quinta, 18 de julho de 2024
Euro 6.0049 Dólar 5.4906

GOVERNO ACEITA NEGOCIAR DÍVIDA DOS ESTADOS, MAS EXIGE CORREÇÃO PELA INFLAÇÃO E CONTRAPARTIDAS. VEJA QUAIS

João Paulo - 19/03/2024 11:00

A equipe econômica do ministro da Fazenda, Fernando Haddad, não abre mão de um índice de inflação, como o IPCA, para corrigir a dívida dos estados, no projeto de lei que pretende enviar ao Congresso. A proposta apresentada pelos governadores do Sul e do Sudeste — de correção fixa de 3% ao ano — foi considerada inviável por auxiliares do presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

Segundo reportagem do Jornal O Globo, a correção das dívidas é feita pelo IPCA mais 4% de juros ou pela Taxa Selic. Aliados de Haddad reconhecem que o índice é alto, mas não consideram razoável o patamar proposto pelos governadores. O Ministério da Fazenda deve enviar ao Congresso ainda no primeiro semestre projeto de lei para renegociar os valores. Haddad deve apresentar o texto a Lula antes de levar aos governadores. — Só estou dependendo de uma agenda com o presidente Lula. Ato contínuo, convoco reunião com eles para iniciar a negociação — disse Haddad.

Foto:  Foto: Diogo Zacarias / Ministério da Fazenda

Copyright © 2023 Bahia Economica - Todos os direitos reservados.