BRUNO REIS CONFIRMA CHANCE DE MUDANÇA NO CIRCUITO DO CARNAVAL

BRUNO REIS CONFIRMA CHANCE DE MUDANÇA NO CIRCUITO DO CARNAVAL

A possibilidade de mudança do Circuito Barra-Ondina, marca do Carnaval de Salvador, de fato existe. E o prefeito da cidade, Bruno Reis (União Brasil) foi mais um a confirmar a possibilidade. O prefeito afirmou na manhã desta terça-feira (7) que a prefeitura vai realizar uma grande intervenção viária, que inicia na Boca do Rio, passa por Pituaçu e vai até Piatã. Sabendo disso, o Conselho do Carnaval ficou de apresentar um projeto à prefeitura para viabilizar a mudança.

“O Conselho do Carnaval, provocado por um grupo de empresários do Carnaval, ficou de apresentar um projeto à prefeitura pra somente o circuito Barra-Ondina, os demais permaneceriam da mesma forma que estão no Carnaval até então, para a prefeitura avaliar a possibilidade de transfêrencia”, disse Bruno Reis. A mudança, segundo Bruno Reis, seria exclusivamente para o circuito Barra-Ondina, que vem sendo alvo de críticas de associação dos moradores locais. Outros locais como o circuito Campo Grande, Pelourinho e mesmo as fanfarras no Barra-Ondina continuarão do mesmo jeito.

“Os camarotes e trios é que há uma possibilidade de ser feita [a mudança de circuito] em virtude de uma grande intervenção viária que vamos fazer e vai ter um grande calçadão na orla da Boca do Rio e Piatã. Surge uma nova Barra na cidade e que há possibilidade de um carnaval aí. Paralela não há a mínima hipótese por conta dos transtornos que causariam no trânsito e no tráfego da cidade”, explicou o prefeito.

Bruno Reis afirma que em breve a cidade vai precisar discutir novos rumos para o carnaval. Isso é fruto do aumento da população e ocupação de locais onde a festa tradicionalmente acontecia. “Quando surgiu o circuito da Barra-Ondina, a cidade tinha 2 milhões de habitantes. O estado tinha pouco mais de 10 milhões. Hoje somos 3 mi, o estado passa de 15 mi. É natural, os espaços vem sendo ocupados, com o surgimento de prédios. É natural que o espaço fique limitado. Ou agora ou no futuro, terá que surgir uma nova área da cidade que tenha condições de receber o carnaval”, finalizou.

Foto: divulgação