sábado, 25 de maio de 2024
Euro 5.614 Dólar 5.1764

DEPUTADO BAIANO CRITICA AUSÊNCIA DE PARLAMENTARES DE ESQUERDA NA AL-BA APÓS PRISÃO DE SUSPEITOS NO CASO MARIELLE

Emilly Lima - 25/03/2024 17:32 - Atualizado 25/03/2024

O deputado estadual Leandro de Jesus (PL) expressou surpresa com a ausência de parlamentares de esquerda durante a sessão ordinária da Assembleia Legislativa da Bahia (Alba) nesta segunda-feira (25), um dia após a prisão dos suspeitos de assassinar a ex-vereadora Marielle Franco (PSOL), do Rio de Janeiro. Segundo o parlamentar, essa ausência evidencia uma mudança de narrativa, que antes tentava associar o assassinato à imagem do ex-presidente Jair Bolsonaro.

Leandro destacou que nos últimos seis anos a esquerda fez uso político da morte de Marielle Franco, tentando relacionar o crime à figura de Bolsonaro. No entanto, com as investigações apontando que os mandantes do crime apoiavam a ex-presidente Dilma Rousseff, do PT, o silêncio prevaleceu entre os parlamentares de esquerda.

O deputado criticou a postura da esquerda, acusando-a de desrespeitar a memória da ex-vereadora ao instrumentalizar sua morte para seus próprios interesses políticos. Leandro enfatizou que a esquerda é hábil em difamar reputações e defendeu que aqueles que associaram erroneamente o assassinato de Marielle a Bolsonaro também sejam responsabilizados judicialmente.

Durante seu discurso, Leandro exibiu cartazes com imagens do presidente Lula (PT), questionando quem teria ordenado o assassinato de Marielle, e do conselheiro Domingos Brazão, do Tribunal de Contas do Estado do Rio de Janeiro, vestindo uma camisa com o nome de Dilma Rousseff. Ele instou à punição dos mandantes do crime e daqueles que tentaram vincular o assassinato a Bolsonaro, reforçando a necessidade de justiça nesse caso.

Foto: Ascom Leandro de Jesus

Copyright © 2023 Bahia Economica - Todos os direitos reservados.