quinta, 18 de julho de 2024
Euro 6.0049 Dólar 5.4906

ADOLFO MENEZES RECEBE RECONHECIMENTO DO PAPEL DA ALBA NO FOMENTO À CULTURA

Victoria Isabel - 01/02/2024 08:30 - Atualizado 01/02/2024

Por intermédio de convênios, a Assembleia Legislativa da Bahia – ALBA tem assegurado recursos financeiros para a restauração do patrimônio e publicação de livros do Instituto Histórico e Geográfico da Bahia (IGHB). O papel do presidente da ALBA, deputado Adolfo Menezes, no fortalecimento dessa parceria foi reconhecido publicamente pelo presidente do IGHB, Joaci Góes, na solenidade de posse da nova diretoria da entidade, na tarde desta quarta-feira (31.01).

“A Assembleia Legislativa é o apoio mais importante que já recebemos até hoje, graças à sensibilidade do presidente Adolfo Menezes”, afirmou.

“Fico honrado com as homenagens, mas vejo quase como uma obrigação ajudar o Instituto Histórico, o guardião da história do Nordeste, da Bahia e do Brasil. Enquanto tiver condições, continuarei a fazer”, garantiu Adolfo Menezes.

Ao discursar, Joaci Góes fez questão de ressaltar que a ALBA, por ação do seu presidente, disponibilizou recursos para as publicações do IGHB, a exemplo do livro “Vozes do Brasil, África e Portugal”, da escritora baiana Dorine Cerqueira, lançado hoje na solenidade de posse da diretoria, que tem o selo da ALBA Cultural.

Também por intermédio de convênio com a ALBA, o IGHB obteve recursos para recuperação do prédio do antigo Senado da Bahia, ao lado do Instituto (onde funcionou o Colégio Águia). “Demos uma ajuda para preservar a história, é um prédio com uma importância imensurável”, observou Adolfo Menezes. De acordo com o site da ALBA (https://www.al.ba.gov.br/historia-do-legislativo), o Senado da Bahia existiu a partir da Proclamação da República e foi extinto, junto com todos os Senados estaduais, na Revolução de 1930. A sua primeira sede foi na ala esquerda do edifício ao lado do IGHB e permaneceu neste endereço até 1914, quando as obras de construção da Avenida 7 de Setembro levaram à demolição a ala em que funcionava.

A diretoria do IGHB foi eleita para o biênio 2024/2026 e entre as principais metas está a digitalização da Hemeroteca – sessão da biblioteca onde estão as coleções de jornais, revistas ou obras em série. Alguns itens do acervo não podem mais ser manuseados devido às condições precárias.

Além do deputado Adolfo Menezes, a posse reuniu representantes de entidades do setor cultural, empresários, desembargadores, jornalistas, representantes das Forças Armadas e o presidente da Tribunal de Contas do Estado, conselheiro Marcus Presídio.

Fotos: Vaner Casaes/ALBA

Copyright © 2023 Bahia Economica - Todos os direitos reservados.