sexta, 14 de junho de 2024
Euro 5.8313 Dólar 5.3661

ADARY OLIVEIRA: O MUNDO EMPRESARIAL: ÉTICA, CONFIANÇA, SUSTENTABILIDADE

Victoria Isabel - 08/01/2024 06:00 - Atualizado 08/01/2024

O avanço das comunicações terminou por estabelecer um ambiente de atuação das empresas que exige cada dia mais atenção e observação das relações comerciais de absoluta confiança, imprescindíveis para a sua sobrevivência e crescimento. A sustentabilidade das empresas depende em muito do clima saudável criado. Um mundo valorizado pela transparência e compromisso social determina o posicionamento ético a ser seguido pelas empresas, procurando fazer apenas o que é certo dentro de seu campo de atuação.

As empresas hoje são levadas compulsoriamente a adoção de realizações que promovam a inteireza, transparência e respeito a todas as partes envolvidas, incluindo aí os colaboradores, governos, clientes, fornecedores de bens e serviços e a comunidade. Priorizando a ética as empresas promovem a confiança do consumidor e a fidelidade à marca, fatores essenciais para o sucesso do negócio a longo prazo. A compensação financeira camuflada dada a responsáveis pela compra de bens e a contratantes de serviços, ou outros atos de corrupção, são práticas criminosas que têm determinado o desaparecimento de muitas empresas.

Um dos principais aspectos da ética nas empresas é a promoção de um ambiente de trabalho inclusivo e diversificado. Isso envolve a implementação de políticas que combatam a discriminação e o assédio, bem como a promoção da igualdade de oportunidades. Além do mais, as empresas éticas valorizam a segurança e o bem-estar de seus funcionários, garantindo condições de trabalho adequadas e oferecendo oportunidades de desenvolvimento profissional. O apadrinhamento, a formação de grupos e diferentes formas de proteção exclusivista, devem ser combatidos por serem nocivos ao clima de confiança que deve predominar.

Outro ponto crucial é a responsabilidade ambiental. As empresas éticas buscam reduzir seu impacto ambiental, adotando práticas sustentáveis de produção, minimizando resíduos e promovendo a conservação dos recursos naturais. Ao fazer isso, não apenas atendem às expectativas da sociedade em relação à sustentabilidade, mas também se preparam para enfrentar os desafios futuros relacionados às mudanças climáticas e à escassez de recursos. A redução do uso de combustíveis de origem fóssil, o emprego de energia elétrica limpa gerada pelo vento e pelo sol, a redução das emissões de carbono e o tratamento adequado dos efluentes, são práticas observadas por toda a sociedade e devem ser incluídas nos orçamentos de aplicação de recursos das organizações, sobretudo as industriais.

Além disso, a ética empresarial deve se estender às relações com os clientes e fornecedores. Isso significa adquirir bens e serviços de qualidade, respeitar a privacidade e a segurança dos dados dos consumidores e manter relações justas e transparentes com os stakeholders, evitando práticas como a exploração e a corrupção. O controle de qualidade deve se expandir por seus fornecedores de modo a garantir o recebimento de materiais e serviços dentro de especificações contratadas.

Procurar administrar da forma mais racional possível as divergências naturais da relação capital x trabalho, levando em conta que os donos do negócio sempre buscam melhora de resultados e os profissionais, que são remunerados pelos seus afazeres, tendem a pleitear melhorias de seus ganhos. Isso envolve um relacionamento amistoso com as organizações sindicais, principalmente nas ocasiões de discussões das convenções coletivas.

Cumprir padrões éticos não apenas fortalece a reputação de uma empresa, mas também pode resultar em vantagens financeiras. Investidores e consumidores estão cada vez mais atentos às práticas éticas das empresas, o que significa que aquelas que adotam uma abordagem ética têm maior probabilidade de atrair investimentos e conquistar a preferência do consumidor.
A ética nas empresas é essencial para a construção de relacionamentos sólidos e duradouros, a promoção da sustentabilidade e a manutenção de uma vantagem competitiva no mercado. Ao adotar práticas éticas em todas as áreas de operação, as empresas não apenas cumprem seu dever moral, mas também fortalecem sua posição no mercado e contribuem para um mundo empresarial mais justo e sustentável.

Adary Oliveira é engenheiro químico e professor (Dr.) – [email protected]

Copyright © 2023 Bahia Economica - Todos os direitos reservados.