segunda, 17 de junho de 2024
Euro 5.7928 Dólar 5.4121

ENTREVISTA COM WILSON SPAGNOL, PRESIDENTE DA ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DA INDÚSTRIA DE HOTÉIS, SEÇÃO BAHIA – ABIH-BA

João Paulo - 29/04/2024 06:00

Bahia Econômica – O Congresso Nacional aprovou a continuidade do Programa Emergencial de Recuperação do Setor de Eventos (Perse). Como o senhor observa essa aprovação ?  

Wilson Spagnol – Viemos de uma intensa mobilização desde a publicação da Medida Provisória 1202/2023, no fim de dezembro do ano passado, que revogava os benefícios do Perse. Em fevereiro publicamos uma carta aberta direcionada aos deputados federais e senadores da bancada da Bahia. Alem disso, estivemos diversas vezes em Brasília junto aos governantes, pressionando para que o governo recuasse no cancelamento do programa. Esta vitória só foi possível com a grande união do setor, nunca vista antes

Bahia Econômica – Qual a expectativa do setor para ocupação hoteleira no período de baixa estação no estado?

Wilson Spagnol – O segundo trimestre do ano costuma ser o de menor movimento para o turismo de lazer. No entanto, ao longo dos últimos dois anos, temos visto um crescimento contínuo nas ocupações da rede hoteleira e as expectativas para esse ano são de continuidade desse crescimento. Espera-se uma média próxima a 55% de ocupação nos meses de baixa, variando um pouco para cada destino e mês, naturalmente.

Bahia Econômica – O setor está preparando alguma ação especial em bares e restaurantes e hotelaria para o mês de Junho e Julho? Onde estará acontecendo as Olimpíadas e a Copa América e também é férias de muitos brasileiros.

Wilson Spagnol – Em junho teremos os festejos juninos e a Secretaria de Turismo da Bahia – SETUR tem investido na divulgação da festa nos polos emissores, para fomentar o turismo vindo de outros estados nesse período, e não apenas regional. Em julho, Salvador costuma ter também agenda de atrações musicais e culturais que geraram fluxo adicional de turistas.

Bahia Econômica – A questão da alta da violência noticiada muitas vezes nos jornais nacionais pode atrapalhar os planos do setor para receber mais turistas? Como trabalhar essa questão?

Wilson Spagnol – A segurança pública é uma condição essencial para o turismo em qualquer lugar e temos visto esforços do Poder Público para melhorar esses índices. Recentemente, o secretário de Segurança Pública da Bahia, Marcelo Werner, esteve em reunião com a ABIH e demais entidades do trade turístico para ouvir as demandas do setor e reforçar o planejamento de ações para o fortalecimento do turismo no Estado. Na ocasião foram apresentados relatórios com alguns indicadores que começam a demonstrar uma tendência de melhora nos índices de criminalidade, fato que nos traz boas expectativas.

Bahia Econômica – Quais ações o setor está planejando fazer para atrair mais turistas na capital no próximo verão?

Wilson Spagnol – A ABIH Bahia, em parceria com a SECULT de Salvador e SETUR do Governo do Estado, tem planejado diversas ações de promoção de Salvador e os diversos destinos turísticos da Bahia. Essas ações têm como enfoque capacitar agentes de viagens nos principais polos emissores do país para vender Salvador e a Bahia, e realizar feiras e encontros entre operadores, agentes, hotelaria e receptivos, facilitando a negociação direta para atrair mais turistas.

As campanhas de divulgação feitas pelo Poder Público são também fundamentais para manter alto o nível de atratividade e interesse dos viajantes por Salvador.  A cidade ganhou importantes equipamentos ao longo dos últimos anos, como a Galeria Mercado, Casa das Histórias, Museu Cidade da Música, Casa do Carnaval e vários outros. Além disso, existem as diversas datas comemorativas e festejos populares que sempre atraem muitos turistas à cidade. É saber explorar bem todo esse potencial para que tenhamos a cidade cada vez mais cheia de turistas, do Brasil e de outros países.

Copyright © 2023 Bahia Economica - Todos os direitos reservados.