terça, 28 de maio de 2024
Euro 5.6328 Dólar 5.1736

BRASIL QUEIMOU MAIS DE 21% DO SEU TERRITÓRIO EM QUASE 4 DÉCADAS

João Paulo - 26/04/2023 07:29

Segundo dados divulgados pelo MapBiomas em levantamento feito a partir de imagens de satélite. O Brasil queimou mais de 185 milhões de hectares entre 1985 e 2022, uma extensão que representa a soma de toda a área da Colômbia e do Chile.

Com essa taxa, é possível dizer que cerca de 21,8% de todo o território nacional foi consumido pelo fogo nesse período. Assim, a cada ano, a área queimada no Brasil equivale ao tamanho do Suriname: cerca de 16 milhões de hectares, ou 1,9% do Brasil.

Esses dados, que estão em um levantamento. O consórcio formado por ONGs, universidades e empresas de tecnologia, porém, não contabiliza o número de focos de calor, mas sim a extensão consumida pelas chamas. Ainda de acordo com o levantamento, a área afetada pelo fogo varia entre os seis biomas brasileiros. No quadro geral, quando comparamos o percentual de área consumida pelas chamas em relação à área do bioma, é o Pantanal e o Cerrado que encabeçam esse triste ranking.

Área queimada entre 1985 e 2022 – Biomas

Bioma   % em relação à área do bioma  Área queimada

  • Pantanal 51,1%    7,7mha
  • Cerrado 39,9%    79,2mha
  • Amazônia 19,2%    80,95mha
  • Caatinga 12,2%    10,5mha
  • Mata Atlântica 6,2%      6,8mha
  • Pampa 2,4% 0,5mha

Fonte: MapBiomas

“Com essa série histórica de dados de fogo podemos entender o efeito do clima e da ação humana sobre as queimadas e incêndios florestais”, afirma Ane Alencar, Coordenadora do Mapbiomas Fogo e Diretora de Ciência do Instituto de Pesquisa Ambiental da Amazônia. “Percebemos claramente que em anos de El Nino temos mais ocorrência de incêndios, como nos últimos El Ninos (2015 – 2016 e 2019), se comparados aos anos de La Niña, quando chove mais na Amazônia (2018 e 2021). A exceção a essa regra foi 2022, quando mesmo sendo um ano de La Nina, a Amazônia queimou bastante”, acrescenta.

Em todo o ano passado, como mostrou o g1, a área de florestas queimadas quase dobrou em 1 ano. Além disso, 85% da área de florestas queimadas ocorreu na Amazônia e a maior parte das queimadas no bioma ocorreu em agosto, setembro e outubro do ano passado, durante a temporada de queima. Foi justamente nessa época que a floresta registrou altas taxas de foco, como o pior agosto de queimadas dos últimos 12 anos e o pior setembro dos últimos 24. A temporada de incêndios geralmente ocorre na Amazônia entre junho e outubro, mas fazendeiros, garimpeiros e grileiros derrubam a floresta e se preparam para queimá-la durante todo o ano.

Foto: Christian Braga/Greenpeace

Fonte: G1

Copyright © 2023 Bahia Economica - Todos os direitos reservados.