ARTIGOS

ARMANDO AVENA: GREVE DOS CAMINHONEIROS: RAZÃO, DESPREPARO E OPORTUNISMO

 A greve dos caminhoneiros desvendou o quanto há de razão, despreparo e oportunismo no momento atual da realidade brasileira. A razão, no início, estava com os caminhoneiros que foram atingidos em cheio pela política de preços da Petrobras, que é correta em sua essência, mas precisava ser ajustada para não tornar inviável economicamente o transporte rodoviário, que move 70% das cargas brasileiras. Em qualquer país, que não seja parecido com

ADARY OLIVEIRA - OS PREÇOS DOS COMBUSTÍVEIS

Sistema é definido como um conjunto estruturado visando a um fim, no qual existem relações complexas e não triviais entre os elementos constitutivos, de modo que o todo seja mais que a soma das partes. São exemplos o sistema econômico, o sistema operacional, o sistema elétrico, o sistema administrativo, o sistema de informação, etc. O sistema econômico é formado por vários subsistemas e elementos que funcionam interligados sob a regência

JOSÉ MACIEL DOS SANTOS FILHO - AGRONEGÓCIO E "TAREFAS DOMÉSTICAS"

A Fundação Getúlio Vargas (FGV) realizou em 16 de março último em São Paulo um seminário para debater os desafios e perspectivas para o agronegócio brasileiro nos próximos anos. Os principais resultados das discussões estão contidos na revista Conjuntura Econômica de abril deste ano (páginas 40 a 53) Na oportunidade, partiu-se da premissa de que, em que pesem as boas perspectivas dos mercados externos e internos para a agropecuária brasileira, mercado potencial promissor não

LUCAS LEAL – PANORAMA DO MERCADO: NO SUPORTE

Tivemos a segunda semana seguida de forte realização para a bolsa brasileira, o pessimismo contagiou os mercados levando o Ibovespa a uma realização de -5,04%. No Brasil, a situação extrema provocada pela greve dos caminhoneiros mostrou que o Governo Temer perdeu a capacidade de articulação e Governabilidade, exatamente um ano após as graves acusações levantadas contra o presidente, por Joesley, dirigente da JBS. Ainda está difícil de prever quanto tempo

JULIANA PIMENTEL- OVELHAS NEGRAS E SAÚDE MENTAL

  Acordar, tomar café, abrir as apostilas, organizar os mapas mentais, assistir às vídeo-aulas, dormir, acordar e repetir. Esse é o dia a dia de muitos jovens brasileiros que decidiram se dedicar exclusivamente aos estudos e se tornar “concurseiros profissionais”. A rotina de quem enxerga o concurso público como a “estrada de tijolos amarelos” realmente se assemelha a uma profissão, que deve cumprir metas e horários rígidos na busca por

LUCAS LEAL : PANORAMA DO MERCADO - NO SUPORTE

Tivemos uma semana de forte queda para a bolsa brasileira, depois de terminar a quarta feira, sinalizando que podia iniciar o esperado rali de alta, já na quinta feira o mercado mudou de direção e dois pregões negativos levaram o Ibovespa a terminar o período em desvalorização de -2,51%. No Brasil, o Banco Central que vinha adotando uma postura bastante previsível, desta vez surpreendeu ao manter a Selic no patamar de 6,5%,

ADARY OLIVEIRA : MEMÓRIAS DO POLO PETROQUÍMICO

No artigo anterior apresentei alguns depoimentos colecionados por José Clemente sobre o Polo Petroquímico de Camaçari. No artigo desta quinzena apresento mais alguns da coleção, nas comemorações dos 40 anos do Polo. Marcos Pereira Vianna – “Apesar dessas evidentes vantagens locacionais, a decisão política de empreender o pólo petroquímico de Camaçari foi retardada por interesses ligados às indústrias que espontaneamente se haviam localizado em Cubatão, baseadas na proximidade do mercado

ARMANDO AVENA - ELEIÇÕES 2018: CIRO  X ALCKMIN

A decisão do ex-ministro do Supremo Tribunal Federal, Joaquim Barbosa, de não disputar a eleição presidencial parece ter colocado uma pá de cal na possibilidade de surgimento de um candidato outsider na disputa. Com isso, embora tudo permaneça nebuloso e imprevisível, a disputa começa a afunilar em torno de 4 candidatos: Jair Bolsonaro,  Marina Silva, Geraldo Alckmin e Ciro Gomes. Esses candidatos  lideram as pesquisa de opinião, quando o nome

JOSÉ MACIEL: INDICAÇÕES GEOGRÁFICAS E O ACORDO MERCOSUL-UNIÃO EUROPEIA

Na última coluna, sugerimos que a “crise de confiança” dos mercados com relação às nossas carnes e as desconfianças  dos europeus com respeito ao sistema nacional de inspeção e controle sanitário contribuem para dificultar as negociações do Acordo  entre o  Mercosul e a União Europeia. Na oportunidade, afirmamos ainda que qualquer vacilo do governo central  e/ou dos agentes do agronegócio seria  argumento valioso para embaraçar as negociações, por conta das

ARMANDO AVENA - A VOLTA DA ODEBRECHT

  Nos seus 74 anos de existência, a Odebrecht sempre teve um papel de destaque na economia baiana. Na Bahia, a empresa foi responsável por mais de 800 projetos e basta andar por Salvador para ver que muitas das obras que caracterizam nossa cidade foram realizadas pela companhia fundada por Norberto Odebrecht. O Teatro Castro Alves, o terminal de Ferry Boat, o Shopping Iguatemi, a Estação Rodoviária, o Hospital das