sábado, 25 de maio de 2024
Euro 5.614 Dólar 5.1764

CÂMARA DE SALVADOR APROVA PROJETO QUE PREVÊ INJEÇÃO DE R$ 500 MILHÕES NA REESTRUTURAÇÃO DO CENTRO E COMÉRCIO

Emilly Lima - 29/11/2023 19:10

A Câmara de Salvador aprovou, nesta quarta-feira (29), o projeto de lei que deve injetar até R$ 500 milhões, pelos próximos 10 anos, para reestruturação do Centro de Salvador e do Comércio.

A aprovação foi unânime e agora o texto vai para sanção do prefeito Bruno Reis (União Brasil). A matéria foi enviada ao Legislativo pelo próprio gestor.

O texto propõe um pacote de medidas para promover “a retomada da atividade econômica e urbanística do Centro Histórico e região do Comércio”. Serão destinados até R$ 500 milhões para serem usados em 10 anos.

O programa é fincado nos seguintes eixos:
• Ações de estímulo a obras de edificação, recuperação, reforma e restauração de edificações antigas e históricas da região do Centro da capital. As edificações poderão ser utilizadas de maneira residencial ou empresarial;

• Desenvolvimento de novos polos logísticos em Salvador, com ênfase nas regiões de Valéria e São Tomé, mediante estímulos ao aproveitamento das grandes áreas de terreno disponíveis nessas localidades, por meio do Programa de Incentivos Fiscais e Econômicos para Desenvolvimento de Novos Polos Logísticos;

• Fomento à construção civil, especialmente ao setor da construção de edifícios na cidade, mediante a oferta de estímulos específicos por meio do Programa de Incentivo ao Segmento da Atividade Econômica da Incorporação Imobiliária;

• Retorno à condição de regularidade fiscal dos contribuintes em situação de inadimplência, por meio do Programa de Pagamento Incentivado (PPI) de 2023;

• Apoio às ações de logística reversa empreendidas pelas Cooperativas de Materiais Recicláveis, mediante o Programa de Incentivo às Cooperativas de Trabalhadores de Materiais Recicláveis nas Festividades de Salvador.

Ainda segundo o pacote haverá alterações na legislação tributária municipal.

Veja abaixo:
a) Ampliação dos incentivos para empreendimentos do Programa Minha Casa Minha Vida e prorrogação dos Programas Procultura e Proturismo;

b) Isenção de tributos e remissão de dívidas das Cooperativas de Materiais Recicláveis e das entidades que atuem na defesa, a conservação e o estudo do patrimônio histórico, artístico e cultural, sem fins lucrativos, em apoio à regularização e manutenção das atividades em prol do município;

c) Remissão de dívidas das entidades e organizações socioculturais de matriz africana, indígena, samba, percussão, reggae, infantil, sem fins lucrativos, e dos profissionais que trabalham com isopor (kit praia), banca/barraca desmontável, carrinhos, tabuleiro de baiana e cooler, em apoio à regularização financeira e cadastral para a realização das atividades;

d) Exclusão da área dos mezaninos usados para a guarda de estoques de unidades não-residenciais do cômputo do IPTU, em apoio aos varejistas estabelecidos em centros comerciais;

e) Alteração na base de cálculo do ITIV nos casos de arrematação e de declaração espontânea;

f) Isenção do ITIV na primeira cessão de direitos, decorrentes de contratos de promessa de compra e venda, constituídos entre 1º de dezembro de 2023 e 31 de dezembro de 2025, como forma de incentivas novos negócios e investimentos na cidade;

g) Possibilidade de ampliar a realização de transações tributárias e redução de litígios por edital.

Foto: Reprodução

Copyright © 2023 Bahia Economica - Todos os direitos reservados.