sexta, 19 de julho de 2024
Euro 6.098 Dólar 5.6089

EÓLICA BABILÔNIA CENTRO, NO NORTE DA BAHIA, RECEBE INVESTIMENTO DE R$ 3 BI

Matheus Souza - 21/06/2024 18:58 - Atualizado 24/06/2024

Avançam as obras da Eólica Babilônia Centro, complexo que está sendo construído pela empresa de origem cearense Casa dos Ventos nos municípios de Morro do Chapéu e Várzea Nova, no Centro Norte da Bahia, segundo informações da Secretaria de Desenvolvimento Econômico daquele Estado. Serão investidos mais de R$ 3,1 bilhões no empreendimento que está previsto para entrar em operação em 2026.

As obras devem gerar 1.500 postos de trabalho diretos e 3.000 indiretos durante a fase de instalação do complexo. Depois da conclusão, o empreendimento vai empregar diretamente 80 funcionários.

Serão implantados 123 geradores no parque, que terá a capacidade instalada de 535 megawatts (MW). A estimativa é de que sejam produzidos 267 MW médios, energia suficiente para atender mais de 1,1 milhão de residências, de acordo com informações da Casa dos Ventos.

O empreendimento está sendo construído numa parceria entre a Casa dos Ventos e a siderúrgica ArcelorMittal, empresa eletrointensiva. As duas empresas estão viabilizando a construção de Babilônia Centro em sociedade por meio de uma governança na qual são compartilhadas as decisões em todas as etapas do empreendimento, indo desde a construção até a operação.

O parque vai fornecer cerca de 40% do consumo de energia da ArcelorMittal, que pretende reduzir em 25% as suas emissões de carbono até 2030. O processo fabril do setor siderúrgico produz emissões de carbono. Com a iniciativa, a sidrúrgica pretende assumir o papel de liderança na descarbonização da produção de aço.

O consumo da energia gerada no parque evitará a emissão anual de mais de 208 mil toneladas de CO2 na atmosfera, o que corresponde a 9.210.568 árvores plantadas, de acordo com estimativas da própria siderúrgica.

O parque tem um financiamento de R$ 3,1 bilhões do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), o que corresponde a 80% do que vai ser investido.

O acordo entre as duas companhias estabelece também, a possibilidade de tornar o Complexo Eólico Babilônia Sul híbrido no futuro, adicionando geração solar e ampliando a disponibilidade de energia renovável. O BabilôniaSul também fica nos municípios de Morro do Chapéu e Várzea Nova e entrou em operação produzindo energia eólica em julho do ano passado.

Expansão também com eólica

A Casa dos Ventos está realizando um projeto de expansão que inclui investimentos de R$ 12 bilhões até 2026. A ampliação inclui um parque eólico um parque eólico no município de Mata Grande, localizado no Alto Sertão de Alagoas; uma planta de hidrogênio verde no Porto de Pecém, no Ceará e passar a fabricar energia solar fotovoltaica em alguns dos parques onde a empresa já produz energia eólica.

O projeto de expansão foi acelerado com a entrada da empresa de origem francesa Total Energies, que passou a atuar como sócia minoritária da companhia cearense desde janeiro de 2023.

A empresa de origem cearense tem à frente o engenheiro Mário Araripe e o seu filho, Lucas Araripe. É a empresa pioneira na área de geração eólica, em larga escala, no Brasil.

Copyright © 2023 Bahia Economica - Todos os direitos reservados.