segunda, 22 de julho de 2024
Euro 6.114 Dólar 5.6094

FECOMÉRCIO PEDE MANUTENÇÃO DO AUXILIO E AMPLIAÇÃO DA VACINAÇÃO

Redação - 21/01/2021 07:12

A Federação do Comércio (Fecomércio) entrou na luta pela vacinação, ao perceber os sinais de uma segunda onda de contágio do coronavírus, gerando preocupação nas principais lideranças dos empresários lojistas. O presidente da Fecomércio, Carlos de Souza Andrade, assinou artigo na home-page da instituição, destacando ser a vacinação uma ação de saúde pública e, ao mesmo tempo, principal medida de política econômica. Andrade mantém a política de considerar a vida o principal bem, daí o incentivo à proteção das pessoas com medidas como o uso de máscaras, a higiene das mãos e a adoção do distanciamento social.

– É preciso ter em mente, no entanto, que a ampliação do isolamento social deve ser feita com cautela já que com o fim do auxílio emergencial, milhões de pessoas precisarão trabalhar para sobreviver, ressalvou o presidente. Retorno do auxílio – Para Andrade, o ideal seria a manutenção da ajuda por mais alguns meses, em razão do número de desempregados ter alcançado a casa dos 15 milhões, com tendência a ampliação. O principal aspecto destacado pelo empresário refere-se ao incentivo à vacinação, ao dar prioridade a profissionais de saúde e populações de alto risco, evitando também pressionar a taxa de ocupação das UTIs.

A Fecomércio também considera fundamental a manutenção das medidas de apoio aos pequenos e médios empresários inclusive medidas que facilitem o adiamento do pagamento de impostos. As informações são da coluna Tempo Presente do Jornal A Tarde.

Foto: divulgação

Copyright © 2023 Bahia Economica - Todos os direitos reservados.