KLEBER ROSA QUER BANCO ESTADUAL DA AGRICULTURA FAMILIAR

KLEBER ROSA QUER BANCO ESTADUAL DA AGRICULTURA FAMILIAR

O cientista social e candidato ao Governo da Bahia Kleber Rosa (PSOL), durante entrevista à rádio Paraguassu FM, no município de Santo Estevão, na terça-feira (2), anunciou que, caso seja eleito, irá criar um banco do Governo da Bahia, que terá o objetivo de promover programas de estímulo ao microempreendedorismo, facilitar a liberação de crédito aos trabalhadores autônomos, implementar políticas de incentivo à agricultura familiar, à economia solidária, tanto nas cidades como nas comunidades rurais, quilombolas, indígenas, de fundo e fecho de pasto, ribeirinhas e comunidades tradicionais de uma forma geral.

Kleber Rosa explicou que a criação do banco estadual não depende apenas do Governo da Bahia, pois existe uma legislação nacional de cunho neoliberal que precisa ser revogada, mas, caso o presidente Lula seja eleito, o futuro governador deverá lutar junto ao governo federal para implementar o banco dos baianos. “Assumo esse compromisso. Se eu for eleito, irei articular junto com o presidente Lula a implementação do banco do Estado da Bahia”, garantiu.

O candidato ao Palácio de Ondina pontuou que, além do incentivo ao microempreendedorismo, o banco estadual terá como finalidade implementar um programa de transferência de renda para complementar o valor recebido pelo Auxílio Brasil e, além disso, o banco estadual também terá como finalidade financiar programas de habitação popular para que os baianos realizem “o sonho da casa própria” e para que o Estado possa combater o déficit habitacional que existe.

“Vamos fazer um trabalho de fortalecimento do Estado. Acreditamos que com um Estado forte, organizado, vamos conseguir atender as demandas dos cidadãos da Bahia e promover cidadania plena. No nosso governo iremos barrar a política de privatização adotada tanto pela gestão do PT como pelas gestões carlistas. Estamos presenciando agora uma tentativa de privatização de empresas estratégicas como a Embasa, a privatização da Lapa feita pela gestão de ACM Neto em Salvador, e tivemos, também, a privatização do Baneb que foi feita à época por Antônio Carlos Magalhães”, frisou Kleber Rosa. (Política Livre)

 

Foto: Reprodução