ENTREVISTAS

ENTREVISTA - CARLOS TERCEIRO, CEO E FUNDADOR DA MOBILLS, STARTUP DE GESTÃO DE FINANÇAS PESSOAIS.

Por: João Paulo Almeida  Bahia Econômica – Hoje na internet existe uma grande quantidade de pessoas anunciando verdadeiros milagres que o mercado financeiro realiza. Qual o principal ponto que os novos investidores devem ter em mente para não cair em contos de fadas? Carlos Terceiro – Contos de fadas não existem, muito menos quando o assunto é mercado financeiro. O mercado é volátil e o cenário econômico é incerto. Sendo assim, 

ENTREVISTA COM CARLOS BARBIERI SOBRE A REFORMA TRIBUTÁRIA APLICADA NOS EUA

Bahia Econômica – Donald Trump aplicou um modelo de facilitação Tributária nos EUA. Como foi? Carlos Barbieri – A revolução para as grandes empresas americanas e para as empresas do mundo foi representada pelo novo sistema tributário da América do Norte.  Na criação de offshore as empresas de países como o Brasil, que precisam se internacionalizar, tem buscado soluções, mas tem pouco conhecimento do novo sistema tributário. As empresas são impulsionadas

ENTREVISTA ELEUSA CORONEL - PRÉ-CANDIDATA A PREFEITURA DE SALVADOR

BE- A gestão do prefeito ACM Neto na educação teve foco em programas e construção de novas creches em Salvador. Qual será o foco da sua gestão na educação básica? EC- Salvador ainda precisa de novas creches em diversos bairros e vamos fazer todo esforço para construí-las. Além de ampliar o acesso à educação básica, pretendemos implantar nas escolas, um programa preventivo de saúde bucal com a instalação de consultórios

ENTREVISTA: GOVERNADOR RUI COSTA

ENTREVISTA: RUI COSTA* P: Os novos ataques do presidente Jair Bolsonaro à imprensa mostram que a fase calma dele acabou? R: Eu não deposito expectativa num padrão civilizatório do presidente. O padrão dele é estimular a agressão, o ódio e as ofensas a todos. P: Como o senhor vê a melhora de popularidade do presidente no Nordeste? R: Aqui na Bahia não há, por enquanto, uma percepção dessa melhora. O

ENTREVISTA COM VANDRÉ PEREIRA DA PWC SOBRE A REFORMA TRIBUTÁRIA

Por: João Paulo Almeida  Bahia Econômica: O Brasil tem uma das cargas tributárias mais altas do mundo o governo está propondo uma reforma que promete modernizar o setor. Qual a importância dessa reforma hoje no país?  Vandré Perreira: A reforma tributária é fundamental para reduzir a quantidade de tributos hoje existentes e a complexidade na apuração dos valores devidos, bem como no cumprimento das correspondentes obrigações acessórias, necessárias para se

ENTREVISTA LÍDICE DA MATA - PRÉ-CANDIDATA A PREFEITURA DE SALVADOR

Bahia Econômica – Segundo IBGE a taxa de desemprego em salvador ainda é uma das maiores do país. A economia da cidade é muito voltada para o turismo e para serviços, qual sua proposta para dinamizar a economia da cidade e gerar empregos?   Lídice da Mata – Não se pode inventar a roda. Sabemos que Salvador tem essa vocação para os serviçose não para a indústria como é o caso

ENTREVISTA : FERNANDO ROCHA, DIRETOR REGIONAL DE OPERAÇÕES BA/SE DO GRUPO JCPM, QUE ADMINISTRA O SALVADOR SHOPPING E O SALVADOR NORTE

Por: João Paulo Almeida  Bahia Econômica – Como o senhor está avaliando esse retorno dos shoppings na questão da movimentação? Fernando Rocha – O retorno foi dentro do esperado nos dois shoppings, cerca de 40% da média de fluxo normal. Então, temos consciência de que esta é uma retomada gradual e isso é importante para a segurança de todos. Nos primeiros dias de retorno, notamos um consumidor mais objetivo. Vai

ENTREVISTA LUCIANO LOPES - PRESIDENTE DA ABIH-BAHIA

Bahia Econômica: O turismo tem sido um dos segmentos mais prejudicados pela quarentena. Existem setores que estimam um nível de fechamento de hotéis bares e restaurantes chegando a 50% no período pós-pandemia. Na sua opinião, qual será o principal impacto do isolamento social no turismo da Bahia? Luciano Lopes: O setor hoteleiro na Bahia interrompeu praticamente todas as atividades em decorrência da pandemia. Atualmente 95% dos Hotéis da Bahia estão

ENTREVISTA - JORGE KHOURY PRESIDENTE DO SEBRAE-BA

Bahia Econômmica – Como o senhor avalia o longo período que o comércio foi obrigado a fechar as portas por causa da pandemia? Jorge Khoury – Entendemos que as medidas restritivas determinadas pelo poder público foram necessárias em meio a um contexto de pandemia. A preservação da vida sempre deve estar em primeiro lugar e, por isso, esse foi um remédio amargo, mas necessário para evitar uma tragédia ainda maior.

ENTREVISTA - CARLOS HENRIQUE PASSOS - DIRETOR SINDUSCON-BA

Bahia Econômica – O mercado imobiliário tinha uma expectativa boa para 2020, com alguns lançamentos já encaminhados. O senhor acha que o ano vai permanecer bom depois da pandemia do coronavírus? Carlos Henrique –  De fato todos os indicadores sinalizavam que 2020 seria um ano de consolidação do crescimento do mercado imobiliário. A pandemia trouxe uma brusca mudança nesta expectativa, refletindo nos meses de março e abril, com forte redução