CELSO COTRIM – PRÉ-CANDIDATO A PREFEITO DE SALVADOR PELO PRTB

CELSO COTRIM - PRÉ-CANDIDATO A PREFEITO DE SALVADOR PELO PRTB

Bahia Econômica – O senhor é o primeiro candidato oficializado por um grupo político na corrida a prefeitura de salvador. O senhor acredita que ser lançado candidato cedo ajuda na disputa?

Celso Cotrim – O mundo mudou. A política de hoje é diferente da de ontem, onde existia um calendário que dizia que candidato teria que ser lançado depois do carnaval. A comunicação acompanhou essa mudança.Tem rádio que a cada 20 minutos tudo muda. As redes sociais são o reflexo deste novo mundo. Veja o Twitter onde a mensagem só pode ser passada em 280 caracteres e a cada momento uma mensagem substitui a outra. E esses elementos empurraram a política pra esse novo momento, onde a informação é muita rápida e quem está antenado a isso, sai bem na largada. Veja o exemplo de Bolsonaro que começou sua campanha 4 anos antes pelas redes sociais, Rui Costa também começou 4 anos antes quando assumiu a casa civil de Wagner e ACM Neto quando deputado federal que passou os 4 anos do mandato trabalhando sua candidatura à prefeitura de Salvador. E a nossa pré-candidatura só está há um ano e meio das eleições, portanto, estamos num prazo satisfatório, o que mostra também, que nosso partido está muito bem organizado e é com esse planejamento que iremos gerir Salvador.

BE- Quais serão os principais pontos que sua campanha pretende abordar?

CC – Nosso carro chefe será a educação, pois, ela é a base para obtermos uma sociedade desenvolvida. Como disse Monteiro Lobato, um país se faz com homens e livros. E a educação sendo a base para uma sociedade bem sucedida, conseqüentemente ela combate a pobreza, faz a economia crescer, promove a saúde, diminui a violência, garante acesso a outros direitos, ajuda a proteger o meio ambiente, fortalece a democracia e a cidadania. Paralelo a esse norte principal, teremos  foco prioritário no equilíbrio das finanças públicas, no pleno funcionamento com qualidade dos serviços públicos a exemplo de um asfalto sem buracos, iluminação pública impecável com sistema inteligente pra avisar no aplicativo dos gestores que a lâmpada queimou, limpeza urbana eficiente, uma educação pública que tenha salas de aulas equipadas, merenda escolar de primeira qualidade, material didático, fardamento para todos, valorização dos professores com salários dignos, permanente qualificação profissional e um transporte público suficiente pra todos com ônibus novos com ar-condicionado e valor justo pra população pagar.

BE- Como o senhor avalia a força do PRTB na Bahia no cenário atual?

CC- O PRTB cresceu muito e cada dia mais está forte, principalmente com a brilhante participação de forma moderada, sensata e equilibrada do nosso vice-presidente da república federativa do Brasil General Hamilton Mourão. E esse comportamento dele, desde a campanha eleitoral reverberou nos estados, a exemplo daqui da Bahia que foi um dos únicos lugares  que ultrapassou a cláusula de barreira, tendo candidatos a deputado federal com brilhantes votações a exemplo do nosso vereador Daví Salomão com 38.277 votos e o pastor Luciano Braga com 24.532 votos. A nossa candidatura ao Senado, também ajudou, pois foi feita de forma propositiva abordando os reais problemas da sociedade o que nos levou ao reconhecimento da população com 41.055 votos, sendo o mais votado do partido na Bahia e de alguns estados brasileiros. Portanto, o PRTB da Bahia está muito bem no cenário atual e com certeza essa força irá repercutir nas eleições do ano que vem, fazendo nossa agremiação partidária eleger vários prefeitos e vereadores.

BE- O senhor terá apoio na campanha do ex-prefeito João Henrique, mesmo ele tendo um dos maiores índices de rejeição na campanha passada?

CC- Eu conheço profundamente João Henrique. Ele é uma das pessoas mais sensíveis, educadas e amigas que eu convivo. E essas características nos dias de hoje, estão muito difíceis de serem encontradas. É igual procurar agulha no palheiro. João prioriza os valores familiares que são as crenças políticas e sociais que mantêm a família nuclear como uma unidade fundamental e provedora da ética e moral. E é isso que eu acredito. Com tantos escândalos de roubo nos últimos tempos, ninguém sequer ouviu falar no nome de João Henrique. Acompanho sua trajetória desde quando ele foi brilhante vereador por 2 vezes e excelente deputado estadual, também, por 2 vezes, sempre defendendo os direitos do consumidor a exemplo de não deixar cobrar os estacionamentos nos shoppings. Participei da sua primeira gestão quando ele foi prefeito e junto com minha equipe, criamos e administramos o SIMM – Serviço Municipal de intermediação de mão de obra, empregando milhares de pessoas proveniente dele ter feito o maior aquecimento da história da construção civil de Salvador com obra pra todo lado e por conta disso deixou de ser a capital do desemprego do país e bateu o recorde nacional por 3 anos consecutivos segundo os dados do CAGED do Ministério do Trabalho. Eu vi os professores municipais recebendo o maior reajuste da história: quase 150% de aumento real nos seus 8 anos de gestão. Não sofremos com aumento de IPTU e com a indústria de multas de trânsito que tomou conta do país. Salvador teve Stock-Car e Parada Disney. Criou a guarda municipal, cobriu os canais do Imbuí, Centenário e Vasco da Gama tendo esse último se tornado a primeira via exclusiva de ônibus e cuidou dos CRAS-centros de referências de assistência social. Depois de 30 anos retomou a travessia náutica Ribeira plataforma reduzindo o tempo de deslocamento de 1 hora de ônibus para 5 minutos de barco e trouxe novos trens amarelinhos para o subúrbio ferroviário dentre outras coisas. É esse João Henrique que eu conheço, um homem amigo com valores éticos e morais, nunca envolvido em corrupção e um bom gestor. E como eu ando com ele em nossa capital, vejo o quanto a população o acolhe com muito carinho e reconhecimento a ponto de ter que parar toda hora pra receber elogios e pousar pra selfie. Dois exemplos disso, foram o cortejo 2 de julho deste ano e ano passado, a ponto de um jornalista dizer a mim que não estava entendendo nada sobre o que dizem da sua rejeição, já que ele queria tirar uma foto de João e não conseguia porque a população não parava de falar com ele.

BE- O candidato ao governo em algumas eleições Rogério Da luz vai fazer parte da sua campanha?

CC- Sim, já o convidei e estou muito feliz. Da Luz é um homem experiente em campanha eleitoral por ter participado de várias eleições como candidato a governador e prefeito, presidente estadual do partido e por ter uma inteligência fora do comum. É uma pessoa da minha confiança e um amigo acolhedor, protetor e solidário.

BE- O senhor pretende buscar quais alianças para compor sua chapa nas eleições?

CC-  As alianças que estamos procurando são aquelas que entendam que o orçamento de Salvador que agora em 2019 está em  7,78 bilhões de reais seja investido pra melhorar a qualidade de vida das pessoas. Que entendam que precisamos desenvolver nossa cidade a partir da educação, a partir da  igualdade de direitos, da inclusão das pessoas com deficiência, na conferência ao município de autonomia financeira para a execução dos investimentos sociais com foco na saúde e de infraestrutura urbana, transporte público de qualidade, no aumento do salário do servidor e sua qualificação profissional, na abertura de concurso público, na extinção da indústria de multas de trânsito e foco na questão pedagógica, na revisão do altíssimo valor do IPTU, no combate à corrupção e redução do tamanho da máquina pública de 32 para 20 órgãos municipais. E por conta de pensarmos, assim, já aliançamos com o PRONA, IGUALDADE e o Movimento nacional pela NOVA POLÍTICA. Aproveito para agradecer ao presidente estadual do Prona José Calasans, ao presidente estadual do IGUALDADE Cícero Dias e ao presidente do Nova Política Lucas Paes.

BE- Quias os nomes do cenário nacional que podem ajudar o senhor na campanha ?

CC- Estamos tendo o apoio do nosso vice-presidente da República General Hamilton Mourão, do nosso amigo fundador e presidente do PRTB Levy Fidelix, do fundador e presidente nacional do partido Igualdade Cláudio Martins, do presidente nacional do Movimento Nova Política Lucas Paes, da deputada federal por São Paulo Carla Zambelli e do deputado federal por Rondônia Léo Moraes, dentre outros.

BE- O senhor vai defender a gestão de Bolsonaro na campanha?

CC- Iremos defender o que for bom para a nação, independente se é do Flamengo ou do Corinthians.