sábado, 25 de maio de 2024
Euro 5.614 Dólar 5.1764

GOVERNO DA BAHIA INVESTE R$ 14 MILHÕES NA REQUALIFICAÇÃO DO PARQUE TECNOLÓGICO

Victoria Isabel - 12/04/2024 19:02 - Atualizado 12/04/2024

Na quarta-feira (10), a Associação das Empresas do Parque Tecnológico da Bahia (AEPTECBA) divulgou um chamado às empresas de engenharia interessadas em participar das obras de requalificação do Tecnocentro, edifício principal do Parque localizado na Avenida Paralela. O investimento total na restauração completa do local será de R$14 milhões.

Segundo o comunicado, as empresas terão um prazo de 30 dias a partir da data de publicação para submeter seus portfólios à análise da direção da AEPTECBA. É exigido que as candidatas demonstrem experiência em serviços de recuperação de estruturas metálicas e de concreto, abrangendo diversos procedimentos técnicos. Os requisitos detalhados estão disponíveis na convocatória acessível no site aeptecba.org.br.

Criado há 12 anos pelo Governo do Estado, o Parque Tecnológico da Bahia assumiu o papel de ser um ponto focal no sistema estadual de inovação. O Tecnocentro abriga mais de 50 empreendimentos, incluindo startups, empresas de base tecnológica, institutos de ensino e pesquisa, além de laboratórios. Sua estrutura organizacional promove a colaboração entre o setor público, a comunidade acadêmica e as empresas, trabalhando de forma conjunta para o avanço de produtos e processos inovadores.

A restauração do Tecnocentro consolida o novo momento que o Parque atravessa, que já conta com equipamentos dinamizadores importantes, como a Áity Incubadora de startups, o Living Lab Smart Cities, voltado à demonstração de soluções em cidades inteligentes, e o Espaço Colaborar, o coworking do Parque. E na esfera internacional, parcerias com Amazon Web Service (AWS), o escritório transnacional de negócios Atlantic Hub e a DNA Cascais, um centro de empreendedorismo sediado em Portugal.

“Esse investimento nos credencia ainda mais para expansão do ecossistema de inovação do estado”, afirmou Rafael Guedes, diretor-executivo da AEPTECBA. O gestor ressalta que a Bahia já está em sétimo lugar no Brasil no ranking em empreendedorismo de empresas de base tecnológica. “E já ocupamos o primeiro lugar no Nordeste. A Bahia pode se consolidar como referência nacional em inovação”, cravou o executivo.

Com 90% de ocupação, o equipamento adentra seu quarto ano sob a gestão da AEPTECBA. E a expansão é o vetor atual. Cinco novas unidades no interior do estado serão implantadas nos próximos anos nas cidades de Vitória da Conquista, Juazeiro, Ilhéus e Feira de Santana. “Além dessa iniciativa, outra de igual importância também se põe em curso no Tecnocentro: o Maker Space da Indústria Criativa, voltado para projetos e soluções na área de games, audiovisual, música e podcast, segmentos que têm se constituído com pujantes cadeias produtivas, gerando emprego e renda”, afirmou Guedes.

Para este ano, o Parque Tecnológico da Bahia contemplará intensa programação de eventos, entre elas o Bahia Tech Experience, o BTX, maior encontro de tecnologia e inovação do Estado e que ocorrerá no próximo mês de Setembro. Na edição de 2023 o BTX reuniu cerca de quatro mil pessoas. A expectativa para esse ano é um público ainda maior.

Foto: Eduardo Moody

Copyright © 2023 Bahia Economica - Todos os direitos reservados.