segunda, 17 de junho de 2024
Euro 5.8053 Dólar 5.4184

AFROTECA MUVUCA ENCERRA EDIÇÃO DE 2023 COM CONTAÇÃO DE HISTÓRIA SOBRE PRIMEIRA ROMANCISTA NEGRA DO BRASIL

João Paulo - 23/11/2023 07:20 - Atualizado 23/11/2023

A história de Maria Firmina dos Reis, primeira romancista negra do Brasil, está presente no livro intitulado ‘Eva’, da escritora Regina Luz. A leitura da obra, realizada pela própria autora, fez parte da programação de encerramento da edição de 2023 do projeto Afroteca Muvuca, nesta quinta-feira (23), no Quilombo de Cordoaria, em Camaçari. Na semana em que se celebra a consciência negra, o evento abordou a temática étnico-racial de uma maneira criativa para um público de cerca de 35 crianças. Parte do 1º Edital Braskem: Projetos que Transformam, o projeto mantém um espaço multiuso, onde 60 crianças participam de oficinas de literatura e outras 30 de atividades pontuais, além de uma biblioteca com acervo de cerca de 200 livros de literatura negra, indígena e quilombola.

“Trazer meu livro Eva, que intercala uma homenagem à minha avó com a história de Maria Firmina dos Reis, é alimentar a esperança na infância e mostrar às crianças a literatura como um caminho para a transformação. Mais importante ainda foi atuar no Afroteca Muvuca, levando a discussão racial e evidenciando a essencialidade da negritude e a garantia da dignidade do negro nesse País”, refletiu a escritora Regina Luz.

Já a coordenadora geral do projeto, da Associação Viva a Vida, Evelin Salles, comemorou o fechamento da edição com resultados positivos na vida não apenas das 90 crianças que participaram da iniciativa, mas também de outras 600 crianças atendidas pela ação itinerante, que levou a oficina de literatura para escolas do Quilombo da Cordoaria. “Terminamos esse ano com o coração cheio de alegria. Começamos timidamente implementando a primeira Afroteca física da Bahia e terminamos com a publicação de livreto infantil Quilombola e mais de 600 crianças atendidas pela Afroteca Itinerante. Sabemos que a vida dessas crianças nunca mais será a mesma”, ponderou.

Em 2023, o Afroteca Muvuca promoveu oficinas de literatura para crianças em processo de alfabetização, durante o contraturno escolar, além de atividades de contação de histórias com temática étnico-racial, uma vez por mês, para a comunidade. “Estamos muito felizes com os frutos que esse projeto proporcionou este ano. Promover o desenvolvimento sustentável em comunidades próximas às nossas operações é um compromisso da Braskem”, reforçou Magnólia Borges, gerente de Relações Institucionais da Braskem na Bahia.

A história de Eva

Eva é uma criança negra de família simples com poucas condições que estuda em uma escola pública. Sua mãe e seu pai dão a ela e ao irmão Xisto todo o amor para que eles sejam crianças honestas e dignas. Na casa, havia poucos livros, mas a menina gosta muito de ler. No dia de seu aniversário, Eva recebe de presente um livro no qual encontra-se a biografia de Maria Firmina dos Reis.

A criança de apenas 11 anos se dedica à leitura, interessada pela escritora e descobre, na vida da autora do século XIX, uma referência importante para sua própria narrativa, passando então a ser a protagonista de sua história. A partir daí, muitos enredos curiosos e criativos se desenrolam, em uma trama que entrelaça questões de gênero, poder da arte, ancestralidade, importância do nome que carregamos para toda a existência e outros. De forma leve, Regina Luz traz para as crianças diálogos necessários para a formação da cidadania por meio do símbolo literário.

(Braskem divulgação)

Copyright © 2023 Bahia Economica - Todos os direitos reservados.