quinta, 18 de julho de 2024
Euro 6.0049 Dólar 5.4906

PRATOS PRONTOS PARA CEIA DE NATAL CUSTAM DE R$30 A R$590 EM SALVADOR

João Paulo - 22/12/2023 09:01

Segundo pesquisa feita pelo Jornal Correio, em Salvador, os pratos da ceia vão desde kits de salgados por R$30 a perus de R$590. No restaurante Cozinha da Mari, que recebeu encomendas até o dia 20, os pratos que mais saem no Natal são o pão metro, tortas salgadas e salgadinhos. O local trabalha com kits que partem de R$30, incluindo coxinhas, quibes e camarões empanados, aos mais completos, como o Kit Natalino, que custa R$229 e inclui 50 salgados, uma torta salgada e meio pão metro.

Já o Alfredo’Ro, que precisou encerrar as encomendas dias antes do previsto devido à alta demanda, os produtos vão de R$90, no caso de acompanhamentos como arroz com amêndoas e caponatas italianas, a R$590, preço do peru decorado. A advogada Joseane Mara, de 43 anos, também opta por encomendar sua ceia há cinco anos. Com pouco tempo para preparar ela mesma os pratos principais e as sobremesas, recorre a um restaurante de confiança.

“Eu encomendo salgados, pão metro, ave, doces e bolo. Com os compromissos de trabalho, fico realmente sem tempo. Comprar com empresas que você já conhece resolve a vida”, diz. Além de ceias prontas, cestas natalinas têm destaque entre os clientes que buscam praticidade. Na Delicatessen Almacen Pepe, que também vende as refeições para o Natal, as cestas são campeãs de vendas nessa época e vêm em diversos formatos: da “Neve”, de R$275, com 14 produtos que vêm em uma sacola retornável, até a “Korvatunturi”, com 26 itens, incluindo champanhe, uísque e antepastos, numa caixa de couro, por R$7.165.

Peru, panetone, salpicão. É extensa a lista de pratos que não podem faltar na ceia de Natal. Entretanto, entre quem compra a ceia pronta, os campeões de encomendas são outros: os pães metro e as sobremesas. Para Jones Oliveira, professor de 53 anos, na mesa de Natal, o pão metro é “mais importante que o peru”. “Já é uma tradição, todo ano a gente compra. Quando não consegue comprar antes, corre em uma padaria no dia mesmo, mas tem que ter”, conta.

No restaurante Cozinha da Mari, quando o Natal se aproxima, a demanda pelo pão metro e pelos docinhos é uma certeza. O restaurante vende os itens sozinhos ou em kits com tortas e salgadinhos, e aceitou encomendas até o dia 20. Segundo eles, conforme o último dia para encomendar se aproxima, é quando as pessoas mais se apressam para pedir.

Uma das pessoas que garantiu o seu foi Patrícia Pimentel, de 60 anos. Para ela, o pão metro e os doces são essenciais na ceia. “Sempre faço o pedido no mesmo lugar. Compro o pão metro, tortas doces e salgadas, salgados e docinhos”, diz. A advogada Joseane Mara, de 43 anos, também segue esse ritual: na ceia da sua família, essas são algumas das figuras carimbadas. Com pouco tempo para preparar ela mesma os pratos principais e as sobremesas, recorre a um restaurante de confiança.

“Eu encomendo salgados, pão metro, ave, doces e bolo. Com os compromissos de trabalho, fico realmente sem tempo. Comprar com empresas que você já conhece resolve a vida”, diz. As sobremesas não ficam para trás: Laura Lopes, de 20 anos, dona da confeitaria Confeita de Amor, começa a se planejar para o Natal com dois meses de antecedência, preparada para a demanda dos clientes. Na loja, os produtos mais procurados do período são as sobremesas na taça.

“Todo ano tem alguma tendência e a gente já vai se inspirando para dar o nosso toque e tentar se diferenciar. É uma correria enorme, muita gente deixa para pedir de última hora e isso acaba deixando tudo mais corrido ainda! É uma época muito lucrativa que com certeza toda confeiteira deveria se jogar”, diz.

 

Crédito: Divulgação

Copyright © 2023 Bahia Economica - Todos os direitos reservados.