terça, 18 de junho de 2024
Euro 5.8353 Dólar 5.4426

BAHIA GANHA CENTRO DE EXCELÊNCIA EM ZOOTECNIA

João Paulo - 17/04/2024 11:36

Com capacidade para receber cerca de mil alunos por ano, está sendo construído em Feira de Santana um Centro de Excelência em Zootecnia, cujas obras foram iniciadas nesta terça-feira (15), após a cerimônia de lançamento da pedra fundamental, pela Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA) e pelo Serviço de Aprendizado Rural (Senar). Orçado em R$ 25 milhões, as obras devem durar aproximadamente um ano e meio. O equipamento contará com oito blocos modulares com salas de aula, laboratórios de informática, laboratórios didáticos, biblioteca, área de convivência, pavilhão multiuso para aulas práticas e um auditório com capacidade para aproximadamente 250 pessoas participarem de eventos voltados à difusão do conhecimento. Além do curso de Zootecnia, a unidade vai ofertar os cursos técnicos Agrícola e em Agronegócio. O objetivo é capacitar mão de obra para o mercado da região com vocação para a pecuária.

“Os Centros de Excelência são para que possamos continuar fazendo pesquisa, ciência e buscar inovação e tecnologia para que este setor que já representa muito na vida da nossa sociedade continue crescendo e se desenvolvendo. Essa foi a visão que Dr. João Martins teve lá atrás, ainda quando presidente da Faeb, e que trouxe para a Bahia o primeiro Centro de Excelência do Brasil, implantado lá no Vale do São Francisco. Os resultados são maiores do que imaginamos, pois deixou de ser referência nacional para se tornar internacional, atraindo missões de vários países do mundo que vieram ver a forma sustentável como a Bahia produz. Agora, com mais esse Centro, aqui em Feira de Santana, estamos fazendo muito mais que uma obra física, estamos implantando um conceito de educação que liberta. Estamos dando ferramentas para que muitos jovens ruralistas possam realizar seus sonhos de ter uma formação e um bom emprego sem precisar deixar suas comunidades”, pontuou o presidente do Sistema Faeb/Senar, Humberto Miranda.

Feira de Santana foi escolhida para abrigar o novo centro por se destacar na criação de equinos e ter carência de mão de obra qualificada e especializada no setor, além da baixa oferta de programas para formação profissional técnica direcionadas às cadeias produtivas locais. “Esse empreendimento vai resolver o problema da região, pois representa um avanço na educação não só para Feira de Santana como para todos os municípios vizinhos”, pontuou o prefeito Coubert Martins ao parabenizar a iniciativa. A presidente da Câmara de Vereadores de Feira de Santana, Eremita Mota, destacou que a instalação desse polo educacional vai contribuir com o desenvolvimento econômico e social da região, podendo gerar emprego e renda, a partir da formação de novos profissionais, com ênfase na produção de equinos.

O presidente da CNA, João Martins, reafirmou o compromisso que fez com a cidade há anos atrás de melhorar a estrutura do Parque de Exposições que leva o nome do seu pai, doador da área que abriga o Parque e também onde a unidade de educação está sendo construída. “A proposta inicial era reformar o parque, fazer algo a mais para que ele não ficasse obsoleto. Os anos se passaram e o que custaria aproximadamente R$ 3 milhões, hoje custa quase dez vezes mais, mas é algo revolucionário para Feira de Santana e toda região, pois o meu pensamento à frente da instituição que eu dirijo é construir uma nova classe média rural e isso só é possível através da educação”, observou. “Esse dia vai ficar na história de Feira de Santana e, me desculpem, mas esse não é um Centro da Bahia, é um Centro do Brasil. Daqui a dez anos nós vamos voltar aqui e ver o resultado do conhecimento gerado e multiplicado na região e o País vai poder verificar. Quero parabenizar a todos, mas não posso deixar de dizer que sem a iniciativa de Dr. João nada disso seria possível”, enfatizou o diretor-geral do Senar Central, Daniel Carrara.

Os centros de excelência são unidades de ensino do Senar, organizados por cadeia produtiva, que formam uma rede integrada para disseminar o conhecimento em todo o País e contribuir com a competitividade e o desenvolvimento do setor agropecuário brasileiro. O local vai abrigar, ainda, um polo da Faculdade CNA, oferecendo também ensino superior. Mercado de trabalho – Os estudantes que concluírem a formação técnica em Zootecnia do Senar poderão atuar no processo de produção, de manejo e bem-estar dos animais, na gestão do empreendimento e nas ações de comercialização em propriedades rurais, empresas de consultoria, agroindústrias, instituições de assistência técnica, extensão rural, pesquisa, etc. Atualmente, o Senar tem três centros de excelência em funcionamento: de Cafeicultura, em Varginha (MG); de Bovinocultura de Corte, em Campo Grande (MS); e de Fruticultura, em Juazeiro (BA). Desde 2015, a instituição oferece formação técnica presencial e a distância com apoio desses espaços. Em nove anos, já são quase 10 mil alunos formados pela Rede e-Tec do Senar.

Copyright © 2023 Bahia Economica - Todos os direitos reservados.