COLUNA ARMANDO AVENA

COLUNA NO JORNAL A TARDE:  A BAHIA EM  2020, SEM ESQUECER O CORONAVÍRUS

A Bahia dá início ao ano de 2020 sob o signo do crescimento econômico, pois, embora com suas especificidades,  tudo indica que a economia baiana vai crescer no mesmo diapasão do crescimento que se projeta para a economia brasileira.  Não é futurologia, é a constatação de que os diversos segmentos da economia estão retomando as atividade, ainda que existam condicionantes. O mercado de emprego, por exemplo,  está se recuperando, mesmo

COLUNA NO JORNAL A TARDE - ARMANDO AVENA: 2020 PODE SER O ANO DE OURO DO TURISMO NA BAHIA

A inauguração do novo Centro de Convenções de Salvador, no próximo de 26 pode ser a largada para que 2020 seja o ano de ouro do turismo na Bahia. Era a lacuna que faltava preencher, pois a cidade está bem cuidada, limpa e aprazível, os eventos atraem milhares de turistas, o aeroporto está recebendo investimentos e Salvador já aparece entre as cidades mais desejadas do país. Mas, embora 2020 venha

COLUNA NO JORNAL A TARDE: MEDIDA DO BOMFIM

Salvador amanheceu vestida de branco e o povo em festa vai a pé a Colina Sagrada dar graças ao Senhor do Bonfim e a Oxalá. A lavagem do Bonfim é uma festa única, pois nela

BAHIA 2020: O VAREJO PRECISA IR A LUTA

O ano de 2020 começa sob o signo do crescimento econômico, mas, diferente de outros ciclos, nos quais o incentivo governamental era quem estimulava a retomada do crescimento, agora essa função está com o setor privado. O varejo, por exemplo, um dos principais segmentos da economia baiana, deve retomar os negócios em 2020 e são boas as expectativas de crescimento, já que, a medida que os setores como a construção

OS ANJOS E OS DIABOS EM 2020

Embora ciente dos perigos que envolve os ritos da adivinhação, invoquei os bruxos para assim descortinar o futuro da economia brasileira em 2020. De repente, dois pequenos seres materializaram-se, um com tridente, chifres e rabo, outro munido de auréola e asas, e ambos puseram-se a falar. O ser angelical apressou-se em dizer que 2020 será o ano de ouro da economia brasileira e fundou seu otimismo na baixa taxa de

ARMANDO AVENA: ONDE APLICAR O DINHEIRO APÓS A QUEDA DA TAXA DE JUROS

A redução da taxa de juros Selic para 4,5% feita pelo Banco Central na semana passada vai mudar a vida das pessoas que vivem de recursos aplicados no mercado financeiro. É que, descontada a inflação, a taxa de juros real da economia passou a ser menor que 1% e aqueles que mantiverem seu dinheiro na poupança, em fundos de renda fixa, CDBs, LCIs e outras aplicações vão receber rendimento da

COLUNA NO JORNAL A TARDE - ARMANDO AVENA: LUIZA MAHIN

No alvorecer do dia 25 de janeiro de 1835, quase mil negros, vestidos com batas brancas e armados de facões, navalhas e parnaíbas,  tomaram de assalto as ruas da cidade do Salvador com o objetivo de libertar os escravos. Foi o maior levante de escravos em área urbana no Brasil e teve uma  característica única: era liderado por negros mulçumanos alfabetizados, que planejaram a insurreição em detalhes, mapeando o sítios

COLUNA NO JORNAL A TARDE: BOLSONARO E O PIB, COM DIREITO A LEONARDO DE CAPRIO

O PIB brasileiro cresceu 0,6% no 3º trimestre do ano, e já registra crescimento de 1,2% nos últimos 12 meses, mas neste país polarizado, envolto num verdadeiro BA x VI político, poucos se perguntam a razão desse crescimento. Pois bem, é hora de fazer justiça e dizer que esse bom desempenho foi possível não apenas pela política econômica do Ministro Guedes, mas também por conta do governo Temer.   Apesar do

ARMANDO AVENA - UM RETRATO DA ECONOMIA BAIANA

Qual é o principal setor da economia baiana? O senso comum diria que é a indústria, já que aqui está sediado o maior polo industrial do Nordeste. Ou talvez destacasse o turismo ou a agropecuária. O senso comum está errado, o principal setor da nossa economia  é a administração pública, que gera um produto de  aproximadamente R$ 56 bilhões, o que representa 20,8% do PIB baiano. A indústria de transformação