VIAGEM À CHINA
A Fiol estará na carteira de projetos que que vai ser apresentada em Xangai e Pequim.
LÉO PINHEIRO DIZ QUE AÉCIO RECEBEU PROPINA QUANDO ERA GOVERNADOR
CORRUPÇÃO

LÉO PINHEIRO DIZ QUE AÉCIO RECEBEU PROPINA QUANDO ERA GOVERNADOR
 ADVOGADOS DE LULA DIZEM QUE INDICIAMENTO TEM CARÁTER POLÍTICO
EM NOTA

ADVOGADOS DE LULA DIZEM QUE INDICIAMENTO TEM CARÁTER POLÍTICO
COLUNISTAS

ENTREVISTAS
CARLOS MARTINS - SECRETÁRIO DE DESENVOLVIMENTO URBANO
Veja como será a licitação do tramo 3 do metrô de Salvador
SEU INVESTIMENTO
COMO GANHAR DINHEIRO COM A INTERNET?
..................................................................


COMENTE, OPINE, ANALISE


Lula está descaradamente tentando derrubar o Crivella porque ele está em primeiro lugar nas pesquisas.
Adonis
-------------------------------------------------------

Bom, mas essa avaliação precisa ser qualificada. É preciso saber o que se considera regular. E esse ótimo e bom, diz o que?
Lauro Costa
-------------------------------------------------------

Eu sabia que os políticos levam tudo, mas até a faixa. Pelo amor dos meus filhinhos
ALDEMÁRIO DE ALMEIDA
-------------------------------------------------------
FRASE DO DIA

"Eu não vou ao Senado porque acredito em meus belos olhos. Vou lá porque acredito na democracia desse país. Acredito que nós teremos de evitar que esse mal seja um mal maior.  Temos de enfrentar essa questão"

Dilma Rousseff
Presidente afastada falando sobre seu discurso no senado 


OUTRAS NOTÍCIAS
28/08 - 10h15m

 
Na véspera do julgamento que pode torná-la a segunda presidente a sofrer impeachment, Dilma Rousseff recebeu o ex-presidente Fernando Collor (PTC-AL), que foi afastado do cargo em 1992. A conversa, na sexta-feira, foi reservada e, segundo pessoas próximas a petista, foi solicitada pelo senador. A abertura de Dilma a parlamentares faz parte de sua estratégia para tentar conquistar votos a seu favor.
 
Collor, que já votou contra a petista em fases anteriores do processo, não anunciou claramente como se posicionará no julgamento final. Ele, no entanto, já comparou o processo de Dilma com o seu e defendeu que a chefe do executivo deve responder por crime de responsabilidade.
 
A conversa com Collor, segundo um interlocutor, ocorreu no mesmo momento em que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, estava com o senador Edison Lobão (PMDB-MA), também para tentar conquistar seu voto. As informações são do jornal "O Estado de S. Paulo".

 


.............................................................................................................................................................................................................................................
28/08 - 09h52m


 

Empresas investigadas na Operação Lava Jato que tentam fechar ou já firmaram acordos de delação premiada com os investigadores asseguraram de dez a 15 anos de salários aos executivos envolvidos nas negociações.O benefício, chamado por pessoas que circulam no meio de "bolsa-delação", foi oferecido pelas empreiteiras Andrade Gutierrez e Odebrecht àqueles funcionários que se tornaram ou podem virar delatores.
 
Tal garantia, segundo relatos de empresários desses grupos obtidos pela Folha, teria dupla função: a de proporcionar segurança financeira aos que encontrarem dificuldades em se recolocar no mercado e a de dar às empreiteiras algum controle na coordenação dos depoimentos para que não se fale algo fora do "script".A Odebrecht, que tenta um acordo com a força-tarefa de procuradores em Curitiba (PR) e com a Procuradoria-Geral da República desde março, garantiu aos cerca de 50 candidatos à delação a manutenção de empregos por pelo menos 15 anos com os salários atuais, além de ajuda para pagar multas decorrentes do processo.
 
Estuda-se ainda a possibilidade de executivos que também são acionistas do grupo receberem mais recursos por sua participação na empresa.Com o acerto, a maioria dos funcionários que assinar o acordo terá renda garantida até completar aproximadamente 70 anos.Aqueles que tiverem que se desligar da Odebrecht devido aos conteúdos revelados aos investigadores também terão direito ao benefício, que será suspenso quando —e se— conseguirem outro emprego.A Andrade Gutierrez, que teve acordo homologado em abril, garantiu dez anos de salários aos 11 funcionários que fecharam delação, entre eles o ex-presidente do grupo Otávio Azevedo, que ficou quase oito meses preso.
 
Segundo relatos de envolvidos nas negociações, Azevedo deve receber em torno de R$ 120 milhões ao longo desta década, pagamento proporcional ao que recebia quando ocupava o cargo.A estimativa foi feita com base salarial de R$ 1 milhão por mês.O caso da Andrade Gutierrez é apontado como mais vantajoso para os beneficiados porque o dinheiro foi garantido a todos, mesmo sem manterem vínculos com a empresa.A Odebrecht e a OAS não quiseram se manifestar sobre as tratativas entre as empresas e os funcionários que negociam delação premiada.A Andrade Gutierrez afirmou, por meio de assessoria de imprensa, que tal tema diz respeito à vida pessoal de funcionários e ex-funcionários e que não é política da empresa comentá-los.

 


.............................................................................................................................................................................................................................................
28/08 - 09h17m

 



O presidente em exercício Michel Temer vai levar, na carteira de projetos que apresentará em sua viagem a China, uma série de investimentos em ferrovias e entre eles está a conclusão da Ferrovia de Integração Oeste-Leste (Fiol).

Existe claro interesse entre os chineses  em investir em projetos nessa área e a concessão em ferrovias será uma das principais opções de investimentos que o presidente pretende levar para apresentar em cidades de Xangai e Pequim.

Além da Ferrovia de Integração Oeste-Leste (Fiol), será apresentada a concessão da Ferrovia Norte-Sul (FNS) e a Ferrovia Bioceânica. Os chineses têm interesse na concessão da Ferrovia Norte –Sul, mas gostariam de incluir um ramal para Mato Grosso, onde há grande produção de grãos, para dar mais volume de carga.

Provavelmente, a Ferrovia Oeste-Leste também só seria viável com a mudança do traçado substituindo Figueropólis, por Campinorte, onde ela se interligaria com a Norte-Sul para assim alcançar uma área com grande produção de grãos. 

Os chineses estão dispostos a concluir a construção da Fiol, mas será preciso a disputa entre Tocantins (Figueiropólis) e Goiás( Campinorte) sobre qual Estado receberá a obra. 

Segundo o embaixador do Brasil na China, Marcos Caramuru, os chineses estão dispostos a investir em ferrovias, inclusive no polêmico projeto da Ferrovia Bioceânica, uma obra de mais de 3.500 km estimada em R$ 40 bilhões somente do lado brasileiro.

Porém, eles levantam duas questões básicas: o que acontece se o trânsito de cargas for menor do que o estimado e como lidar com as variações cambiais, já que as receitas serão em reais, mas as dívidas em dólares. Com informações do jornal Estado de São Paulo.



.............................................................................................................................................................................................................................................
28/08 - 08h50m

 
Assim que for encerrado o capítulo do impeachment, o presidente interino, Michel Temer, terá de tomar medidas para acabar com a sensação de governo provisório e dar continuidade à construção de estabilidade e credibilidade para os próximos dois anos. Para dar a feição que seu governo quer ter, além dos já anunciados teto para gastos públicos e reforma da Previdência, Temer terá mais uma prioridade: a abertura para o capital privado em todos os setores possíveis, fugindo do formato tradicional de fazer concessões apenas na área de infraestrutura.
 
Entre as medidas que devem ser anunciadas após a viagem que Temer fará à China, para a reunião do G-20, estão um programa de concessões em parceria com os estados, voltado para áreas essenciais como hospitais, creches, presídios e saneamento. O modelo já é adotado por estados como Goiás e municípios como Belo Horizonte para instituições de ensino.
 
— Vamos acabar com o conteúdo nacional exacerbado, que só traz superfaturamento. Só vamos manter aquilo em que formos competitivos. Ao invés de generalizado, será setorizado. Temos que mudar a visão do investimento público, ampliando ao máximo as concessões. Faremos PPPs (parcerias público-privadas) para esgoto, penitenciárias, hospitais e creches, comprando vagas para as crianças. É mais racional do ponto de vista do gasto público — disse um auxiliar de Temer envolvido nos programas.Sem dinheiro para investir e com os orçamentos comprometidos com despesas de pessoal e custeio, os estados receberão uma garantia da União, por meio de seus ativos, para fechar os contratos. O governo estuda usar os Fundos de Participação dos Estados e Municípios como uma segunda garantia para as PPPs darem certo.
 
O governo decidiu que não fará grandes pacotes de medidas. Prefere ir anunciando aos poucos as novidades. Para evitar a acusações de que está neglicenciando a área social, que esteve no centro das gestões petistas, Temer instituirá um prêmio para prefeitos com melhor desempenho em projetos no setor. Em 14 de setembro, Temer lançará um programa voltado às quatro milhões de crianças de 0 a 4 anos do Bolsa Família. Elas passarão a ter acompanhamento multidisciplinar semanal nos primeiros mil dias de vida, e quinzenal a partir desta idade.
 
Paralelamente, o Ministério do Desenvolvimento Social fará um pente-fino no cadastro do Bolsa Família. No último mês, 600 mil famílias foram descredenciadas por não mais atender aos requisitos do programa. Ao todo, 14 milhões de famílias integram o cadastro do programa.Depois das eleições, Temer lançará, em parceria com as prefeituras, um programa de inclusão produtiva dos beneficiários do programa, como estímulo para deixar de receber o Bolsa Família. Os beneficiários terão linhas de crédito subsidiadas para comprar material de trabalho, como máquinas de costura, de jardinagem e mecânica, entre outros. Os prefeitos que mais incluírem esta mão de obra receberão anualmente um prêmio em dinheiro para projetos em sua cidade.

 


.............................................................................................................................................................................................................................................
28/08 - 08h11m

 
Aliados da presidente afastada Dilma Rousseff defendem que ela faça um discurso "duro" e "firme" no Senado nesta segunda-feira (29), quando vai ao plenário para se defender no julgamento final do processo do impeachment.Para senadores ouvidos e para o advogado de defesa, o ex-ministro José Eduardo Cardozo, Dilma deve, além de enfatizar que não cometeu crime, não cair em eventuais provocações de adversários.
 
No entanto, os aliados da petista divergem sobre o uso dos termos "golpe" ou "golpista" no pronunciamento, com previsão de duração de 30 minutos, prorrogáveis por período indeterminado a critério do presidente da sessão, ministro Ricardo Lewandowski, do Supremo Tribunal Federal (STF).  O depoimento de Dilma é esperado como um dos principais atos do julgamento do impeachment. Esta vai ser a primeira vez que ela irá ao Congresso desde que foi afastada da Presidência da República, em maio.
 
Segundo a senadora Kátia Abreu (PMDB-TO), ministra e amiga pessoal de Dilma, senadores contrários ao impeachment vão se reunir com a presidente afastada no fim de semana para definir a estratégia a ser usada na segunda-feira.Um dos que defendem o tom mais “duro” no discurso de Dilma, o líder do PT no Senado, Humberto Costa (PE), avaliou que a presidente afastada precisa resistir e não cair em possíveis “provocações” de parlamentares favoráveis ao impeachment.Ele disse também acreditar que Dilma não deve “elevar o tom”, fazer acusações contra senadores, apontar eventuais envolvimento deles em casos de corrupção ou chamá-los de “golpistas”.
 
Ex-ministro de Dilma, o senador Armando Monteiro Neto (PTB-AL), por sua vez, defendeu que a petista faça uma fala “firme” durante a sessão, “como é a característica” da presidente afastada.“Ela tem que fazer uma fala firme e ser altiva. Evidentemente, se ela puder temperar sua fala com um toque mais humano, é sempre bom. E não me parece que ela está vindo aqui apontar o dedo aos senadores, chamá-los assim [golpistas]. […] Até porque não seria uma linguagem própria e não a ajudaria nesse contexto [de julgamento]”, declarou.

 


.............................................................................................................................................................................................................................................
27/08 - 18h06m
 
 
 

 
As pessoas que forem ao Parque da Cidade neste domingo (28) curtir o show da sergipana radicada na Bahia, Sandyalê, uma das revelações da nova música brasileira,  no Projeto Música no Parque, poderão contar com os serviços da Coelba na Agência Móvel, conhecer um pouco mais sobre o uso seguro e eficiente da energia no caminhão do Educação com Energia e, aqueles que levarem a última conta de energia paga e atenderem aos critérios, receberão gratuitamente até três lâmpadas LED para economizar na conta de luz em casa.

As ações da Coelba estarão disponíveis para o público das 9h às 14h. Aberto ao público, o show acontece no anfiteatro Dorival Caymmi, no Parque da Cidade. Realizado pela Caderno 2 Produções, o Música no Parque foi um dos projetos selecionados no Programa de Patrocínio 2016 da Coelba e conta com o incentivo do FazCultura.
 
Nas Agências Móveis da Coelba, os clientes poderão realizar o cadastramento na Tarifa Social de Energia, benefício do Governo Federal que concede descontos de até 65% na conta de luz. Para isso, os interessados devem se apresentar munidos de CPF, identidade, última fatura de energia e Número de Identificação Social (NIS) ou cartão do Bolsa Família ou número do Benefício de Prestação Continuada (BPC). Além do cadastramento na Tarifa Social, estarão disponíveis serviços como pedidos de novas ligações, parcelamento de débitos, segunda via de conta de energia, religações, entre outros.
 


.............................................................................................................................................................................................................................................
27/08 - 15h30m
 

 
A construtora OAS eliminou e-mails de Léo Pinheiro, ex-presidente da empresa que negocia acordo de delação premiada, e de um ex-funcionário, de acordo com relatório da Polícia Federal. 
 
Os investigadores descobriram a tentativa de bloquear a investigação quando tentavam recuperar e-mails de Léo e desse ex-funcionário, considerados importantes para entender como a empreiteira favoreceu o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva com o custeio e a manutenção de objetos em depósitos da empresa Granero.(G1)


.............................................................................................................................................................................................................................................
27/08 - 13h11m
 
 
Nos últimos cinco anos, tomate e feijão foram protagonistas de memes sobre o aumento espantoso de preços. Como são produtos agrícolas suscetíveis a desempenho de safras e cotações no exterior, logo voltaram a um patamar monetário mais decente. Pena que com carro não seja assim...
 
Muitos modelos encarecem neste mesmo período e hoje custam bem mais que em 2011 -- os reajustes superam margem dos 30%, na maioria dos casos, e até 40% em outros. Tem gente que vai argumentar que a inflação acima de 40% (IGPM, IPCA etc) nestes cinco anos é justificativa, assim como a variação do dólar. São fatores que pesam na cadeia automotiva, sem dúvida, mas a lógica neste caso é diferente: os carros também estão mais caros porque o brasileiro continua a pagar por eles.

"A gente observa que o carro aqui é bem mais caro, e muitos justificam pelos tributos, pelos custos, mas também pelo mercado. Brasileiro gosta de carro e a fabricante pode colocar o preço que achar justo", observa André Braz, pesquisador do Instituto Brasileiro de Economia (IBRE/FGV).UOL


.............................................................................................................................................................................................................................................
27/08 - 12h09m
 
 
Cresce a expectativa em torno da vinda da presidente Dilma Rousseff ao Senado na próxima segunda-feira (29), quando ela apresentará sua defesa e responderá perguntas dos senadores. Além de contar com a presença do ex-presidente Lula durante a sessão, parlamentares contrários ao impeachment afirmam que a petista está “preparada para o confronto”, enquanto senadores favoráveis à sua saída garantem que não pretendem protagonizar discussões acaloradas com a presidente afastada, tal como tem sido visto nos dois primeiros dias do julgamento.
 
“A presidente é preparada para confronto, a presidente quer vir, responder preguntas uma a uma. Ela não vai ter medo, se alguém acha que vai intimidar a presidente porque está acontecendo isso está enganado”, disse Lindbergh Farias (PT-RJ), que trocou acusações com o senador Ronaldo Caiado (DEM-GO) nos dois primeiros dias do julgamento. “Se alguém acha que a presidente tem medo de ‘Seu’ Caiado, está muito enganado. Ela vem aqui e quer responder olho no olho cada senador. Ela vai mostrar na próxima segunda-feira sua inocência para todo o Brasil”, argumentou o petista.

“Da nossa parte você pode ter a certeza absoluta de que nós vamos nos comportar dentro daquela liturgia própria que se deve interrogar uma presidente da República: com todo respeito, com toda firmeza e com as colocações muito bem fundamentadas”, garante Caiado. “Da nossa parte não terá esse viés, agora, da parte deles eu não posso responder”, provoca o senador.(UOL)
 


.............................................................................................................................................................................................................................................
27/08 - 11h59m


Enquanto nas ruas de Salvador os candidatos à prefeitura disputam bairro a bairro a preferência dos soteropolitanos, dentro do Palácio Thomé de Souza o clima é de guerra. Tudo começou quando o prefeito ACM Neto (DEM) preteriu a atual vice, Célia Sacramento (PPL), e anunciou o deputado estadual Bruno Reis para a composição da chapa que tentará a reeleição.

O estopim aconteceu na semana passada. Em entrevista, Célia criticou a gestão de Neto e levantou suspeita de que o prefeito teria superfaturado as obras de requalificação da Orla da Barra e do Rio Vermelho. Por sua vez, ACM classificou as declarações de Célia como levianas e afirmou que vai processar a vice-prefeita.

O que pode desgastar ainda mais a relação entre prefeito e vice são as duas exonerações de funcionários ligados a Célia, publicadas no Diário Oficial do Município na última quinta-feira (25). Dois novos funcionários foram nomeados para os cargos. Em conversa com a Tribuna, a vice-prefeita confirmou as demissões e afirmou que elas foram tomadas como represálias pelo gestor.

“Deve ser represália. Está todo mundo lá trabalhando e de repente o prefeito manda  demitir, sem me comunicar nem nada. Só pode ser represália. É bom até perguntar a ele, eu só posso dizer que ele demitiu mesmo. O que foi isso, só ele pode dizer. Ele é o gestor da prefeitura, é um problema dele”, disse ela. Apesar da relação ruim com Neto, ela afirma que vai cumprir seu mandato até o fim do ano. As informações são do Tribuna.



.............................................................................................................................................................................................................................................
27/08 - 11h40m


O empreiteiro baiano Leo Pinheiro, da OAS, afirmou em delação premiada, que a construtora deu 3% de propina da construção da Cidade Administrativa a um interlocutor do senador Aécio Neves (PSDB-MG).

“Em um dos encontros foi informado (…) que havia necessidade de pagamento de uma vantagem indevida de 3% do valor da participação de cada empresa no consórcio (…). A contraparte da OAS foi paga em espécie. (…) Segundo o declarante foi informado, as quantias eram condicionadas ao então governador Aécio Neves”, diz.

Segundo a revista Veja, o pagamento teria sido intermediado por Oswaldo Borges da Cota Filho, apontado como operador de Aécio. (Estadão)



.............................................................................................................................................................................................................................................
27/08 - 11h31m
 
 
A manhã começou com confusão entre senadores, quando Ronaldo Caiado (DEM-GO) e Lindbergh Farias (PT-RJ) discutiram no plenário. Lindbergh chamou Caiado de "desqualificado" e o senador disse haver uma "cracolândia" no gabinete do petista. Lewandowski interrompeu a sessão para acalmar os ânimos dos parlamentares, mas aí foi a vez do presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), dar início a uma nova discussão.
 
Ele usou os microfones para criticar a senadora Gleisi Hoffmann (PT-PR) por ter dito que o Senado não teria "moral" para julgar Dilma Rousseff. "Isso não pode acontecer, como a senadora pode fazer uma declaração dessa? Exatamente, senhor presidente [Lewandowski], uma senadora que há trinta dias o presidente do Senado Federal conseguiu no Supremo Tribunal Federal  desfazer o seu indiciamento e do seu esposo", disse Calheiros, ao se referir a Gleisi e a seu marido, o ex-ministro do Planejamento e das Comunicações Paulo Bernardo,indiciado por corrupção e organização criminosa após investigações conduzidas pela Operação Custo Brasil. Logo em seguida, uma nova discussão começou.(UOL)
 
 


.............................................................................................................................................................................................................................................
27/08 - 11h27m


A Polícia Federal reuniu como provas de que a OAS teria custeado reforma no tríplex do Edifício Solaris, no Guarujá, São Paulo, em benefício do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva notas fiscais, documentos encontrados nas buscas e análises de mensagens dos celulares dos investigados.

Segundo as mensagens analisadas pela PF, Lula era o “chefe” e sua esposa, Marisa, a “madame”. Lula foi indiciado por corrupção passiva, lavagem de dinheiro e falsidade ideológica. Já Marisa Letícia, por corrupção passiva e lavagem de dinheiro. É primeira vez que Lula é formalmente indiciado pela força-tarefa da Lava-Jato em Curitiba.

O presidente do Instituto Lula, Paulo Okamotto, e dois ex-executivos da empreiteira também foram indiciados.“(Lula) recebeu vantagem indevida por parte de José Aldemário Pinheiro e Paulo Gordilho, presidente e engenheiro da OAS, consistente na realização de reformas no apartamento 174”, informa relatório final do inquérito assinado pelo delegado Márcio Adriano Anselmo.

O imóvel recebeu obras avaliadas em R$ 777 mil, móveis no total de R$ 320 mil e eletrodomésticos no valor de R$ 19 mil – totalizando R$ 1,1 milhão. Informações do Estadão.



.............................................................................................................................................................................................................................................
27/08 - 11h01m
 

 
ACM Neto (DEM)
10h - Carreata em Castelo Branco/Dom Avelar/Sete de Abril. Ponto de concentração: final de linha de Castelo Branco
15h30 - Lançamento de candidatura de vereador. Local: Hotel Alah Mar - Jardim de Alah
Entre as 16h30 e as 20h30 - Participa do  lançamento de candidatura de vereadores

Alice Portugal (PCdoB)
8h - Grande Caminhada 65 Periperi. Concentração em frente ao clube Flamenguinho
14 - Grande Caminhada e Panfletagem 65 em Paripe. Concentração no Mercado de Paripe e rotatória
15h - Inauguração do comitê de Sílvio Humberto
16h e 18h - Lançamento da candidatura de candidatos a vereador
19h - Inauguração do comitê de Neemias - Rótula da Feirinha -
em cima da
Delicatessen Maná - Cajazeiras

Célia Sacramento (PPL)
14 -  Encontro na Associação da Limoeiras de Baixo - Vale dos Lagos
16 - Lançamento da campanha candidato a vereador de Marcelo Evangelista, na Avenida Centenário, Rua Nova do Calabar.
22- Encontro com comunidade da Igreja Pentecostal. Local: Rua Presidente Médici, no final de linha de Águas Claras
Cláudio Silva (PP)
8h - Concede entrevista a uma rádio
À tarde - Terá encontro com lideranças comunitárias de diversos bairros, em Patamares

Da Luz (PRTB)
Manhã - Candidato vai  fazer uma caminhada nos bairros de Plataforma e Lobato.
Tarde - Vai ao bairro da Ribeira
Noite - Dedicado à família

Fábio Nogueira (PSOL)
9h - Participa de debate realizado por alunos secundaristas  com o tema "Encontro Metropolitano de Estudantes Secundaristas de Salvador", no Colégio Estadual Ruben Dário , na Avenida San Martin
10h - Seminário para discutir o Programa de Governo da coligação "Agora é Com a Gente!", PSOL/Rede/PPLÊ/Raiz Movimento Cidadanista/PCR/  na Casa do Olodum, localizada no Pelourinho.
17 - Evento da juventude, na sede do PSOL, localizada no Campo Grande, das 17h às 20h

Sargento Isidório (PDT)
9h - Carreata com candidato a vereador em Cajazeiras. Saída do posto de Águas Claras
14 - Caravana por bairros da cidade
18h -  Reunião com candidato a vereador
20 - Reunião com coordenação de campanha


.............................................................................................................................................................................................................................................
27/08 - 10h58m

 

 
O ex-ministro da Fazenda Nelson Barbosa depoe no Congresso Nacional a favor da Presidente Dilma Rousseff. Temas econômicos da economia do Brasil estão sendo analisados dentre eles o aumento de impostos. 
 
O Ministro Barbosa afirmou que o ano passado foi o ano de "um grande ajuste fiscal". Ele defende o contingenciamento e as medidas estruturais feitas no período. O senador Armando Monteiro (PTB-PE) questiona Barbosa sobre as medidas no plano fiscal foram adotadas pelo governo e não se completaram por conta das grandes dificuldades das crises política e econômica.
 
O ex-ministro da Fazenda afirmou também que os decretos dão mais liberdade aos agentes públicos para usar os recursos em um ambiente de recursos limitados. Ele lembra do forte contingenciamento feito pelo governo no ano passado.
 
Nelson Barbosa defende a seriedade dos funcionários que executam a abertura dos decretos de créditos suplementares. Lembrando que, no começo do processo, 6 decretos estavam sob suspeição, e agora são apenas 3, o que só mostra a "fragilidade" da tese da acusação. Ele lembra que os decretos contemplavam verbas para "atividades necessárias" do governo.

Barbosa também afirmou que existem laudos de auditores do Tesouro nacional e de vários orgãos que impedem que esteja colocada as operações de credito do governo Dilma como irregulares.(g1) 


.............................................................................................................................................................................................................................................
27/08 - 10h41m
 
 
O candidato Cláudio Silva (PP) dará hoje entrevista ao programa #BahiaPraFrente, na rádio Baiana FM 89.3. Pela tarde, o progressista terá encontro com lideranças comunitárias de diversos bairros, em Patamares
 
No domingo, pela manhã, Cláudio Silva (PP) participa de caminhadas com lideranças comunitárias em diversos pontos da cidade. À tarde,grava programa eleitoral. Na segunda as 7h45 da manhã, Cláudio Silva (PP) dará entrevista ao programa Ligação Direta, da Nova Salvador FM, com Marcos Medrado e Marcelo Carvalho.

Às 10h, terá reunião geral da Chapa Pense Diferente. Pela tarde, o pepista visitará unidades desaúde municipais. Já à noite, gravará programa eleitoral.
 


.............................................................................................................................................................................................................................................
27/08 - 10h18m
 
 
O presidente do STF (Supremo Tribunal Federal), Ricardo Lewandoswki, anunciou nesta sexta-feira (26) que os depoimentos do ex-ministro da Fazenda Nelson Barbosa e do advogado Ricardo Lodi deverão ser realizados no sábado (27). A decisão atendeu a um pedido do advogado de defesa da presidente afastada, Dilma Rousseff (PT), José Eduardo Cardozo.
 
A princípio, o depoimento de Nelson Barbosa estava previsto para esta sexta-feira (26), mas a defesa de Dilma no processo de impeachment que tramita contra ela no Senado pediu que Lewandowski invertesse a ordem dos depoimentos e trocasse o depoimento de Barbosa pelo do ex-secretário executivo do Ministério da Educação Luis Claudio Costa. Desta forma, será o próximo a depor, assim que o depoimento do advogado Geraldo Prado terminar.
 
O depoimento de Nelson Barbosa é um dos mais esperados desta fase do julgamento do processo de impeachment. Antes de ser ministro da Fazenda, ele atuou como ministro do Planejamento do governo Dilma e é apontado como um dos principais nomes por trás da política econômica que levou Dilma a ser processada por crime de responsabilidade.(uol)
 
 


.............................................................................................................................................................................................................................................
27/08 - 10h01m
 

 
A decisão judicial que resultou no cancelamento de 147 mil cartões SalvadorCard Idoso tem  gerado insatisfação nos usuários. A determinação é resultado de uma ação movida  pela Defensoria Pública do Estado, em conjunto com o Ministério Público (MP-BA).
 
Desde o anúncio do cancelamento,  os idosos têm  enfrentado dificuldades  no acesso  aos ônibus. Agora, eles  dependem da entrada pela porta mediana quando os assentos reservados antes da catraca estão ocupados. Antes da medida,  o registro da passagem com o cartão permitia livre acesso à parte posterior do veículo.
 
Sem  se identificar, um aposentado  de 73 anos, morador do Monte Serrat, que estava no ônibus da linha Vila Ruy Barbosa   da empresa  Integra, nesta sexta, 26, disse que a ausência do cartão  complicou o acesso ao transporte. Segundo ele,  na maioria das vezes, os motoristas não abrem a porta mediana.
 
No ponto da praça da Piedade, muitos idosos que aguardavam o coletivo se queixavam da mudança. Djalma Figueredo, 73, morador do Garcia, também comentou que,  às vezes, tem enfrentado problemas, pois alguns motoristas não querem abrir a porta indicada. "Quando o ônibus está cheio, eles têm que abrir as portas: do meio ou do fundo, mas não abrem", disse o idoso, ressentido com o cancelamento do cartão. (A Tarde)


.............................................................................................................................................................................................................................................
27/08 - 09h39m
 

 
O presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), disse que se “arrepende muito” de ter protagonizado um bate-boca com a senadora Gleisi Hoffmann (PT-PR) no plenário da Casa nesta sexta-feira (26), segundo dia do julgamento do processo de impeachment da presidenta afastada Dilma Rousseff. Renan ressaltou, porém, que o comportamento provocativo dos senadores petistas pode prejudicar a presidenta Dilma Rousseff na votação da semana que vem.
 
Renan alegou que sofreu uma “provocação desproporcional” de Gleisi e de colegas dela contrários ao impeachment e que acabou “perdendo as estribeiras”. Para o senador, tal comportamento é um “tiro no pé”, uma “burrice”. O presidente do Senado não esclareceu o que a senadora disse para tirá-lo do sério, mas afirmou que “muita gente” ficou incomodada com o fato de ele chegar ao fim de um processo “desgastante como esse” sem dizer se e como vai votar.
 
“Eu tinha descido para fazer um apelo ao bom senso, para que facilitássemos a missão do presidente do Supremo Tribunal Federal [ministro Ricardo Lewandowski] . E o Senado poderia se esforçar, eu defendi, para desfazer essa imagem de que aqui as pessoas vivem se agredindo, se criticando. Quando concluí a intervenção, eu agradeci, pedi desculpas novamente e encerrei. E fui provocado. Apesar de exercitar todos os dias a tolerância, a temperança, é difícil escapar, às vezes, da provocação”, acrescentou.(G1)


.............................................................................................................................................................................................................................................
27/08 - 09h21m
 
 
O Centro Especializado em Reabilitação (CER IV), serviço de média e alta complexidade, amparada no Programa Viver Sem Limites, do Governo Federal, será inaugurado nesta segunda-feira (29), na Avenida das Nações, em Teixeira de Freitas, às 9h30, pelo governador Rui Costa.

Durante o evento, o governador entrega 91 títulos de domínio aos agricultores do Território Extremo Sul, e inaugura a quadra poliesportiva coberta, com vestiário, da Escola Jesse Inácio, no bairro de Redenção. Logo depois, às 11h10h, Rui conhece o Centro Educacional Professor Rômulo Galvão.
(71) 3115-6467


.............................................................................................................................................................................................................................................
27/08 - 09h00m
 
 
Um novo posto do Planserv vai atender os servidores públicos estaduais no SAC de Periperi, no Subúrbio Ferroviário de Salvador, a partir de segunda-feira (29). Serão oferecidos na unidade serviços como consulta à rede credenciada, impressão de cartão provisório e movimentação cadastral - adesão de titulares, inclusão e exclusão de dependentes e agregados. 
 
O atendimento estará disponível das 7h às 15h30, de segunda a sexta-feira. O SAC de Periperi está funcionando provisoriamente, desde o último dia 15, no Empresarial Innovarcenter, na Praça da Revolução. Segundo a coordenadora do Planserv, Cristina Cardoso, a expansão do atendimento presencial do Planserv facilita o acesso dos servidores aos serviços da assistência à saúde. 
 
Na capital baiana, além do SAC Periperi, o atendimento presencial do Planserv está disponível no SAC dos Shoppings Bela Vista, Barra, Paralela e Salvador Shopping, além das unidades do Comércio, Pernambués, Cajazeiras, Pau da Lima e Boca do Rio. Na Região Metropolitana de Salvador (RMS), o Planserv atende nos SACs de Lauro de Freitas, Camaçari e Candeias. 
 
No interior, há unidades de atendimento do plano nos municípios de Alagoinhas, Barreiras, Brumado, Feira de Santana (duas unidades), Ilhéus, Irecê, Itabuna, Jacobina, Jequié, Juazeiro, Santo Antônio de Jesus, Senhor do Bonfim, Teixeira de Freitas, Vitória da Conquista (duas unidades), Paulo Afonso e Valença.


.............................................................................................................................................................................................................................................
27/08 - 08h43m
 

 
Passando uma temporada em Londres, Jéssica Lopes bem que tentou participar de ensaio com ar angelical e cheio de doçura. Mas no final, ela tirou o sutiã e caprichou nas caras e bocas bem sensuais.  Usando lingerie preta e salto bem alto, a beldade afirmou ao EGO que vive ótima fase profissional na Inglaterra. 
 
Cotada para desfilar no domingo, 28, no carnaval de Notting Hill, em Londres, ela será uma das musas da Escola de Samba Paraíso, que terá como a participação do carnavalesco Milton Cunha."Estou bem ansiosa e muito feliz. Queria usar uma pintura corporal em vez de fantasia, mas não sei se vou conseguir. A Ana Paula Evangelista é a rainha da escola e está me dando o maior apoio", comemorou ela, que viveu uma angel bem sapequinha para as lentes do fotógrafo Patrick Brito.(EGO)


.............................................................................................................................................................................................................................................
27/08 - 08h39m
 

 
Por meio de nota à imprensa, os advogados que defendem o ex-presidente da República Luiz Inácio Lula da Silva e sua esposa, Marisa Letícia, disseram repudiar o indiciamento de seus clientes nesta sexta-feira (26) pela Polícia Federal. Segundo eles, o inquérito policial, assinado pelo delegado Marcio Adriano Anselmo, “tem caráter e conotação políticos e é, de fato, peça de ficção”.
 
Segundo a nota, o triplex no Guarujá é de propriedade da OAS e não de Lula, “como não deixa qualquer dúvida o registro no Cartório de Registro de Imóveis do Guarujá”. Para os advogados, o delegado indiciou Lula sem ter um documento que comprove que Lula é o proprietário do imóvel. “Confirma ser o relatório uma obra de ficção o fato de o documento partir da premissa de que houve a entrega do imóvel a Lula sem nenhum elemento que possa justificar tal afirmação”.
 
Os advogados dizem que Lula esteve no imóvel uma única vez, acompanhado de Marisa, quando foram conhecê-lo. “O ex-presidente e os seus familiares jamais usaram o imóvel e muito menos exerceram qualquer outro atributo da propriedade”.
 
Segundo a nota, Marisa adquiriu, em 2005, uma cota-parte da Cooperativa Habitacional dos Bancários (Bancoop) que, se fosse quitada, daria direito a um imóvel no Edifício Mar Cantábrico, que é o antigo nome do imóvel Edifício Solaris, onde o delegado aponta Lula como proprietário.(G1)


.............................................................................................................................................................................................................................................
27/08 - 08h19m
 

 
O Centro de Hidrografia da Marinha emitiu um alerta de mau tempo por causa de ondas que podem chegar a até 3 metros junto à costa, na faixa litorânea entre Porto Seguro, no Sul da Bahia, e Touros (RN).
 
O alerta de ressaca vale das 21h desta sexta-feira, 26, até às 9h de segunda-feira, 29. A capitania dos Portos da Bahia, a Capitania dos Portos de Sergipe e as Delegacias da Capitania dos Portos de Ilhéus e em Porto Seguro recomendam atenção aos navegantes.

Segundo informações da Assessoria da Marinha, estão sendo divulgados alertas para reforçar a necessidade de precação por fonia, em VHF, e foi encaminhado fax às marinas, iates clubes e empresas de transporte marítimo.

Em caso de emergência, o órgão informa que a Capitania dos Portos da Bahia pode ser acionada em qualquer horário, por meio do telefone (71) 3507-3777.(A Tarde)


.............................................................................................................................................................................................................................................
27/08 - 08h00m
 

 
O governador Rui Costa inaugura, neste sábado (27), no município de Jaguaquara, às 9h30, a pavimentação da rodovia BA-545, no trecho que liga a BR-420 à rodovia baiana, na travessia urbana de Jaguaquara. Foram investidos R$ 1,28 milhão nos 2,37 quilômetros, beneficiando mais de 51 mil habitantes. A solenidade ocorre na Rua J. J. Seabra, no centro da cidade. Logo depois, às 11h30, Rui visita o Centro Estadual de Educação Profissional em Alimentos e Recursos Naturais Pio XII, na sede do município.

Durante a prósima semana o Governador tem agenda cheia. Os compromissos oficiais começam na próxima segunda-feira (29), às 9h30, com a entrega do Centro Especializado em Reabilitação de pessoas com deficiência física de Teixeira de Freitas. O governador entrega também 91 títulos de domínio aos agricultores do território Extremo Sul. Uma ação que vai beneficiar os municípios Teixeira de Freitas, Itamaraju, Itanhém, Medeiros Neto, Mucuri, Nova Viçosa, Prado e Vereda.  Rui inaugura a quadra poliesportiva coberta com vestiário na escola Jesse Inácio, no bairro Redenção, além de visitar o Centro Educacional Professor Rômulo Galvão.
 
Na terça (30), Rui participa, às 19h, do Projeto Mulher com a Palavra, no Teatro Castro Alves (TCA) em Salvador. Na programação tem a apresentação da cantora Zélia Duncan, como parte do lançamento do Projeto Caravana Cravos e Rosas na Paz. Rui ainda assina Protocolo de Intenções com o Instituto AVON, do memorando de entendimentos com a ONU Mulheres e de protocolo de intenções para promoção do Segmento de Confecções de Matriz Africana no Recôncavo Baiano com a Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB).
 
Às 19h da próxima quinta-feira (01), o governador participa da abertura 55ª Convenção Nacional do Comércio Lojista, no auditório Garcia D'Avila do Iberostar Praia do Forte Golf SPA & Resort, em Mata de São João. Participam do evento empresários de todo o território nacional e de alguns países da América do Sul. O objetivo é fortalecimento da classe lojista em relação ao aprimoramento e desenvolvimento de novos negócios. A Convenção acontece de 01 a 04 de setembro, com a expectativa de receber 2300 participantes.


.............................................................................................................................................................................................................................................
26/08 - 20h00m


O presidente do STF (Supremo Tribunal Federal), Ricardo Lewandoswki, anunciou nesta sexta-feira (26) que os depoimentos do ex-ministro da Fazenda Nelson Barbosa e do advogado Ricardo Lodi deverão ser realizados no sábado (27). A decisão atendeu a um pedido do advogado de defesa da presidente afastada, Dilma Rousseff (PT), José Eduardo Cardozo.

A princípio, o depoimento de Nelson Barbosa estava previsto para esta sexta-feira (26), mas a defesa de Dilma no processo de impeachment que tramita contra ela no Senado pediu que Lewandowski invertesse a ordem dos depoimentos e trocasse o depoimento de Barbosa pelo do ex-secretário executivo do Ministério da Educação Luis Claudio Costa. Desta forma, será o próximo a depor, assim que o depoimento do advogado Geraldo Prado terminar.

O depoimento de Nelson Barbosa é um dos mais esperados desta fase do julgamento do processo de impeachment. Antes de ser ministro da Fazenda, ele atuou como ministro do Planejamento do governo Dilma e é apontado como um dos principais nomes por trás da política econômica que levou Dilma a ser processada por crime de responsabilidade. As informações são do Estadão.



.............................................................................................................................................................................................................................................
26/08 - 19h30m


Os governadores que representam os Estados do Norte, Nordeste e Centro-Oeste saíram do gabinete do ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, mais uma vez, sem uma ajuda extra para as contas estaduais.

Representando o Centro-Oeste, o governador de Goiás, Marconi Perillo, afirmou que o dirigente da Fazenda apenas se comprometeu a apresentar um cronograma de pagamento do Fundo de Apoio às Exportações (FEX). "Ele disse que passa no início da semana caso esteja na programação", disse o governador.

Durante o encontro, os governadores pediram ainda mais crédito. Segundo Perillo, Meirelles afirmou que isso é possível para os Estados que têm o rating do Tesouro entre B, B+ ou B-. Mas não disse quanto está disponível.

Questionado sobre quem dará uma resposta sobre o pedido de auxílio emergencial aos entes do Norte, Nordeste e Centro-Oeste, o governador afirmou que essa missão ficará com o secretário-executivo da Fazenda, Eduardo Guardia, já que Meirelles irá para a China.

Há 10 dias, os governadores se reuniram com o Executivo federal para pleitear uma ajuda maior e a União ficou de analisar o pleito em 15 dias. "Antecipação ou uma parcela a mais do fundo de participação, eles ficaram de estudar porque é algo que não pode comprometer o déficit de R$ 170,5 bilhões", disse Perillo.

Para o governador do Piauí, Wellington Dias, que também estava presente no encontro, o ministro não apresentou uma posição favorável ao auxílio emergencial como foi o caso do R$ 2,9 bilhões de auxílio extra que o Rio de Janeiro recebeu. Mais uma vez, os governadores ressaltaram a difícil situação fiscal dos Estados. (Estadão)



.............................................................................................................................................................................................................................................
26/08 - 19h12m


O candidato à Prefeitura de Salvador e presidente do Diretório Municipal do partido, Fábio Nogueira (PSOL), entrou com uma representação no Ministério Público Estadual, nesta sexta, 26, contra o atual prefeito ACM Neto, através do mandato do vereador Hilton Coelho.

De acordo com a assessoria do candidato psolista, o pedido de processo tem por objetivo investigar o aumento de mais de 100% do patrimônio de Neto de 2012 até hoje - período em que é prefeito de Salvador. Além disso, o PSOL também pede para apurar as denúncias feitas  pela vice-prefeita e também candidata, Célia Sacramento, a qual afirmou para A TARDE, em entrevista publicada no domingo, 21/08, que houve  superfaturamento nas obras da Barra, do Rio Vermelho e da ciclovia do subúrbio.

"O PSOL e a sociedade baiana pedem esclarecimentos a ACM Neto em relação ao aumento exorbitante do seu patrimônio pessoal, em um período de crise econômica que estamos passando. Ele precisa responder também às denúncias feitas por Célia Sacramento de superfaturamento das obras!", diz Fábio Nogueira.

"A representação do Ministério Público solicita inquérito sobre a possibilidade de  improbidade administrativa do prefeito ACM Neto", diz. As informações são do A Tarde.



.............................................................................................................................................................................................................................................
26/08 - 18h49m


 

O presidente do julgamento do processo de impeachment, ministro Ricardo Lewandowski, indeferiu pedido da acusação para que o professor de direito da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), Geraldo Prado, seja ouvido na condição de informante. O professor foi arrolado como testemunha pela defesa de Dilma Rousseff.
 
Segundo Lewandowski, a acusação já tinha apresentado argumentos semelhantes para pedir a impugnação de Prado e do economista Luiz Gonzaga Belluzo como testemunhas – quando os advogados alegaram que ambos eram especialistas e não acompanharam os fatos de perto, além de terem escrito livros e artigos sobre o assunto, manifestando opinião pessoal previamente. O pedido foi apresentado pela advogada da acusação, Janaína Paschoal. 
 
Após três horas, os senadores concluíram a oitiva do economista Luiz Gonzaga Belluzo. Ao responder perguntas dos senadores, ele reiterou sua convicção de que o processo de impeachment em curso é um “atentado à democracia”, percepção que já tinha expressado em depoimento na Comissão Especial do Impeachment.O economista defendeu a política fiscal do governo Dilma e disse que ela agiu com “excesso de responsabilidade fiscal” ao fazer um contingenciamento de R$ 70 bilhões seguido de outro de R$ 8,5 bilhões para tentar compensar, em vão, a queda de arrecadação em 2015.
 
Ao fim de seu depoimento, Belluzo comentou, a pedido da advogada de acusação, a possibilidade de cassação do mandato de Dilma Rousseff e disse considerar que não há motivos justificáveis para isso.“Eu diria que a interrupção de um mandato conseguido através do sufrágio universal é uma coisa que deveria exigir cuidados muito especiais, muita cautela, muita prudência. E isso só poderia ser feito em casos extremos, e eu não acho que nós estamos diante de um”, disse.

 


.............................................................................................................................................................................................................................................
26/08 - 18h24m


Interlocutores do presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), avaliam que o bate-boca com aliados da presidente afastada, Dilma Rousseff, nesta sexta-feira (26) descola-o definitivamente da base de apoio da petista e ajuda a pavimentar o caminho para que vote contra a petista no julgamento do impeachment.

Nas etapas anteriores, Renan não se posicionou, sob o argumento de cumprir um papel institucional. O peemedebista, no entanto, vem fazendo mistério sobre como vai se comportar na etapa final do julgamento.

O governo do presidente em exercício, Michel Temer, vem pressionando Renan para que apoie a deposição de Dilma. São necessários 54 votos, mas por ora 49 senadores se declararam favoráveis à cassação.

À reportagem, aliados de Renan disseram que o desabafo em plenário, ao comparar o Senado a um "hospício" e confrontar a senadora Gleisi Hoffmann (PT-PR), sinaliza uma possível mudança de postura no dia da votação.

A explosão em plenário nesta sexta, porém, não foi um improviso. Renan teria se mostrado incomodado com o tom adotado por petistas e, principalmente por Gleisi, no primeiro dia do julgamento. Parte do discurso, inclusive, foi preparada na véspera. Uma declaração, por exemplo, foi inspirada em texto de Nelson Rodrigues que ele leu na quinta. "Esta sessão é uma demonstração de que a burrice é infinita", disparou. (Estadão)



.............................................................................................................................................................................................................................................
26/08 - 18h11m

 
Para atender a demanda do policiamento ostensivo e preventivo na região sul da Bahia, o o governador Rui Costa entregou em Uruçuca, nesta sexta-feira (26), sete novas viaturas caminhonetes, modelo Ranger, ao Comando de Policiamento local, que atende também os municípios de Ilhéus, Itajuípe, Itacaré, Itapetinga e Maraú.
 
A chegada dos veículos à região faz parte da renovação da frota da Polícia Militar, que deve receber em todo território baiano 1,4 mil carros. De acordo com o governador, o investimento na aquisição de novas viaturas serve de apoio e estímulo às forças de segurança do Estado para a otimização do exercício de suas funções.
 
"Estamos no processo de renovação das viaturas da polícia. Isso melhora as condições de trabalho de nossos policiais, o que representa uma maneira de contribuir para o fortalecimento da segurança pública. Eles vão estar mais entusiasmados e tendo equipamentos mais modernos para converter o entusiasmo em ações", afirmou Rui.
 
Além da segurança pública, o município foi contemplado com melhorias na assistência à saúde, lazer e educação. O governador inaugurou a Praça de Ciência e Tecnologia, o Ginásio de Esportes Talmo Régis Farias e a quinta Unidade Básica de Saúde da Família do município. Também assinou ordem de serviço para sinalização horizontal e vertical da cidade e entregou títulos de terra a 64 agricultores do Território do Litoral Sul.

 


.............................................................................................................................................................................................................................................
26/08 - 17h55m

 
Pelo sexto mês seguido, a bandeira tarifária que será aplicada nas contas de luz em setembro será verde, o que significa que não haverá nenhum valor adicional a ser pago pelos consumidores brasileiros. Ao definir a continuidade da bandeira verde, a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) considerou o resultado positivo do período úmido e o aumento de energia disponível, com redução de demanda e a adição de novas usinas ao sistema elétrico brasileiro.
 
Havia uma expectativa no setor elétrico de que a bandeira pudesse passar para amarela no mês de setembro, principalmente porque o nível dos reservatórios das hidrelétricas das regiões Norte e Nordeste estão baixos para esta época do ano. Quando há pouca água nos reservatórios, é preciso acionar as termelétricas para garantir o suprimento de energia, o que encarece o custo da energia. De acordo com o Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS), o nível dos reservatórios no Nordeste está em 20% de sua capacidade máxima e, no Norte, o nível está em 48,4%.
 
O sistema de bandeiras tarifárias foi adotado em janeiro de 2015, como forma de recompor os gastos extras das distribuidoras de energia com a compra de energia de usinas termelétricas. A cor da bandeira que é impressa na conta de luz (vermelha, amarela ou verde) indica o custo da energia elétrica, em função das condições de geração de eletricidade.Desde o início da vigência do sistema, até fevereiro de 2016, abandeira se manteve vermelha, primeiramente com cobrança de R$ 4,50 a cada 100 quilowatts-hora (kWh) consumidos e, posteriormente, com a bandeira vermelha patamar 1, que significa acréscimo de R$ 3,00 a cada 100 kWh. 
 
Segundo a Aneel, a bandeira tarifária não é um custo extra na conta de luz, mas uma forma diferente de cobrar um valor que já era incluído na conta de energia, por meio do reajuste tarifário anual das distribuidoras. A agência considera que a bandeira torna a conta de luz mais transparente e o consumidor tem a melhor informação para usar a energia elétrica de forma mais consciente.

 


.............................................................................................................................................................................................................................................
26/08 - 17h30m


 

O Centro Especializado em Reabilitação (CER IV), serviço de média e alta complexidade, amparada no Programa Viver Sem Limites, do Governo Federal, será inaugurado nesta segunda-feira (29), na Avenida das Nações, em Teixeira de Freitas, às 9h30, pelo governador Rui Costa. 
 
Durante o evento, o governador entrega 91 títulos de domínio aos agricultores do Território Extremo Sul, e inaugura a quadra poliesportiva coberta, com vestiário, da Escola Jesse Inácio, no bairro de Redenção. Logo depois, às 11h10h, Rui conhece o Centro Educacional Professor Rômulo Galvão.

 


.............................................................................................................................................................................................................................................
26/08 - 17h03m


No primeiro dia de campanha eleitoral com os prefeituráveis de Salvador no rádio e TV, que teve início nesta sexta-feira (26), o programa do candidato ACM Neto (DEM), que teve o maior tempo para exibição (4 minutos), destacou a ideia de que ele foi "o melhor prefeito do Brasil".

Ele adotou o discurso de que as mudanças no espaço físico e na auto-estima das pessoas são evidentes. O jingle de Neto cita a ideia de que "Salvador renasceu, não dá pra esquecer (...) e que a cidade quer de novo você [Neto]".

"As pessoas sabiam que não dava para resolver tudo, nem nós prometemos resolver tudo. Mas Salvador vive um momento diferente, a cidade se reencontrou com sua autoestima. Se não fosse meu amor por Salvador, eu não teria dado minha palavra há quatro anos atrás, que queria ser prefeito para mudar a realidade da nossa cidade".

Já o prefeiturável Claudio Silva (PP) disse que é o candidato que pensa diferente. O sobrenome comum entre os brasileiros foi mote para que buscasse uma identificação com o eleitor da periferia, que acorda cedo e pega ônibus lotado diariamente. Ele se diz diferente dos "políticos autoritários que pensam em arrecadar cada vez mais do povo".

Com poucos segundos de TV, Fábio Nogueira, do PSOL, enfatizou que é hora da mudança. Célia Sacramento (PPL) e Da Luz (PRTB) não entregaram as peças de propaganda eleitoral em tempo hábil. (A Tarde)



.............................................................................................................................................................................................................................................
26/08 - 16h53m

 
O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva se reuniu nesta sexta-feira (26) com a presidente afastada, Dilma Rousseff, no Palácio da Alvorada. Chamado por Dilma, Lula desembarcou em Brasília para ajudar na articulação contra o impeachment e ainda vai se encontrar com alguns senadores.Nesta segunda-feira (29), a presidente afastada comparecerá ao plenário do Senado para fazer sua defesa, escoltada por uma comitiva de 35 pessoas, a maioria ex-ministros. Lula deve estar a seu lado, mas o PT ainda avalia se é conveniente levá-lo ao plenário.
 
Dilma foi aconselhada a dar um depoimento forte, sem meias palavras, dizendo que o processo de impeachment só foi aberto porque ela não cedeu à pressão para barrar a Operação Lava Jato. A presidente afastada também recebeu sugestões para citar o áudio no qual o senador Romero Jucá (PMDB-RR) afirma ao ex-presidente da Transpetro Sérgio Machado que é preciso mudar o governo para "estancar a sangria" da Lava Jato e impedir o avanço das investigações.
 
O tom do pronunciamento foi discutido com Lula. A ideia é que a petista também evoque o passado de militante de esquerda e o seu julgamento pela ditadura militar para destacar que, mais uma vez, está sendo acusada de crimes que não cometeu. "Nunca pensei que viveria de novo uma situação como essa", afirmou Dilma na quarta-feira, em Brasília, no último ato público do qual participou antes do julgamento final no Senado. Até agora, seus aliados não conseguiram os 28 votos necessários para barrar o impeachment.
 
Lula já estava em Brasília quando foi divulgada a notícia de que a Polícia Federal o indiciou no inquérito que investiga a propriedade de um tríplex no Guarujá, sob suspeita de corrupção passiva, lavagem de dinheiro e falsidade ideológica. A ex-primeira dama Marisa Letícia também foi indiciada. Lula e Marisa negam ser donos do apartamento.Depois de se reunir com senadores, Lula retornará a São Paulo, ainda nesta sexta-feira. O ex-presidente voltará a Brasília no domingo, na véspera do pronunciamento de Dilma no plenário do Senado.

 


.............................................................................................................................................................................................................................................
26/08 - 16h37m


No primeiro dia de campanha eleitoral com os prefeituráveis de Salvador no rádio e TV, que teve início nesta sexta-feira (26), a candidata Alice Portugal (PCdoB) começou partindo para o ataque contra ACM Neto, citando as denúncias da vice-prefeita Célia Sacramento sobre superfaturamento de obras da capital, publicadas domingo, dia 21, no A Tarde.

Nas inserções, Alice usa a reportagem para desgastar a imagem de Neto por meio da denúncia da qual Célia disse não ter provas, ainda que afirme que uma perícia poderia constatar o que ela declara. O prefeito já disse que irá processá-la.

Também nesse primeiro dia de programa, o governador Rui Costa (PT) aparece pedindo votos para Alice, assim como a senadora Lídice das Mata (PSB) e o secretário de Cultura da Bahia, Jorge Portugal. As informações são do A Tarde.



.............................................................................................................................................................................................................................................
26/08 - 16h25m



A criação pelo  governo do Estado de uma nova contribuição chamada Compensação Ambiental para os empreendimentos que possuam impacto ambiental e pretendem se implantar na Bahia, noticiada em primeira mão pelo Bahia Econômica,  está preocupando os investidores, especialmente em áreas como petroquímica, papel e celulose e outras.

 
Segundo Jorge Cajazeira,  presidente do Sindpacel – Sindicato das Indústrias do Papel, Celulose, Papelão, Pasta de Madeira de Papel e Artefatos de Papel e Papelão no Estado da Bahia, a contribuição será mais um custo que a empresas terão de suportar e isso torna a Bahia menos competitiva na atração de investimentos.

“Na área de celulose, o setor já é onerado com as contrapartidas exigidas pelo EIA-Rima, com investimentos sociais, áreas de recuo, reposição obrigatória de maciços florestais e outros encargos. Mais uma contribuição pode inviabilizar novos investimentos na Bahia”, disse Cajazeira ao portal Bahia Econômica.

Segundo o Presidente do Sindpacel, os grandes investimentos em celulose estão sendo direcionados para outros estados como o Mato Grosso e Maranhão, pois a Bahia está perdendo competitividade em função de fatores como invasão de terras, roubo de cargas, problemas de logística, especialmente em relação ao porto que não existe e a BR 101 que não está duplicada na Bahia. “Essa contribuição será mais um condicionaste para novos investimentos”, concluiu Cajazeiras.

Empresários do setor petroquímico também estão preocupados com o impacto da contribuição e acreditam que os estado perderá competitividade na atração de investimentos.


Veja Aqui: Governo do Estado cria Compensção Ambiental que empresas com impacto ambiental terão de pagar para se implantar na Bahia
 



.............................................................................................................................................................................................................................................
26/08 - 15h52m


 

Os prefeituráveis Alice Portugal (PCdoB), ACM Neto (DEM) e Sargento Isidório (PDT) fizeram inserções no horário eleitoral reservado aos candidatos na manhã desta sexta-feira, 26, primeiro dia de propaganda eleitoral.
 
Alice falou sobre sua trajetória de militância estudantil e política, e frisou a atuação parlamentar em temas como defesa do piso salarial do professor e da Lei Maria da Penha. Em uma referência ao processo de impeachment da presidente afastada Dilma Rousseff (PT), ela destacou que quem não é favorável a cortes nos programas sociais, como Minha Casa, Minha Vida e Bolsa Família, é contra o “golpe”. A deputada também criticou a falta de investimentos em áreas periféricas de Salvador, mote de sua campanha.  Sargento Isidório iniciou sua inserção falando da sua origem, sua formação familiar e destacou seu trabalho à frente da Fundação Doutor Jesus, localizada em Candeias. 
 
Já o prefeito ACM Neto elencou obras feitas na cidade e ressaltou que ainda tem muito por ser feito.ele colocou como meta superar a desigualdade social e a pobreza, o que seria possível “com o novo ambiente que Salvador vive e respira”. Em resposta aos ataques já realizados por seus adversários, Neto afirma que fez seu trabalho com amor e que sua administração “não se traduz em concreto”.

 


.............................................................................................................................................................................................................................................
26/08 - 15h49m


O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Luís Roberto Barroso criticou hoje (26) a exposição de informações sigilosas de investigações sobre corrupção.

“O dever de transparência por certo não legitima vazamentos seletivos, venham da acusação, da defesa ou da polícia. A realização da Justiça desperta interesses e paixões, mas jamais poderá prescindir a boa-fé objetiva”, disse em palestra sobre liberdade de expressão.

Uma matéria da revista Veja do último fim de semana afirma que o ministro Dias Toffoli teria sido citado pelo ex-presidente da empreiteira OAS, Léo Pinheiro, durante negociação com o Ministério Público Federal (MPF) para delação premiada relacionada à Operação Lava Jato. O procurador-geral da República, Rodrigo Janot, chefe do Ministério Público Federal, negou hoje (23) que os procuradores do órgão tenham recebido acusações contra Toffoli.

Barroso, entretanto, elogiou o modo como vem sendo conduzida a Operação Lava Jato. “A corrupção precisa ser enfrentada no Brasil não com arroubos retóricos ou como trunfo contra os adversários. Isso é o que sempre se fez. A novidade é que ela tem sido enfrentada nos últimos tempos com investigação séria, cooperação internacional, tecnologia e técnica jurídica. Essa é a grande diferença e grande virtude do presente momento”, ressaltou.



.............................................................................................................................................................................................................................................
26/08 - 15h25m


Primeira pessoa indicada pela defesa da presidenta afastada Dilma Rousseff a ser ouvida no julgamento do impeachment, o economista Luiz Gonzaga Belluzzo disse que ela foi excessivamente responsável com as medidas fiscais de 2015.

Ele afirmou que o afastamento da presidente pelos motivos alegados é um atentado à democracia. Segundo ele, o impacto provocado pela edição dos decretos suplementares, mesmo sem autorização do Congresso Nacional, foi “ridículo”.

Belluzzo fala na condição de informante a pedido do advogado José Eduardo Cardozo, que solicitou a mudança para evitar novos tumultos na sessão – marcada por debates em torno da suspeição das testemunhas arroladas.

O economista afirmou que, no momento em que os decretos presidenciais foram expedidos, “a presidente tinha feito um contingenciamento de R$ 70 bilhões e posteriormente outro de R$ 8,5 bilhões", disse. A medida, segundo ele foi tomada, sem sucesso, na tentativa de compensar os efeitos da queda de arrecadação. "Foi excesso de responsabilidade fiscal”, disse.

Belluzzo disse que, ao contrário do que sustenta a acusação, em 2015, “houve uma 'despedalada' porque, no momento em que a economia estava perdendo receita, a presidente fez o contingenciamento". "Isto se chama ação pró-cíclica”, completou. Ele acrescentou que já em 2014 previa que o ajuste fiscal iniciado naquele momento teria as consequências que teve. "A política fiscal executada ao longo de 2015 levou a uma contração brutal da receita. Fazendo uma analogia entre a economia e um pugilista abatido, Belluzzo afirmou que “para reanimá-lo, [o governo] lhe deu um soco na cabeça". (Agência Brasil)



.............................................................................................................................................................................................................................................
26/08 - 15h19m


 

Após bate-bocas entre senadores e suspensões da sessão, o Senado retomou na tarde desta sexta-feira (26), o julgamento final do impeachment da presidente Dilma Rousseff com o depoimento de testemunhas de defesa. O primeiro a falar será o professor de economia da Unicamp Luiz Gonzaga Belluzo, porém, como informante.
 
O advogado José Eduardo Cardozo fez o pedido afirmando que deseja evitar polêmica. Senadores pró-impeachment tinham anunciado que fariam o pedido porque Belluzzo assinou um manifesto contra o afastamento de Dilma que chegou a ser protocolado no Supremo Tribunal Federal (STF).Em sua manifestação, Belluzzo disse que a presidente afastada fez uma "despedalada fiscal" e não uma "pedalada fiscal", argumentando que a petista fez contingenciamentos e ajuste fiscal e não gastança. A explanação foi rápida e bem técnica, mesmo tendo sido arrolado como informante agora pela defesa de Dilma.
 
— Em 2015, houve uma "despedalada" fiscal. Em 2014, senti claramente que o ajuste fiscal teria as consequências que teve, até imaginei que o PIB fosse cair 2,5% e errei. Se formos olhar a política fiscal em 2015, ela levou a uma contração brutal da receita, porque a economia vinha desacelerando. É como o pugilista que foi para o corner e, para reanimar, lhe dá um soco na cabeça — disse Belluzzo. Em seguida, o senador Linbergh Farias (PT-RJ) teve que dizer que ele estava defendendo a política da presidente afastada.
 
A defesa da presidente Dilma Rousseff pediu que ele fosse ouvido como informante. O advogado José Eduardo Cardozo fez o pedido afirmando que deseja evitar polêmica. Senadores pró-impeachment tinham anunciado que fariam o pedido porque Belluzzo assinou um manifesto contra o afastamento de Dilma que chegou a ser protocolado no Supremo Tribunal Federal.

 


.............................................................................................................................................................................................................................................
26/08 - 15h12m


O deputado estadual Alan Sanches (DEM), que vem denunciando a crise na saúde pública do estado, cobrou hoje (26) da Secretaria de Saúde (Sesab) explicações sobre denúncia de inutilização de milhares de remédios de suma importância para a população por validade vencida e que resultarão num prejuízo superior a R$ 6 milhões.

“Não é novidade o quanto à população vem sofrendo por falta de medicamentos para tratamentos de doenças sérias. Tenho recebido denúncias de pacientes crônicos que estão sem ter acesso a remédios há mais de quatro meses e receber essa grave denúncia de que milhares de substâncias não foram distribuídas por falta de competência administrativa e agora irão para o lixo não me causa outra coisa senão indignação”, disparou, complementando que o Governo do Estado, a Sesab, precisa se explicar.

“Nessa lista consta, por exemplo, suplemento alimentar para paciente oncológico, cujos custos são altos e são imprescindíveis para um resultado eficaz do tratamento. Tem ainda remédios para pneumonia, malária, diabetes, trombose, hepatites B e C, Alzheimer, Chagas, esclerose, osteoporose, câncer, esquizofrenia, hipertensão e Aids. Todos de custos elevados e adquiridos, em sua maioria, judicialmente. Isso só comprova a falta de gestão de que tanto venho falando. Contudo, erros como esse, que coloca em risco vidas, não podem ficar impunes”, destacou.



.............................................................................................................................................................................................................................................
26/08 - 14h56m


 

O presidente do Tribunal Superior do Trabalho (TST), ministro Ives Gandra, defendeu mudanças na legislação trabalhista para dar mais segurança ao trabalhador. De acordo com o jurista, o protagonismo da Justiça do Trabalho é importante para o país sair da crise e para isso, é preciso harmonizar as relações de trabalho e equilibrar o entendimento entre capital e trabalho.
 
“Esperamos que possa haver uma atualização dessa legislação para que possamos, interpretando essa legislação, chegar a um ponto de equilíbrio, porque se não, não vamos sair da crise econômica”, disse Gandra antes de abrir o seminário comemorativo dos 75 anos da Justiça do Trabalho e 70 anos do TST no Centro Cultural da Fundação Getulio Vargas (FGV), em Botafogo, zona sul do Rio.
 
Entre as mudanças, o presidente do TST defendeu o fortalecimento da negociação coletiva, a aprovação de um marco regulatório para o “fenômeno da terceirização”, que segundo ele não pode continuar sendo regulado apenas por súmula do tribunal, e alguns pontos Consolidação das Leis do Trabalho (CLT) em que se possa, com alguma alteração, dar mais segurança às empresas e trazer mais empregos para os trabalhadores.Gandra defendeu ainda que o Estado se afaste um pouco nas negociações coletivas para que os próprios trabalhadores e empregadores se acertem e deu o exemplo dos acordos sobre intervalos intrajornada.
 
“Muitas vezes se reduz o intervalo de uma hora para meia hora. O trabalhador quer sair mais cedo, a empresa quer fechar as portas mais cedo, não é a Justiça do Trabalho que teria que dizer que não é possível, porque o trabalhador tem que ficar lá meia hora esperando depois do almoço para poder trabalhar. Este tipo de negociação nós temos que prestigiar”, ponderou.Quanto aos reajustes salariais abaixo dos índices de inflação dados a algumas categorias, Gandra disse em períodos de crise de não é possível dar o reajuste integral, mas que é preciso dar ao trabalhador alguma vantagem compensatória.

 


.............................................................................................................................................................................................................................................
26/08 - 14h35m


A Air Europa, divisão aérea do Grupo Globalia, anunciou hoje tarifas de até 500 dólares, para 17 destinos no continente europeu, em voos partindo de Salvador (SSA).

O ticket é válido para bilhetes emitidos até o dia 08 de setembro de 2016, com embarques previstos até 31 de março de 2017.

Os roteiros incluem, entre outras cidades: Barcelona, Valência e Málaga (US 430), Madri, Vigo e Palma de Mallorca (US 449), Lisboa e Porto (US 450), Frankfurt e Munique (US 485), Roma e Milão (US 495), Londres (US 499), Paris, Bruxelas, Amsterdã, Zurique (US 500).

Os preços são referentes à ida e volta e podem ser pagos em até 12 vezes sem juros. Não incluem taxas e períodos de embargo (datas especiais e feriados). 



.............................................................................................................................................................................................................................................
26/08 - 14h14m


Os grandes empresários, industriais e investidores do mercado têm mandado recados para o presidente Michel Temer através do ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, que já foi ex-presidente mundial de um banco.

Segundo fontes ligadas ao governo, este foi um dos temas da reunião de emergência de sábado passado, no escritório da Presidência em São Paulo, onde Temer se reuniu com a cúpula do Governo e do Congresso Nacional.

As fontes revelaram que o mercado espera resposta em três meses a partir de agora. Como isso, os analistas interpretaram que, ou Temer faz reformas estruturantes para segurar o custo Brasil, ou aumenta impostos – o que Meirelles não descarta – e perde apoio.

Os analistas contam o prazo para o presidente Temer convencer de que o Governo terá fôlego para frear a crise. Por ora, os números são carregados por euforia de um novo Governo. 



.............................................................................................................................................................................................................................................


Rua Dr. José Peroba, 297, edf. Atlanta Empresarial, sala 1503 - Stiep - Salvador CEP: 41.770 - 235 - Tel: 3037 - 2960