sábado, 13 de julho de 2024
Euro 5.9574 Dólar 5.4654

“ASSEMBLEIA IRÁ TRABALHAR PELO SUCESSO DA BYD NA BAHIA, INCLUSIVE A ISENÇÃO DE IPVA”, GARANTE ADOLFO MENEZES

LUANA NEIVA - 09/10/2023 14:19

“Os 63 deputados da ALBA estão prontos para ajudar em qualquer proposta que beneficie a Bahia e os baianos. O PL, que o governador Jerônimo Rodrigues está enviando para a Casa, propondo a isenção do IPVA para automóveis elétricos de até R$ 300 mil, fabricados no Estado, deverá receber o apoio de todos”, garante o presidente da Assembleia Legislativa da Bahia – ALBA, deputado Adolfo Menezes, durante evento hoje (9) de instalação na Bahia, em Camaçari, no antigo site da Ford, da montadora chinesa BYD (Build Your Dreams).

O chefe do Legislativo acredita que a BYD será o marco da neoindustrialização do Brasil, e fundamental para turbinar a economia baiana. “Com investimentos de R$ 3 bilhões e expectativa de geração de 5 mil empregos, a primeira planta industrial nas Américas de automóveis elétricos vai contribuir definitivamente para transformar a Bahia num Estado-modelo em energia limpa, renovável e ambientalmente sustentável”, diz o presidente da ALBA.

Adolfo Menezes participou da cerimônia ao lado do vice-presidente da República, Geraldo Alckmin, dos ministros Rui Costa e Juscelino Filho; do embaixador da China no Brasil, Zhu Qingqiao; do presidente da BYD, Wang Chuanfu; da vice-presidente, Stela Li; do governador Jerônimo Rodrigues, dos senadores Angelo Coronel e Otto Alencar, de secretários estaduais, como o secretário de Desenvolvimento Econômico, deputado Ângelo Almeida; deputados federais e estaduais, alem do prefeito de Camaçari, Elinaldo Araújo.

A fábrica da BYD será instalada no Polo Industrial de Camaçari, e será composta por três células fabris: uma unidade dedicada à produção de caminhões elétricos e chassis para ônibus; outra para a produção de automóveis híbridos e elétricos, com capacidade estimada em 150 mil unidades/ano; a terceira será voltada ao processamento de lítio e ferro fosfato, para atender ao mercado externo, utilizando-se do Porto de Aratu.

A expectativa é iniciar a produção no segundo semestre de 2024.

Foto: Divulgação / ALBA

Copyright © 2023 Bahia Economica - Todos os direitos reservados.