terça, 18 de junho de 2024
Euro 5.8351 Dólar 5.4423

FILME GRAVADO EM CAIRU E VALENÇA É FINALISTA DE FESTIVAL DE CINEMA EM LOS ANGELES

Victoria Isabel - 13/10/2023 11:16

O filme A Matriarca, dirigido pelo cineasta baiano Lula Oliveira, é um dos finalistas do Los Angeles Brazilian International Film Festival 2023, evento que faz uma seleção de filmes brasileiros que traduzem a diversidade das identidades culturais do país. O LABRFF acontece de 23 a 27 de outubro, em Los Angeles, nos Estados Unidos.

“Na atual conjuntura de muitos filmes e poucos espaços de visibilidades, estar no LABRFF é um prêmio. Mas, muito além do momento atual, o LABRFF é uma das principais janelas de promoção do cinema brasileiro no exterior. Então, já me sinto duplamente premiado. Estou feliz em estar celebrando e refletindo o cinema brasileiro nesse importante festival”, comemora Lula Oliveira.

Conhecidos pelas suas belas paisagens, os municípios de Valença e Cairu, na região do Baixo Sul baiano, foram escolhidos como cenário para o longa-metragem A Matriarca. O filme conta a estória de uma família que há muito não se via, separados no tempo, se reencontram na pequena Itabaína (cidade fictícia) para rever a matriarca e comemorar os seus 90 anos. No dia do aniversário, uma grande surpresa: a matriarca da família morre. A partir daí, mistérios e segredos vêm à tona.

Com mais de 28 anos dedicados ao audiovisual, este é o primeiro longa-metragem de Lula Oliveira e teve sua inspiração em uma situação vivida pelo próprio diretor. “A inspiração do filme foi o velório da minha vó, no município de Valença. Uma região de imagens delirantes em suas paisagens naturais e humanas, que o tempo resiste em transformar. O filme fala sobre transformação em tempos de esquecimentos.”

O longa-metragem é composto por uma equipe formada apenas por profissionais baianos. No elenco, estão grandes nomes do cinema da Bahia, como Luciana Souza, Jackyson Costa, Aicha Marques, Caco Moteiro, Analu Tavares, Evelin Buchegger, Gil Teixeira, Sonia Leite, Hilton Cobra, Loia Fernandes, Rodrigo Lélis, Jonas Laborda, Eva Lima, Barbara Borga Alba Cristina, Flavia Fonseca, Magnólia Braga e Éder Boorbom. O filme também contou com a participação especial de Vinicius Oliveira (Central do Brasil), Fátima Mendonça, da cantora Mariela Santiago e da atriz francesa Lucile Prement.

“O desafio de fazer um filme não é somente do diretor, do autor. Todas as pessoas envolvidas estavam desafiadas. O cinema realizado na Bahia estava desafiado. Logo, a escolha foi movida pelo desafio de fazer. Encontrei olhos brilhantes no elenco e na equipe de produção. Ávidos para contribuir com o processo. Foi a escolha mais acertada desse projeto. Trabalhar com uma equipe da Bahia. E convidados muito especiais”, comenta.

Produzido pela DocDoma Filmes, A Matriarca foi realizado com recursos da Ancine, FSA, BRDE. Também teve o patrocínio para finalização do CredCesta e da Bahiatursa. Tem o apoio da Secretaria de Cultura do Estado da Bahia, Prefeitura de Cairu, Valença, Nilo Peçanha, Instituto de Desenvolvimento do Baixo Sul – Ides e do Sated Bahia.

Sobre o diretor

Lula Oliveira é um jornalista e cineasta baiano. Ele já foi Presidente da Associação Baiana de Cinema e Vídeo (2008), Chefe da Representação do Ministério da Cultura (2012), Coordenador de Difusão e Formulação da Secretaria do Audiovisual do Ministério da Cultura (2016) e é sócio da produtora DocDoma Filmes.

Foto: Divulgação

Copyright © 2023 Bahia Economica - Todos os direitos reservados.