segunda, 22 de julho de 2024
Euro 6.114 Dólar 5.6094

EX-GOVERNADOR DA BAHIA PODE SER CONVOCADO PELA CPI DO MST

Tácio Caldas - 10/07/2023 14:53 - Atualizado 10/07/2023

O atual ministro da Casa Civil teve a convocação solicitada por parte do colegiado responsável pela comissão.

A Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) do Movimento dos Trabalhadores Rurais sem Terra (MST) que está tramitando na Câmara dos Deputados e votaria alguns requerimentos nesta terça-feira (11), deverá interromper o procedimento para convocar o ministro da Casa Civil e braço direito do presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), Rui Costa (PT), para prestar o seu depoimento para os responsáveis pela CPI. O pedido foi feito, inicialmente, pelo deputado federal Evair de Melo (PP).

De acordo com o colunista Augusto Tenório, do Estadão, os líderes da oposição na comissão tem revelado que o objetivo é que os relatórios seja aprovados e que todas as convocações comecem a acontecer no próximo mês. Segundo a publicação, a pressa da oposição está no fato da aproximação do recesso parlamentar e no receio de não terem mais tempo de ouvir os convocados antes das “férias parlamentares”.

Até se esperava que Rui conseguisse se livrar da convocação, contudo, no cenário atual, Rui é visto como um “alvo de primeira hora” da CPI do MST, principalmente depois do posicionamento do Partido Socialismo e Liberdade (PSol) na comissão, que fez com que o ex-governador da Bahia voltasse a ter uma mira nas costas com um pedido de convocação.

Nesse rol de convocações, além de Rui Costa, outras pessoas influentes devem ser convidadas a prestar os seus depoimentos na CPI. Entre eles estão o ex-ministro-chefe do Gabinete de Segurança Institucional, Gonçalves Dias, e o presidente da Suzano – empresa de produção de celulose e papel, líder mundial na produção de celulose branqueada de eucalipto -, Walter Schalka.

 

Foto: Marcelo Camargo / Agência Brasil

Copyright © 2023 Bahia Economica - Todos os direitos reservados.