terça, 18 de junho de 2024
Euro 5.8306 Dólar 5.4426

LIVRO DE CONTOS “A MESMA ÁGUA”, DO ESCRITOR BAIANO ELIECIM FIDELIS, É LANÇADO EM SALVADOR

João Paulo - 25/05/2024 06:00 - Atualizado 25/05/2024

“As cambalhotas da vida torcendo o fio desenhado no começo, fazendo rumo do homem parecendo ao percurso de um rio…”. Esse é um trecho retirado do conto “A Mesma Água”, do escritor e psicanalista baiano Eliecim Fidelis, que dá nome ao livro lançado na última sexta-feira (24), no Foyer da Associação Baiana de Medicina (ABM), no bairro de Ondina, em Salvador. Com 13 contos, a obra leva o leitor à reflexão sobre a fragilidade do ser humano e as inusitadas formas que inventa para driblar as dificuldades cotidianas.

O conto que intitula a obra é inspirado na filosofia do pensador grego Heráclito e retrata a história de um senhor de 72 anos que ao voltar no tempo se reencontra consigo mesmo há seis décadas e no lugar onde viveu a adolescência. “Neste livro, trago diferentes temáticas com relação ao caráter do homem, a malandragem e o cinismo das pessoas para encarar situações, traições no amor, a crítica à corrupção nas instituições públicas e a falta de ética. Com destaque, as dificuldades enfrentadas pelo homem sertanejo” ressalta Eliecim Fidelis.

O livro é o 1º escrito por Eliecim Fidelis no gênero de contos e será publicado pela editora Oxente. Além de “A Mesma Água”, entre alguns títulos das histórias presentes na obra, estão: “A Rica e o Tolo”, com referência no filme “O Homem do Jazz”; “Ideia Sanguessuga”; “Orange Zero Five”; e “O Plano”, em que as personagens as vivem de maneira original. O psicanalista também é autor do romance autobiográfico “Entre Pedras e Cactos”, um dos vencedores do Prêmio Travassos de Literatura, em 2022.

No evento, que contou com a participação de Eliecim e dos jornalistas Jolivaldo Freitas, também escritor, e Silvana Oliveira, um bate-papo descontraído discutiu criação e inspiração para a construção de obras literárias. Sobre o tema, Jolivaldo Freitas ressalta sobre a solidão que é o processo de escrever livros. “O escritor é um ser solitário dentro da própria arte. Sempre assustado com os personagens que muitas das vezes ganham um destino e fogem. Escrever é estar off-line” analisa o jornalista.

Eliecim Fidelis

Eliecim Fidelis é escritor, psicanalista e funcionário público do Estado da Bahia aposentado. Na Universidade Federal da Bahia (UFBA), o autor graduou-se em Economia e fez pós-graduação em Administração e em Psicanálise. Atuou como Chefe de Gabinete e Auditor Fiscal na Secretaria de Fazenda do Estado entre 1978 e 2013. Após a aposentadoria do serviço público, passou a se dedicar à literatura e à psicanálise. Escreve artigos para jornais, revistas e sites.

Fotos: Lina da Selva / VOAH Comunicação

Copyright © 2023 Bahia Economica - Todos os direitos reservados.