ENTREVISTA JOÃO ROMA PRÉ-CANDIDATO AO GOVERNO DO ESTADO PELO PL

ENTREVISTA JOÃO ROMA PRÉ-CANDIDATO AO GOVERNO DO ESTADO PELO PL

Por: João Paulo Almeida

Bahia Econômica – As últimas pesquisas mostram que o senhor é a terceira força no estado. Como o senhor avalia os números?

João Roma – Com muita alegria e entusiasmo. Nós estamos iniciando a campanha e já nas primeiras pesquisas temos mostrado nossa força, e diferente do ex-prefeito e do ex-secretário de educação, nós temos apresentado um projeto novo para a Bahia, capaz de revolucionar o estado. Nossa pré-campanha é sólida e tem viajado por toda Bahia e conhecido de perto os problemas da população. Tenho certeza que o reconhecimento virá nas urnas.

Bahia Econômica – As pesquisas também mostram um índice de rejeição alto de Bolsonaro no estado. Como trabalhar com isso na campanha?

João Roma – Do mesmo jeito que tem a rejeição também tem a aceitação. Então nosso foco é trabalhar mostrando obras e investimentos que o estado tem recebido do presidente Jair Bolsonaro e nossa resposta tem sido muito boa. O que eu tenho visto é a população ouvindo e abraçando o presidente. Vamos mostrar obras que o governo do PT prometeu em campanha e não fez e nós e nós estamos agora fazendo, como as duplicações de estradas, aeroportos, obras de infraestrutura. Ao contrario do que a propaganda enganosa do PT mostra, Bolsonaro tem sido muito generoso com o estado. Hoje a Bahia é o estado que mais tem famílias cadastradas no Auxilio Brasil. Mais de dois milhões. Então é um projeto de distribuição de renda feito pelo presidente que o estado está no topo do Brasil. Por isso eu acredito que na Bahia, Bolsonaro vai crescer muito na campanha.

Bahia Econômica – Sobre esses investimentos feitos no estado pelo governo federal, temos alguma visita de Bolsonaro prevista para a campanha ou o próximo mês?

João Roma – Sim. Com certeza. No final do mês ele vem a Luís Eduardo Magalhães distribuir títulos de posses de terra. Somos o governo campeão de distribuição de títulos de posse. Nunca na história do Brasil foi entregue tanto titulo de posse como Bolsonaro está fazendo. Além disse vamos iniciar mais uma obra que foi prometida por Lula no seu governo que é a duplicação do Rodoanel em Feira de Santana. Estamos assim, o PT promete, não cumpre, o presidente Bolsonaro realiza. E quando a campanha começar vamos receber o presidente e mostrar a sua força no estado.

Bahia Econômica – Sobre a obra da Ponte Salvador Itaparica, o projeto já está assinado, mas a obra não começa. Qual será a sua posição em relação à obra?

João Roma – A primeira coisa a se fazer é dá transparência ao projeto. Entender o que foi assinado e os custos disso. Depois tomar uma decisão. Muita coisa nesse projeto ainda precisa sair do obscuro. Nós vamos fazer o melhor para a Bahia. Em minha opinião é um projeto grandioso que vai trazer desenvolvimento ao estado e se isso for importante vamos realizar a obra. Assim como fizemos com a Fiol e como fizemos com varias obras que o governo do PT deixou parada no estado.

Bahia Econômica – Sobre a montagem da sua chapa como estão as negociações.

João Roma – Temos até junho para decidir. Hoje temos nossa pré-campanha e mais o nome da ex-secretária de Saúde de Porto Seguro, Raíssa Soares que vai concorrer ao Senado. Nosso vice está sendo discutido com alguns partidos que estão dispostos ao diálogo como o PROS e o PRTB e até o final do prazo tudo vai dar certo para nós e vamos compor uma chapa forte no estado. O PL tem sido muito bem recebido nas conversas.

Bahia Econômica – Sobre um eventual segundo turno, o senhor estaria disposto a dar ou receber apoio de Neto ?

João Roma – Eu estarei no segundo turno com certeza. E lá vamos decidir o que fazer. Agora eu não tenho como responder essa pergunta.