segunda, 15 de abril de 2024
Euro 5.5233 Dólar 5.1909

QUAL SERÁ O MILEI QUE VAI GOVERNAR A ARGENTINA?

Redação - 11/12/2023 08:56 - Atualizado 11/12/2023

Após vencer as eleições presidenciais com folgada margem, Javier Milei, o novo presidente da Argentina é a mais nova incógnita política do mundo. A se acreditar no discurso de posse será um Milei moderado. Mas ainda são se sabe qual será o Javier Milei que vai governar?Será o forasteiro libertário que ameaçou destruir o Banco Central, cortar relações diplomáticas com o Brasil e dolarizar a economia argentina, mesmo sem ter dólares para fazer isso?

Ou será o Javier Milei mais calmo e negociador que falou à nação e se aproximando de políticos tradicionais como Macri e colocando Patricia Bullrich como ministra?

Milei promete uma  mudança radical para corrigir décadas de má gestão política e foi por isso que se elegeu. A população não aguentava mais a crise econômica, o colapso monetário e uma das maiores taxas de inflação do mundo.

Se o candidato que ganhou for “el loco” da dolarização a qualquer custo e do fim do Banco Central a Argentina terá escolhido a incerteza e a improvisação e vai seguir o caminho de Bolsonaro. Como dolarizar uma economia de US$ 622 bilhões com reservas zero? Que meios de pagamentos utilizariam os argentinos para fazer suas compras?  A falta de dólares faria surgir imediatamente um surto de hiperinflação ou uma economia de escambo. Se o candidato que ganhou for “el loco” nacionalista, misógino e contra o meia-ambiente, se pretender ir contra o Judiciário e as instituições a Argentina se tornará o Brasil de ontem e vai enveredar por delírios autoritários.

Se o candidato for um Milei negociador, as expectativas são melhores, mas nem tanto. O próprio Fundo Monetário Internacional (FMI) diz que é preciso uma política econômica radical e que não há mais tempo para políticas graduais. Pensa-se imediatamente em uma algo como foi feito no Brasil com o estabelecimento do real ou uma política igual ou semelhante que seja capaz de estancar a inflação sem desestruturar a economia. Esse seria o melhor dos mundos, mas dificilmente Milei terá a envergadura e a capacidade de negociação de Fernando Henrique Cardoso e o mais provável é que enverede por uma política ultra liberal ou ultra nacionalista ou as duas coisas juntas, o que é sinônimo de grandes incertezas.

Mas algo precisa ser feito, afinal os argentinos votaram contra a continuidade que Massa oferecia, contra a inflação de 143%, contra o peronismo e contra o aumento acelerado da pobreza. Um bom sinal de que não haverá aventuras políticas foi o pedido de tempo que fez a nação, solicitando pelo menos 18 meses para arrumar a casa. Suas primeira medidas indicam um forte ajuste fiscal.

Apesar disso, Milei não tem maioria no Congresso e a incerteza, por enquanto, reina. (EP – 11/12/2023)

Copyright © 2023 Bahia Economica - Todos os direitos reservados.