quinta, 18 de julho de 2024
Euro 6.0342 Dólar 5.5123

MAIS DE 70% DOS BRASILEIROS JÁ DEIXARAM DE APROVEITAR O CARNAVAL POR MEDO DE GOLPES, REVELA PESQUISA DA SERASA

João Paulo - 19/02/2023 12:14 - Atualizado 19/02/2023

Uma pesquisa da Serasa revelou que 74% dos brasileiros já deixaram de ir a algum evento no Carnaval pensando na sua segurança e na de seus bens.

Além disso, o sentimento de medo em relação a golpes e fraudes aumenta nesta época do ano para 48% das pessoas entrevistadas

Realizado entre 10 e 14 de fevereiro, o levantamento foi criado com o objetivo de conhecer os hábitos e as percepções do brasileiro sobre segurança de dados durante o período da folia. “Marcado pelo sentimento de alegria e festa, o Carnaval brasileiro concentra grandes aglomerações de pessoas, geralmente em total relax e descontração, clima perfeito para a ação dos golpistas”, alerta Aline Sanchez, gerente do Serasa Premium.

Segurança dos dados

Entre os entrevistados, os itens que eles não deixam de levar na hora do bloco ou da festa são: celular, dinheiro e documentos. Mesmo com o celular em destaque, preferência ainda é maior pelo documento físico (59%) em detrimento da versão digital no aplicativo do celular (41%).

O mesmo acontece para os que utilizam o cartão de crédito e/ou débito como forma de pagamento no Carnaval: 62% optam pelo cartão físico, enquanto 38% preferem utilizar o cartão digital (via carteira digital, smartwatch, tag etc.).

Diante deste retrato, o levantamento mostrou também que 3 a cada 10 consumidores já perderam ou tiveram algum pertence furtado ou roubado em eventos de Carnaval:

 • O “Celular” é o mais comum entre esses pertences (48%);

• Seguido por “Documentos” (30%);

• “Cartão de crédito e/ou débito” (16%);

• E “outros pertences” – dentre eles, os mais citados foram dinheiro em espécie, cordões e joias (6%).

Após a situação da perda, a principal providência tomada pelos respondentes foi o registro de um boletim de ocorrência (47%). Já para 36%, o contato imediato com o banco para cancelar o cartão foi a primeira ação feita. Entre outras atitudes, apareceram:

• Tentei recuperar meus documentos pelas redes sociais: 9%

• Procurei algum órgão de defesa do consumidor: 4%

• Procurei um advogado e entrei com uma ação na justiça: 2%

 Golpes praticados

Após a perda dos pertences, alguns consumidores disseram que sofreram com alguns tipos de golpes/fraudes financeiras. As mais comuns foram: Clonagem do cartão de crédito e/ou débito (18%); Compras usando dados do cartão de crédito e/ou débito (15%); e Nome sujo com dívidas que não reconhecem (9%).

“É muito importante se informar quais os golpes mais comuns na internet e tomar medidas para se proteger, como verificar a fonte antes de clicar em links ou fornecer informações pessoais ou financeiras, habilitar a autenticação em duas etapas nas contas bancárias e consultar fontes confiáveis antes de realizar transferências de dinheiro. E em qualquer suspeita de fraude, denuncie imediatamente às autoridades competentes”, reforça Aline.

 A pesquisa revelou, ainda, os 10 golpes mais temidos pelo consumidor, confira:

 1º Clonagem do meu cartão de crédito/débito

2º Compras usando dados do meu cartão de crédito/débito

3º Empréstimos e financiamentos usando o meu nome

4º Golpes a partir do PIX

5º Pedidos de empréstimos no meu nome

6º Vazamentos de dados na internet

7º Emissões de cartão crédito usando o meu nome

8º Roubo de dados através de vírus

9º Roubos de dados em sites falsos

10º Clonagem da minha conta do WhatsApp

A pesquisa foi realizada de forma aleatória, por meio de questionário online, e considerou respondentes de todos os Estados do Brasil, todas as faixas etárias, rendas e escolaridade.

 Campanha da Serasa busca encontrar documentos perdidos no Carnaval

Para ajudar quem vai às ruas e clubes, a Serasa oferece um serviço gratuito de registro de perda de documentos a fim de facilitar a identificação e evitar consequências mais graves depois da celebração. A campanha “Quem Procura Acha”, da Serasa, será um elo entre as pessoas que encontraram documentos alheios e quem está procurando pelos materiais perdidos, sejam os documentos CPF, RG ou CNH.

A partir de um cadastro rápido que pode ser feito em poucos minutos no ambiente da Serasa, a ferramenta serve como um facilitador para conectar essas duas pessoas. “Caso dê match, o folião que perdeu o documento receberá um e-mail com o contato de quem o encontrou para que possa organizar o momento e as condições de entrega”, explica Aline Sanchez.

 O serviço estará disponível até o final de fevereiro. Para acessar, https://www.serasa.com.br/perdiodocumento

Dicas para se proteger de golpes no Carnaval

1 – Leve dinheiro físico e tome cuidado com o cartão

Se possível, reserve uma quantia para evitar o uso de cartões nos blocos. Além de ficar mais exposto a golpes e clonagens, você não corre o risco de perdê-lo no meio da folia. Caso opte por levar o cartão, não o entregue para desconhecidos na hora de finalizar uma compra. E tome cuidados especiais:

• Conferir sempre o valor na maquininha antes de finalizar a compra;

• Não deixar a senha visível;

• Recusar o pagamento, se a maquininha estiver com a tela danificada;

• Sempre pedir o comprovante de pagamento.

2 – Desabilite o pagamento por aproximação do cartão

Realizado no meio da multidão neste período de festas carnavalescas, este tipo de golpe vem se tornando comum. Neste caso, o golpista aproxima as maquininhas nos bolsos das pessoas e a função de pagamento por aproximação é ativada. A vítima só percebe a fraude quando acessa a conta em um momento posterior. Para se prevenir, a dica é desabilitar essa função pelo aplicativo ou pelos canais de atendimento de cada banco.

3 – Ative as notificações de compras por SMS

Com essa ferramenta, você terá acesso as compras realizadas no seu cartão em tempo real e poderá agir rapidamente em caso de compra não identificada. Ao fazer este processo, você também pode desinstalar seus aplicativos financeiros durante a folia e acompanhar suas movimentações financeiras. 

4 – Leve só o necessário

Um documento de identificação é item essencial para a folia, mas opte por levar apenas um, como só o RG ou só a Carteira Nacional de Habilitação (CNH). Isso vale para cartões, caso opte por este meio de pagamento, tentando concentrar as despesas em um só.

Uma dica também é investir em uma doleira, tipo de acessório parecido com uma pochete, que pode ser colocada dentro da roupa. Assim, você mantém seus documentos e itens pessoais protegidos, evitando roubos ou perdas durante o bloco.

5 – Em caso de roubo ou fraude, siga as orientações

Faça o Boletim de Ocorrência (BO) na delegacia ou pela internet para dificultar a ação dos fraudadores que possam usar seu nome para possíveis golpes. Comunique seu banco, para impossibilitar prejuízos financeiros, e avise familiares e conhecidos para que também não sejam vítimas de qualquer contato por meio do criminoso.

Fonte: Assessoria

Foto: divulgação

Copyright © 2023 Bahia Economica - Todos os direitos reservados.