terça, 23 de abril de 2024
Euro 5.5465 Dólar 5.1694

ENTREVISTA COM  WILSON SPAGNOL, NOVO PRESIDENTE DA ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DA INDÚSTRIA DE HOTÉIS, REGIONAL BAHIA – ABIH-BA.

João Paulo - 08/01/2024 06:00 - Atualizado 08/01/2024

Bahia Econômica – Quais os maiores desafios que a ABIH-BA terá na sua gestão?

Wilson Spagnol – ABIH-BA: Como acabamos de sair de um período prolongado de Pandemia, as empresas hoteleiras ainda estão se recuperando e alguns dos nossos maiores desafios são:

– Aumento dos custos operacionais, como energia, alimentação e transporte;

– Falta de mão de obra qualificada;

– Competição desigual com as plataformas digitais que oferecem hospedagens temporárias em residências e condomínios, uma vez que as mesmas não são taxadas e nem fiscalizadas. Apoiamos a inovação tecnológica, mas não a concorrência desleal.

Bahia Econômica – Qual a expectativa para o carnaval de 2024?

Wilson Spagnol – ABIH-BA: Perspectiva excelente, com ocupação prevista de cerca de 90% para os dias de Carnaval, com diferenças nas taxas de ocupação para os hotéis mais bem localizados na faixa superior, que podem chegar a picos de 96% a 100%, e hotéis corporativos e mais afastados com taxas menores. Tivemos um carnaval excepcional em 2023, com crescimento expressivo em todos os indicadores, em especial uma grande valorização de diária média em comparação ao último carnaval, em 2020. Para 2024 devemos ver novamente a cidade e toda a rede hoteleira lotada de turistas. O Carnaval de Salvador é uma das maiores festas de rua do mundo, e esse ano devido ao calendário teremos 12 dias de festejos, iniciando no dia 02 de fevereiro com a Festa de Iemanjá e encerrando na quarta-feira de cinzas. A demanda para o mês de fevereiro já está bem alta em toda rede hoteleira da cidade, e deve se intensificar a partir de agora.

Bahia Econômica – Em relação a quantidade de dias do carnaval, a prefeitura fala em ampliar os 10 dias em média do evento. Qual a sua visão sobre o tema?

Wilson Spagnol – ABIH-BA: Já há bastante tempo os festejos de pré-carnaval têm se consolidado no calendário da cidade, com o circuito Sérgio Bezerra de blocos de fanfarra, além do Fuzuê, Furdunço e diversas outras festas privadas. Isso gera um fluxo maior de turistas nesse período, que consequentemente movimentam a economia da cidade. Por isso, nós vemos como positiva a medida.

Bahia Econômica – Em relação a mudança do circuito para a região da orla do Centro de Convenções. Qual a sua visão sobre o tema?

Wilson Spagnol – ABIH-BA: O assunto perdeu força em 2023, mas ao longo de 2022, quando o debate surgiu de forma mais intensa, a ABIH se posicionou de forma contrária à mudança pelos riscos que ela representa, e nosso posicionamento permanece o mesmo. O circuito Barra-Ondina é amplamente conhecido e consolidado, e possui uma extensa e preparada rede hoteleira dentro do circuito, o que facilita muito aos turistas que curtem a festa. Entendemos ser um grande risco levar a festa para uma área mais isolada, sem infraestrutura adequada e sem hotéis que possam atender à demanda dos visitantes que buscam o conforto e comodidade de estarem hospedados dentro do circuito.

Bahia Econômica – O ano de 2024 deve ser de alta para o setor. Quais fatores o senhor acredita que devem impulsionar o setor hoteleiro no Estado?

Wilson Spagnol – ABIH-BA: Antes de qualquer consideração, acredito que a força do produto turístico Bahia, com suas 13 regiões turísticas, seus mais de 1.100 kms de praias paradisíacas, riquíssima cultura, gastronomia variada e equipamentos hoteleiros de primeira qualidade, continuam sendo um grande apelo na preferência dos turistas, que combinado com um momento de aumento da confiança dos consumidores, entendo que deve levar a um aumento na demanda por viagens, incluindo viagens para a Bahia.

Entendo que a força da promoção do turismo baiano, liderado pelo Governo da Bahia, com inúmeras ações comerciais e campanhas de marketing e publicidade continuará ajudando a aumentar a visibilidade do nosso estado, sem contar as iniciativas das prefeituras municipais sempre em conjunto com os empresários, a exemplo da nossa querida e amada Salvador e Porto Seguro.

A ABIH BAHIA pretende colaborar de forma significativa com os parceiros governamentais e entidades parceiras como ABAV BAHIA, ABRASEL e SALVADOR DESTINATION, dentre outros, em novos projetos de ações comerciais.

Copyright © 2023 Bahia Economica - Todos os direitos reservados.