ROMA DIZ QUE BOLSONARO MANDOU REFORÇAR AÇÕES NA BAHIA

ROMA DIZ QUE BOLSONARO MANDOU REFORÇAR AÇÕES NA BAHIA

O ministro da Cidadania, João Roma, afirmou nesta quarta-feira (29) que o presidente Jair Bolsonaro determinou que as ações do Governo Federal nas áreas atingidas pelas chuvas na Bahia sejam reforçadas. Roma e o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, conversaram com o presidente nesta quarta e discutiram o reforço das ações de fortalecimento da saúde pública nos municípios atingidos pelas chuvas.

“Por determinação do presidente Bolsonaro estamos reforçando as ações do governo federal para todas as áreas atingidas por essa enorme calamidade na Bahia. São mais de oitenta municípios atingidos. Ontem sobrevoamos a área e vimos a situação desesperadora, com famílias desalojadas, pessoas que perderam o pouco que tinham, comerciantes que perderam todos os seus estoques”, disse Roma.

“Nesse momento, é importante reforçar a questão da saúde pública. Portanto, meu agradecimento, Queiroga, por todo o seu empenho, a sua atenção. Nós temos nos falado frequentemente. Hoje já participamos de uma videoconferência com o presidente Bolsonaro para que nós possamos agir de forma eficaz, juntos, para diminuir o sofrimento e cada vez mais estar perto do cidadão mais necessitado na Bahia”, acrescentou.

O ministro Queiroga disse que a catástrofe pode gerar outros problemas de saúde. “É por isso que nós já liberamos uma portaria com mais de R$ 12 milhões, recursos que já estão nos municípios. O Ministério da Saúde está levando insumos estratégicos, vacinas contra a influenza, contra a hepatite A, medicamentos para atender pessoas que eventualmente contraiam leptospirose, para prevenção das diarreias agudas”, explicou.

O Governo Federal tem atuado na Bahia desde o início das chuvas no estado, no final de novembro. Nas regiões Sul e Sudoeste, onde a situação tem sido mais grave, são diversas áreas mobilizadas para mitigar os efeitos das fortes chuvas e socorrer a população que mais precisa.

O Governo Federal já garantiu mais de R$ 110 milhões para ações de recuperação de infraestrutura rodoviária, de saúde e de resposta ao desastre natural no estado, além de um pacote de medidas emergenciais em parceria com o Banco do Nordeste. Mais de R$ 19 milhões já foram disponibilizados pelo Ministério do Desenvolvimento Regional para ações de Defesa Civil. No estado, mais de 80 municípios estão em situação de emergência.