sábado, 25 de maio de 2024
Euro 5.614 Dólar 5.1764

MANOBRA DO GOVERNO ANULA A INTENÇÃO DE FABRÍCIO FALCÃO DE SER CONSELHEIRO DO TCM

LIZANDRA MUNIZ - 27/02/2024 16:26

O governo de Jerônimo Rodrigues (PT) anulou, na manhã desta terça-feira (27), a possibilidade do deputado estadual aliado Fabrício Falcão (PCdoB) de ser candidato ao cargo de conselheiro do Tribunal de Contas dos Municípios (TCM).

Sem o apoio de 13 parlamentares para ser postulante ao TCM, Fabrício Falcão solicitou que a Mesa Diretora da Assembleia Legislativa da Bahia (Alba) o inscrevesse para competir pelo posto. No momento, estão apenas dois nomes na disputa: o deputado estadual Paulo Rangel (PT) e o ex-deputado federal Marcelo Nilo (Republicanos).

Integrantes da Mesa Diretora, formada por oito deputados que ocupam cargos de vice-presidente/secretário e o presidente da Alba, Adolfo Menezes (PSD) , iriam se reunir nesta terça, para determinar se Fabrício Falcão poderia ser ou não candidato. Entretanto, uma articulação do governo Jerônimo Rodrigues fez com que não houvesse quórum para a reunião.

Para o encontro ser realizado, era necessário ter, no mínimo, cinco deputados presentes. Mas apenas três compareceram: Marcelinho Veiga (União Brasil), Samuel Júnior (Republicanos) e Zó (PCdoB), além de Adolfo Menezes. Os dois primeiros são da bancada da oposição, que apoiava o desejo de Fabrício Falcão de ser postulante à Corte de Contas.

Fabrício Falcão disse que ficou “triste” com a manobra do governo para rifá-lo da disputa. “Fico triste porque eu sou um dos deputados mais leais ao governo. Nunca faltei . Eu só queria ser candidato e me foi negado. É uma vergonha essa articulação política que fizeram”, declarou.

(Correios)

 

Foto: Agência Alba

Copyright © 2023 Bahia Economica - Todos os direitos reservados.