ENTREVISTA FAUSTO FRANCO – SECRETÁRIO DE TURISMO DO ESTADO DA BAHIA

ENTREVISTA FAUSTO FRANCO - SECRETÁRIO DE TURISMO DO ESTADO DA BAHIA

Por João Paulo Almeida 

Bahia Econômica – Como está o processo de afundamento do Ferry Boat na Bahia de todos os Santos?

Fausto Franco – Vai acontecer em breve. Nós temos que ter um planejamento detalhado para que seja num dia de sol e num sábado. Queremos que todos possam acompanhar o evento. Devemos está anunciando a data exata até o final do mês. Então nós vamos trazer mais esse espaço para o turismo de mergulho da Bahia.

BE- O senhor lançou o novo observatório do turismo da Bahia totalmente digital e atualizado com informações todos os dias. Quais os benefícios que o projeto traz para o setor?

FF- Através desse novo projeto nos estamos fazendo um planejamento melhor do turismo da Bahia. Estamos mapeando os pontos onde o turismo da Bahia tende a ser mais forte e aplicando ações que possibilitem o turismo crescer. Esse é um projeto revolucionário que tem o objetivo de criar as melhores condições para que o turismo seja gerido com eficiência. Através dele sabemos coisas como quais os locais estão sendo visitados com mais frequência. Qual parte do Brasil e do mundo o turista está vindo. Qual o meio de transporte dele mais utilizado na cidade, quais os hotéis estão com melhores preços, e uma serie de outras ferramentas que vão fazer o governo tomar as medidas necessárias para alavancar o estado”.

BE- Essas ações já vão ser aplicadas em 2019/2020 no verão?

FF- O Observatório já está funcionando. Os dados nele contidos já podem ser utilizados para fazer as ações de imediato. Nós esperamos que já esse verão nossos serviços para os turistas já sejam aplicados e nós possamos atender ainda melhor eles.

BE- Em relação ao Palácio Rio Branco, como está aquele o processo do local virá hotel?

FF- Nós estamos caminhando com esse projeto. Ainda falta alguns detalhes para a mudança, e esse processo é demorado mesmo. Estamos todos dentro do prazo então vamos seguir com calma. As empresas estão avaliando o projeto e dentro de algum tempo vamos trazer os detalhes. Tem algumas licenças do Iphan que precisam ser retiradas e alguns outros detalhes a serem resolvidos.

BE- Qual o balanço o senhor faria do turismo de cruzeiros da Bahia em 2019?

FF- Um ano extremamente positivo. Uma alta de mais de 9% com novos navios chegando no porto, mais turistas em Salvador. Nós estamos desenvolvendo cada vez mais esse setor. Temos projetos para que as empresas possam oferecer pacotes melhores para os turistas na capital. Esperamos que em 2020 possamos ter ainda mais cruzeiros na capital.

Foto: divulgalção