ENTREVISTA DEPUTADO ELMAR NASCIMENTO – DEMOCRATAS

ENTREVISTA DEPUTADO ELMAR NASCIMENTO - DEMOCRATAS

Por: João Paulo Almeida

Bahia econômica – deputado como está o processo de capitalização da Eletrobrás na câmara?

Elmar Nascimento – O projeto passou na câmara e já foi encaminhado para o senado. Agora é preciso ser analisado até o próximo dia 22 para não caducar. Se houver alterações ele volta para câmara para ser reanalisado. Nós acreditamos que até a próxima semana teremos novidades em relação a esse andamento. 

BE – Esse processo de capitalização tem itens que podem encarecer a energia no Brasil como benefícios desproporcionais a alguns setores e subsídios. Como o senhor avalia essa questão?

EN – Fake news total. Nós apresentamos um projeto que segundo relatório do ministério de minas e energia vai baratear a conta de luz entre 6.5 e 6.8%. Então quem não sabe nada de energia está disparando varias fakes news na imprensa mas nós estamos seguros que isso vai acabar muito bem. O projeto é um projeto vitorioso.

BE – O afastamento politico do ex-prefeito ACM Neto (DEM) e do atual ministro João Roma (Republicanos) levantou algumas questões na Bahia. Uma delas é que o seu apoio a Arthur Lira no processo de eleição da câmara foi um ponto decisivo para o inicio do racha dentro da legenda. Como o senhor avalia essa questão?

EN – Não apoiamos ninguém na eleição da câmara. O partido foi neutro. Houve um empate na bancada e nós optamos por aparecer isento na disputa. A eleição da câmara não teve nada haver com a disputa de entre nosso presidente ACM Neto e João Roma que é do Republicanos. O Partido de Roma teve uma posição clara na eleição. Não houve disputa. Então acredito que são duas coisas diferentes.

BE – Como está sua migração para o PSL?

EN – Em ritmo acelerado. Todo projeto político que passa por mim agora está focado no fortalecimento do PSL na Bahia e no cenário nacional. Na última eleição nós elegemos uma deputada federal e dessa vez vamos forma base para crescer tanto no estado quanto a nível nacional. O partido está fortalecido internamente e eu faço parte desse projeto.

BE – Indo para o PSL o senhor vai atuar nas eleições de 2022 ao lado do ex-prefeito ACM Neto ou do Ministro João Roma?     

EN – Não haverá divisão. Neto e Roma vão trabalhar juntos dentro de um projeto. Eu acredito que essas brigas que aconteceram vão ser sanadas e nós vamos estar juntos nas eleições de 20222. é claro que não dá para saber como isso vai acontecer nem quando, mas as eleições ainda estão distantes e a política já mostrou que essas discussões são resolvidas durante o processo.

BE – Existe a possibilidade de duas chapas de centro direita nas eleições de 2022, com Roma e Neto?

EN – Não acredito ou penso nessa possibilidade. Nós vamos trabalhar muito para unanimidade na chapa de Neto nas eleições do ano que vem e acredito que vamos estar todos junto para buscar essa vitória ainda no primeiro turno da eleição. Como eu disse no meio politico se conversa com muita gente e se forma alianças muito fortes. Essa é a proposta que teremos para o ano que vem nas eleições.