAÇÃO INDUSTRIAL

A administração de unidades industriais é submetida diariamente a mudanças impostas pela necessidade de sobrevivência. Ou elas se adaptam às novas condições, reduzindocustos, incorporando novas tecnologias ou aperfeiçoando os processos produtivos, ouficam obsoletas e perdem a condição competitiva exigida pelos mercados. A revolução industrial se caracterizou pela substituição e potencialização do trabalho humano por máquinas. Todos temiam o desemprego em massa, o que não ocorreu. Houve aumento da produção, aumento

SAMUELITA SANTANA- QUANDO MASCARADOS BATEM À PORTA E ISSO NÃO É "FANTASIA"

A cena mais emblemática para o Brasil, essa semana, aconteceu dentro do Palácio da Alvorada. Dois dias após ter declarado durante um evento, em Miami (EUA), que a gravidade da Covid-19 causada pelo novo coronavírus é “fantasia” e não “isso tudo” que a mídia propaga, o presidente Jair Bolsonaro despachava, em seu palácio, com assessores usando máscaras de proteção contra o vírus. A “fantasia” da mídia, como foi classificada pelo

PAULO AMILTON - A PEC 186/2019 E AS PRESSÕES SOBRE ORÇAMENTO

Como todos sabem, o Brasil só começa a funcionar plenamente depois do período anual do reinado de Momo. Até o novo coronavírus sabe disto, pois só aterrissou em terras tupiniquins na quarta-feira de cinzas e depois da saída do bloco “O Bacalhau do Batata” nas ladeiras de Olinda-PE. Então, neste início de março, o ano parlamentar de fato começa, e ele será curto, no máximo terá quatro meses a frente,