FREQUÊNCIA ESCOLAR ESTABILIZOU-SE ENTRE 65% E 70% NA BAHIA DIZ BRUNO REIS

FREQUÊNCIA ESCOLAR ESTABILIZOU-SE ENTRE 65% E 70% NA BAHIA DIZ BRUNO REIS

Após dois anos de restrições na pandemia, a frequência escolar na rede municipal de ensino de Salvador estabilizou-se entre 65% e 70%. A informação foi confirmada pelo prefeito Bruno Reis (União Brasil), durante a inauguração da reforma e ampliação da escola Professora Elisa Saldanha, em Fazenda Grande III. O gestor admite que o percentual é baixo. “Nós estamos fazendo busca ativa, indo nas casas, telefonando, mas ainda – a gente sabe disso – muitos país perderam o hábito, depois de dois anos, de levar o filho à escola”, observou. “Esse é um grande desafio. Não há que se falar de educação de qualidade sem as crianças virem para a escola”.

Além de exaltar os números atuais do Índice de Desenvolvimento em Educação Básica (Ideb), o prefeito também comentou sobre os estudantes que deixaram a rede privada. Segundo o gestor, este grupo foi distribuído entre creches conveniadas, escolas contratadas pelo programa Pé na Escola e vagas novas resultado da ampliação da rede da prefeitura. “(estes alunos) vieram da rede privada, de escolas que quebraram, naõ resistiram a estaremn fehcadas por dois anos. Eu sempre chamava a atenção para isso, que eram pequenas e médias escolas, que funcionavam nos bairros e depois não tiveram as condições de voltar.

Foto: divulgação