ADARY OLIVEIRA – PRESIDENTE DA ASSOCIAÇÃO COMERCIAL DA BAHIA

ADARY OLIVEIRA - PRESIDENTE DA ASSOCIAÇÃO COMERCIAL DA BAHIA

BE- Como o senhor vê o anúncio de privatização da refinaria Landulpho Alves feito pela Petrobrás?

AO – Eu vejo como uma coisa boa. São três pontos que serão beneficiados com a medida da Petrobrás. Primeiro que a privatização da refinaria vai trazer para o estado novos investimentos na área de petróleo e gás. A abertura de capital vai trazer para o estado novos mercados investidores e o setor de refino do petróleo que na Bahia é um dos maiores da região tende a crescer. Outro ponto positivo é que a Petrobrás também cogitou privatizar o Terminal de Madre de Deus, que é o segundo maior do país, perdendo apenas para São Sebastião em São Paulo. Esse terminal tem capacidade de movimentação de 20 milhões de toneladas por ano e caso seja privatizado vai possibilitar a expansão de produtos que circulam nele, podendo atingir novas áreas importantes para o Brasil. Hoje só a Petrobrás atua nele. Privatizado novas empresas podem utilizar esse terminal, o que faria novos investimentos chegarem.  Outro ponto positivo da privatização é a possibilidade de crescimento da movimentação de navios de cabotagem. Então a privatização só vai trazer pontos positivos para a Bahia.

BE- O senhor acredita que a privatização vai gerar demissões ao estado ?

AO- Eu acredito que não. Muito pelo contrario. Eu acredito que a privatização só vai trazer benefícios pela Bahia. Novos investimentos vai ampliar o mercado e a chance que haja muitas admissões em vez de demissões. Esse mercado vai precisar de profissionais ainda mais qualificados e eu acredito que o estado vai gerar muitos empregos

BE- No Brasil hoje existe alguma empresa capaz de comprar esses ativos da Petrobrás ?

AO- Eu acredito que sim. Porém, acho que nesse momento a empresa Total de origem italiana, é aquela que está mais próxima de comprar a refinaria. A Total já tem negócios com a Petrobras pelo Brasil, por isso eu acho que ela tem a chance de ser quem teria os ativos necessários para adquirir a refinaria e fazer os investimentos necessários.

BE- Quais outros setores seriam beneficiados com a compra da refinaria?

AO- Principalmente a área de extração de petróleo. A refinaria trabalha com isso. Hoje a Petrobras concentra seus investimentos na região Sudeste, Rio de Janeiro, etc. Por anos eles pararam de investir aqui em áreas como pesquisa por exemplo. Então com a passagem da refinaria para a iniciativa privada nós vamos ter uma chance de ter mais investimentos. Hoje, 26 empresas na Bahia trabalham na área de extração de petróleo e todas essas empresas tendem a crescer com a refinaria passando para a iniciativa privada e tendo mais recursos para investir.