domingo, 16 de junho de 2024
Euro 5.7376 Dólar 5.3871

ABI DIVULGA NOTA REPUDIANDO ATOS TERRORISTAS EM BRASÍLIA; VEJA

Redação - 09/01/2023 19:10 - Atualizado 09/01/2023

Associação Baiana de Imprensa destacou que atentados feitos por grupos bolsonaristas não ficaram restritos ao episídio ocorrido em Brasília

Por: Douglas Santana Ferreira

Infelizmente, muitos profissionais de imprensa foram agredidos durante os atos terroristas que aconteceram em Brasília, no último domingo (08). A Associação Bahiana de Imprensa emitiu nota, lamentando o ocorrido e repudiando o terrorismo praticados por grupos bolsonaristas.

“No pleno cumprimento de seu dever profissional, jornalistas, radialistas e empresas de comunicação foram, mais uma vez, vítimas do ódio disseminado para destruir a democracia brasileira. Além da capital federal, tentativas de intimidação na forma de agressões físicas graves, danos e até roubo de equipamentos, foram registrados em pelo menos outras 4 capitais”, destaca.

A carta, assinada pelo presidente da associação Ernesto Marques, afirma que a melhor forma dos profissionais da imprensa combater estes atos violentos, será o próprio trabalho jornalístico, no exercício da sua profissão. E agradeceu aos trabalhos feitos pelos profissionais.

“Nosso repúdio será mais efetivo se o protesto, óbvio e protocolar, vier acompanhado de uma vacina reconhecidamente eficiente contra golpistas de qualquer cepa, variante ou subvariante: jornalismo. Toda tentativa de intimidação merece reação proporcional, na forma do melhor jornalismo que pudermos oferecer à sociedade, expondo mentores e executores à luz”.

Leia a nota completa:

Mesmo nas ditaduras mais sanguinárias, profissionais de imprensa souberam contornar toda sorte de dificuldades, da perseguição à tortura, para cumprir com o seu dever de informar à sociedade sobre tudo que for de interesse público. E não foram poucas vidas sacrificadas por isso.

Assim será agora. A ordem estabelecida é a democracia, cuja estrutura, resumida na expressão Estado Democrático de Direito, contempla não somente a garantia das liberdades, mas também os mecanismos constitucionais a serem usados quando estas mesmas liberdades estiverem sob ameaça.

No pleno cumprimento de seu dever profissional, jornalistas, radialistas e empresas de comunicação foram, mais uma vez, vítimas do ódio disseminado para destruir a democracia brasileira. Além da capital federal, tentativas de intimidação na forma de agressões físicas graves, danos e até roubo de equipamentos, foram registrados em pelo menos outras 4 capitais.

A Associação Bahiana de Imprensa se soma às demais entidades da sociedade brasileira, no repúdio uníssono a qualquer tentativa de golpe, e no clamor pela identificação, responsabilização, julgamento e punição de organizadores, financiadores e participantes de quaisquer atos, com ou sem emprego de violência direta, que atentem contra a democracia.

Ao prestar solidariedade aos colegas agredidos, a ABI aplaude e apoia profissionais e empresas de comunicação que seguem contribuindo para que o Brasil se conheça e reconheça, em profundidade.

Nosso repúdio será mais efetivo se o protesto, óbvio e protocolar, vier acompanhado de uma vacina reconhecidamente eficiente contra golpistas de qualquer cepa, variante ou subvariante: jornalismo. Toda tentativa de intimidação merece reação proporcional, na forma do melhor jornalismo que pudermos oferecer à sociedade, expondo mentores e executores à luz. E, com o mesmo vigor, cobrando o respeito ao devido processo legal e celeridade por parte das autoridades.

Salvador, 9 de janeiro de 2023

Ernesto Marques

Presidente – ABI

Foto: Divulgação/ABI

Copyright © 2023 Bahia Economica - Todos os direitos reservados.