quarta, 22 de maio de 2024
Euro 5.553 Dólar 5.1251

NETO CARLETTO QUER AUDIÊNCIA PÚBLICA PARA DISCUTIR O PROBLEMA DE FURTO E ROUBO DE CARGAS NO BRASIL

João Paulo - 25/07/2023 10:47

O deputado federal Neto Carletto (PP) apresentou um requerimento na Comissão de Viação e Transportes da Câmara solicitando a realização de uma audiência pública com o objetivo de discutir a crescente onda de furto e roubo de cargas que assola o Brasil. “O uso de novas tecnologias de controle e rastreamento, somadas às técnicas de gerenciamento de riscos e ao uso da inteligência na segurança pública são ações efetivas que podem reduzir o problema de furto e roubo de cargas no Brasil”, explicou Neto.

Os índices alarmantes de crimes relacionados a cargas têm sido motivo de grande preocupação para a população e para o setor empresarial. Pesquisa recentemente divulgada pela Associação Nacional de Transporte de Cargas e Logística (NTC&Logística), com dados coletados pela entidade em parceria com órgãos públicos e privados, revela panorama ainda alarmante referente ao roubo de cargas no Brasil em 2022. Embora tenha havido redução de 9,1% no número de ocorrências em relação a 2021, ainda foram registrados mais de 13.000 casos de roubo de cargas, com mais de 85% das ocorrências registradas na região Sudeste do País.

“Em valores, os prejuízos decorrentes das cargas roubadas atingiram a soma de R$ 1,2 bilhão em 2022, custo que muitas vezes onera ou até mesmo inviabiliza a operação de transportadores, trazendo prejuízos a toda a cadeia logística. Conforme a pesquisa, as mercadorias mais visadas por quadrilhas e grupos criminosos são alimentos, combustíveis, produtos farmacêuticos, autopeças, materiais têxteis e de confecção, cigarros, eletroeletrônicos, bebidas e defensivos agrícolas”, salientou Neto Carletto.

O deputado reforça a urgência de encontrar soluções efetivas para combater esse tipo de crime que tem se mostrado cada vez mais sofisticado e audacioso. A audiência pública proposta por ele tem como objetivo reunir especialistas em segurança pública, representantes do setor de transporte e logística, membros das forças policiais e outros atores relevantes para debater estratégias de prevenção e repressão ao furto e roubo de cargas. “Deve-se lembrar, antes de tudo, que os roubos de cargas em nossas estradas e rodovias, como também os sequestros nas áreas urbanas, também acabam por ceifar muitas vidas de caminhoneiros, trabalhadores honestos e inocentes, que já não podem mais prover suas famílias. Somente ações integradas e coordenadas do Poder Público, das forças de segurança e do setor de transporte de cargas pode contribuir para a redução significativa dessas ocorrências”, enfatizou o deputado.

Ainda de acordo com o parlamentar, é fundamental que sejam discutidas medidas que envolvam tanto ações imediatas para enfrentar o problema, como o aumento da presença policial em regiões de maior incidência, quanto a elaboração de políticas de longo prazo que envolvam a integração de diferentes órgãos governamentais e a implementação de tecnologias avançadas de segurança. “A discussão que propomos deverá permitir o compartilhamento de informações e a definição de prioridades de ação pelos diversos elos do setor de transporte de cargas, além de estabelecer diretrizes para eventual modernização da legislação sobre o tema, notadamente a Lei Complementar nº 121, de 2006, que cria o Sistema Nacional de Prevenção, Fiscalização e Repressão ao Furto e Roubo de Veículos e Cargas. Certo de que esta Comissão poderá contribuir para a solução do problema de furto e roubo de cargas em nosso País, contamos com o apoio de nossos pares para a aprovação deste requerimento”, concluiu o progressista.

Fonte: Ascom do deputado federal Neto Carletto (PP)

Copyright © 2023 Bahia Economica - Todos os direitos reservados.