FIOCRUZ BAHIA LANÇA 1º DATACENTER PARA INTEGAR DADOS DA SAÚDE

FIOCRUZ BAHIA LANÇA  1º DATACENTER PARA INTEGAR DADOS DA SAÚDE

Segurança, velocidade e estabilidade são as principais preocupações no trabalho de análise envolvendo grandes volumes de dados. Por conta disso, o Centro de Integração de Dados e Conhecimentos para Saúde (Cidacs/Fiocruz Bahia), que desenvolve uma das maiores estudos populacionais do mundo, a partir de informações de mais de 130 milhões de brasileiros, está inaugurando o primeiro datacenter destinado à integração de dados administrativos e de saúde do Brasil. A cerimônia de inauguração ocorre no dia 9 de junho, às 15h, no auditório do Edifício Tecnocentro, no Parque Tecnológico da Bahia.

Uma das inovações desta estrutura é que ela está alocada em um container montado em anexo ao Edifício Tecnocentro – onde o Cidacs funciona. O datacenter ampliará a eficiência no processamento de grandes bases de dados sociais e de saúde porque expande a estrutura computacional do Centro.

“O datacenter aumenta nossa capacidade de absorver novos projetos de pesquisa e dá mais agilidade aos projetos em curso”, afirma o coordenador do Cidacs, Mauricio Barreto. Atualmente, o Centro desenvolve dezenas de projetos científicos dedicados a investigar o impacto de políticas sociais e de saúde na população com parcerias e colaborações nacionais e internacionais.

A vice-coordenadora do Cidacs, Maria Yury Ichihara, também elenca os ganhos para o Centro e para a pesquisa científica sobre as desigualdades sociais e em saúde no Brasil com a inauguração do datacenter. “Poderemos vincular novas bases de dados de programas sociais, como Criança Feliz, Censo Escolar ou da Relação Anual de Informações Sociais e aprofundar a análise de determinantes sociais e impactos de políticas em eventos de saúde em extratos populacionais e eventos raros”, destaca.

 

Foto: Reprodução