segunda, 15 de abril de 2024
Euro 5.5233 Dólar 5.1909

PREFEITURA DE ILHÉUS: AINDA NÃO HÁ CANDIDATOS DEFINIDOS. VEJA OS NOMES MAIS PROVÁVEIS

Redação - 16/10/2023 10:58 - Atualizado 16/10/2023

A disputa pela Prefeitura de Ilhéus em 2024 continua indefinida e sequer há nomes confirmados.O prefeito Mário Alexandre (PSD), aliado do governador Jerônimo Rodrigues, já foi reeleito e não pode se candidatar, mas quer indicar um nome de confiança para sua sucessão.

O candidato natural da base do governador Jerônimo Rodrigues seria  o  vice-prefeito Bebeto Galvão (PSB), que  já manifestou ao governador e ao prefeito Marão seu desejo de ser o candidato da base.

A princípio essa parece ser uma possibilidade, afinal, Bebeto é ativo na base aliada, contribuiu na eleição de Lula, Jerônimo e do prefeito, além de ser do mesmo partido da esposa de Marão, Soane Galvão, deputada estadual eleita pelo mesmo partido, o PSB.

Mas, segundo informações de atores políticos locais,  o nome de Bebeto Galvão teria restrições não só do Prefeito, como do seu partido, o PSD, que deseja continuar no comando do município. Marão desejaria escolher um candidato completamente afinado com seu projeto político, que inclui sua candidatura à Câmara dos Deputados em 2026 e de sua esposa,  Soane Galvão, a reeleição como  deputada estadual pelo PSB. E as mesmas fontes afirmam que o prefeito quer escolher seu sucessor entre os secretários municipais, o que parece improvável.

Além disso, corre por fora na disputa o nome da secretária estadual de Educação. Adélia Pinheiro, ex-reitora da UESC e muito ligada à cidade, que afirma seu interesse em manter-se à frente da secretária, mas, ao mesmo tempo, se coloca à disposição para concorrer à prefeitura de Ilhéus nas eleições de 2024.

Nesse contexto, o candidato escolhido dependerá de uma negociação ampla, sob o comando do governador Jerônimo Rodrigues, mas com participação efetiva das lideranças do PT, Jaques Wagner, Rui Costa, e também do prefeito Marão e do PSD, de Otto Alencar, e do PSB, de Lídice da Mata. E deve passar também por uma negociação partidária mais ampla envolvendo outros municípios.

O União Brasil já apresentou como pré-candidato  Valderico Junior,  empresário Valderico Júnior e presidente do partido em  Ilhéus. O ex-prefeito de Salvador, ACM Neto (UB) e aliados apostam na candidatura de Valderico que teria registrado boa performance em  pesquisas internas. Nas eleições para governador, ACM Neto venceu a eleição em Ilhéus e o União Brasil vê oportunidades de repetir o resultado no pleito municipal.

Nesse ínterim, o ex-prefeito Jabes Ribeiro, secretário-geral do Partido Progressista (PP) passou a admitir a hipótese de ser o candidato da oposição ao prefeito. Jabes também ficou animado com as pesquisas de intenções de voto e tenta um acordo com Valderico, em negociação que passa pelos líderes do PP e pelo ex-prefeito ACM Neto, mas Jabes tem contra ele o fato de residir em Salvador e dificilmente sairia como cabeça de chapa na coligação que será liderada pelo União Brasil. O nome do presidente do PP de Ilhéus, Cacá Colchões, também é citado como pré-candidato.

Também na oposição, aparece o PL, no qual Thiago Martins, que foi candidato a deputado federal pelo partido em 2022, apresenta Roberto Barbosa, que disputou a prefeitura do município em 2020, pelo Solidariedade. O deputado federal Capitão Alden e João Roma articulam a candidatura em Ilhéus. Outros pré-candidatos devem aparecer até janeiro e só no 1º trimestre de 2024 a negociação deve afunilar, com Jerônimo e Marão procurando um nome que seja capaz de unir a base aliada. (EP – 16/10/2023)

Copyright © 2023 Bahia Economica - Todos os direitos reservados.