O QUE O PRESIDENTE BELLINTANI TEM A DIZER SOBRE USO POLÍTICO DA CAMISA DO BAHIA?

O QUE O PRESIDENTE  BELLINTANI TEM A DIZER SOBRE USO POLÍTICO DA CAMISA DO BAHIA?

No momento em que o Brasil contabilizava mais de 10 mil mortos pelo Covid-19, o presidente Jair Bolsonaro, resolveu passear de  moto aquática no Lago Paranoá, como se nada de grave estivesse acontecendo no país. E fez isso, usando  a camisa do Esporte Clube Bahia, um dos clubes mais queridos do Brasil.

O ato por si só já demonstra a insensibilidade do presidente com a morte de milhares de pessoas, mas o uso da camisa do Bahia demonstra também a forma populista com que o presidente governa, pois ao usar a camisa do time de maior torcida do Estado está buscando o apoio dessa torcida e dando a impressão de que os torcedores do Bahia compactuam com a indiferença do presidente.

O ato de Bolsonaro ocorreu no momento em que o Congresso Nacional decretou luto oficial de três dias, mas o presidente fez declaracões rindo e  autorizou a gravação de vídeo que viralizou e gerou críticas por todo o lado.  A torcida do Bahia que se manifestou parece indignada com o uso político do seu maior símbolo e o Grupo Convergência Tricolor emitiu nota de pesar na qual afirma:

“Autoridades nacionais que deveriam tomar à frente  do seu enfrentamento (da Covid-19) com ações, gestos e palavras de conforto e liderança se omitem diante de suas responsabilidade. Pior: fazem pouco caso e desprezam a morte de tantos compatriotas. Usam até símbolos de um clube popular e de massa como o nosso, para dissimular e fingir que está tudo bem, e negar sua omissão e seu descaso diante da pandemia que tanto sofrimento tem causado a todos nós seja pela perda de entes queridos ou impossibilidade de contato direto com os seus”.

Chamou atenção, porém, que nenhuma liderança  do clube tenha  vindo a público comentar o uso do seu maior símbolo de maneira populista e inconviniente. Chamou mais atenção ainda que o presidente do clube, Guilherme Bellintani, que tantas ações sociais e de afirmação da democracia e da defesa da diversidade vem adotando no clube, não tenha se pronunciado sobre o assunto.

O presidente do Bahia, Guilherme Bellintani, precisa se pronunciar, repudiar a vinculação do Esquadrão de Aço com a política e mostrar que a torcida do Bahia lamenta e apoia as famílias dos mais de 11 mil brasileiros que morreram por causa da Covid-19. (Editoria Política – 11/05/2020).

Veja Também: Grupo Convegência Tricolor emite nota sobre uso da camisa do Bahia pelo Presidente Bolsonaro em passeio de jet-ski