ENTREVISTA LUCIANO LOPES – NOVO PRESIDENTE DA ABIH-BA

ENTREVISTA LUCIANO LOPES - NOVO PRESIDENTE DA ABIH-BA

Por: João Paulo Almeida

Bahia Econômica – Qual a expectativa para o setor do turismo em 2020 ?

Luciano Lopes – O setor de turismo tem boas expectativas em função do início de retomada do crescimento do PIB (2019: 1,17% e 2020: 2,30%, conforme relatório Focus do Banco Central). O turismo é muito beneficiado com o crescimento e estabilidade da economia, considerando que as pessoas tendem a investir mais com o lazer. Portanto, estamos muitos animadores com o ano de 2020.

BE- Qual a expectativa para a ocupação hoteleira de Salvador em 2020?

LL- A expectativa para Salvador é ter um crescimento de 5% para 2020, levando em consideração a recuperação de voos do aeroporto de Salvador-BA, crescimento da economia e, especialmente, a inauguração do novo Centro de Convenções.

BE- Como o senhor avalia a chegada do Centro de Convenções para o turismo baiano?

LL- O Centro de Convenções é um equipamento fundamental para incrementar o turismo de negócios em Salvador, sobretudo no período de baixa-média temporada onde o turismo de lazer tem a demanda mais reduzida. Com isso, a promoção do Destino Salvador necessita, ainda mais, ser ampliada, visando atrair demanda do segmento de negócios. A estimativa é incrementar a taxa de ocupação da cidade em torno de dez pontos percentuais na taxa de ocupação (previsão para 2021).

BE- Como o senhor avalia o segmento do turismo de cruzeiros para 2020?

LL- A estimativa é que na temporada 2019/2020 500 mil pessoas façam viagem de Cruzeiros no Brasil. Neste sentido, é um segmento que movimenta os destinos e geram uma movimentação instantânea na cidade. Assim como, possibilita que este turista retorne ao destino em outra oportunidade se hospedando em hotéis.

BE- Como o senhor avalia a ampliação da capacidade do aeroporto de salvador?

LL- O aeroporto é um dos principais portões de entrada dos turistas no destino. Em função disso, a modernização e a ampliação do aeroporto significam a probabilidade de termos mais passageiros vindo para Salvador, beneficiando diretamente a cidade, a Bahia de Todos e a Costa dos Coqueiros, além de impulsionar também as demais zonas turísticas. Com isso, um aeroporto forte na capital traz benefícios a todo o estado da Bahia, pois se ampliam as conexões com os outros aeroportos regionais.

BE- Qual será seu foco de gestão à frente da ABIH?

LL- O principal trabalho a se realizar é ampliar e integrar a comunicação com os associados de todo estado da Bahia com a finalidade de integrar as 13 zonas turísticas do estado da Bahia e continuar o trabalho de Road Show em parceria com a Secretaria Municipal de Cultura e Turismo de Salvador (Secult), que consistes em capacitar os agentes e operadores de viagens nas cidades que mais emitem turistas para Salvador.

Plano completo de ações para o Biênio 2020/2021:

  1. Integrar as plataformas de comunicação (Instagram, Site, Facebook, Twitter, WhatsApp, e-mail e outras) para aproximar ainda mais os associados.
  2. Estabelecer parcerias empresariais visando ampliar o número de associados colaboradores.
  3. Fazer levantamento e publicação mensal de dados do setor de viagens e hospedagens com informações relativas à geração de empregos, movimentação de passageiros nos principais aeroportos do Estado, taxa de ocupação, diária média e Revpar dos hotéis por zona turística e do Estado.
  4. Implantar um projeto de responsabilidade social relacionado com a hotelaria.
  5. Intensificar as relações com o Estado e Municípios visando parcerias que tragam benefícios diretos aos meios de hospedagens (tais como as experiências exitosas do Road Show e FAM Tour de Salvador e programa de incentivo fiscal do IPTU).
  6. Atuar nas 13 zonas turísticas do Estado através dos Diretores Regionais, estabelecendo reuniões trimestrais (presenciais e/ou on-line) com o objetivo de integrar todo o Estado da Bahia.
  7. Preparar Planejamento Estratégico e Orçamento para o biênio 2020/2021 estabelecendo metas e objetivos da entidade com foco na ampliação de benefícios aos associados e incremento no número de associados.
  8. Estabelecer o Prêmio ABIH-BA com as seguintes categorias: (I) Hotel do Ano (II) Sustentabilidade, (III) Tecnologia e Inovação, (IV) Projetos acadêmicos voltados para a hotelaria (V) Melhores Práticas de Gestão e (VI) Melhores Campanhas de Comunicação.
  9. Ampliar as parcerias com as entidades do trade turístico visando ações conjuntas de promoção dos destinos da Bahia.

Foto: divulgação