UNIVERSITÁRIA DENUNCIA PRODUTORES DO BBB POR ASSÉDIO

UNIVERSITÁRIA DENUNCIA PRODUTORES DO BBB POR ASSÉDIO

Dois produtores do Big Brother Brasil, da Globo, estão sendo acusados de assédio sexual por uma universitária de Belo Horizonte. De acordo com a reportagem do Balanço Geral, exibida nesta terça-feira (8), os dois homens pediram fotos íntimas da mulher durante o processo selitivo do reality.

Aline Vargas, estudante de ondotologia, registrou um boletim de ocorrência e o caso está sendo investigado pela Polícia Civil.

Durante a conversa, um dos produtores pede fotos do corpo de Aline, e chama ela de “gostosa”. Outro produtor diz que sente vontade de “beijá-la” e teria dito que não queria “só amizade”.

“Fiquei em estado de choque. Eu estava com o meu marido do lado“, disse Aline. Com a negativa da estudante, o produtor encerra as conversas. “Você tem poucas chances. Você é casa, não é um perfil que agrada, porém, tudo é possível”, escreveu.

O inquérito policial de mais de 100 páginas possui cópias de provas, entre prints de conversas no Instagram e WhatsApp, que já foram autenticadas. Os homens devem ser ouvidos pela polícia em breve.

Em resposta à reportagem da Record TV, a Globo disse que não tem conhecimento do inquérito e que não comenta questões relacionadas a Compliance – normas legais e regulamentares.

“A empresa mantém um Código de Ética, que deve ser seguido por todos os colaboradores, e uma ouvidoria pronta para receber quaisquer relatos de violação ao Código. Todo relato é apurado criteriosamente assim que a empresa toma conhecimento, e as medidas ncessárias são adotadas”, diz nota.

foto: Record Tv