domingo, 19 de maio de 2024
Euro 5.5588 Dólar 5.1035

ENTREVISTA COM DEMIR LOURENÇO DA TECON SALVADOR

João Paulo - 08/05/2023 06:00 - Atualizado 08/05/2023

Bahia Econômica – Qual a importância da Ponte Salvador Itaparica para a Tecon?

Demir Lourenço – Nós acreditamos que a Ponte será um encurtador de distancias. Ela será fundamental para o processo econômico logístico no estado. Ela vai encurtar distancias trazendo mais para perto do porto regiões que hoje sofrem com gargalos de tempo oriundos da malha rodoviária na Bahia. Então esse trabalho é fundamental para o estado e toda sua economia. Nós estamos muito otimistas com esse processo.

Bahia Econômica – O Porto de Salvador tem se transformado ao longo dos anos e hoje é um dos mais eficientes do mundo. A que o senhor atribui esse desenvolvimento?

Demir Lourenço – Acima de tudo a muito trabalho e dedicação. Nós temos um histórico de investimento de R$ 1 bilhão de 2000 até 2022 e hoje o nosso tempo médio de espera em pátio é de 26 minutos, um número expressivo para o porto de Salvador, então o trabalho aqui tem sido referência para muitos outros no Nordeste principalmente. Hoje estamos na fase três de investimentos do porto, aumentando nossa capacidade e trazendo mais tecnologia e segurança para o trabalho e para o porto.

Bahia Econômica – Como estão às obras para a fase três que você falou há pouco?

Demir Lourenço – Nessa fase que está sendo feita é uma fase onde pretendemos ampliar nossa capacidade de operação, com mais espaço e tecnologia. Foram três fases até o momento e hoje temos espaços para receber os maiores navios do mundo. Primeiro foi o Cais de Ligação que tem 240m comprimento e 12m profundidade, hoje é utilizado para navios menores. Depois foi o Cais Água de Meninos com 800m comprimento e 16m profundidade. Esse tem capacidade de receber dois navios com porte internacional, colocando a Bahia na rota dos maiores navios do mundo. E a terceira é o Cais Santa Dulce dos Pobres que é uma continuação do Cais Água de Meninos com mais tecnologia e espaço.

Bahia Econômica – Fazendo uma comparação com os demais portos do Nordeste como o senhor avalia o Porto de Salvador ?     

Demir Lourenço – Falando de cargas em longo curso que é um dos nossos fortes. Nós estamos na liderança absoluta no Nordeste. Seguido de Suape, depois Fortaleza. Dados oficiais da Antaq de 2022. Fruto de um trabalho árduo que o porto e a sua administradora Wilson Sons tem feito.

Foto: divulgação

Copyright © 2023 Bahia Economica - Todos os direitos reservados.