BANCADA FEMININA DO SENADO COBRA RÁPIDA APURAÇÃO DAS DENÚNCIAS DE ASSÉDIO NA CAIXA

BANCADA FEMININA DO SENADO COBRA RÁPIDA APURAÇÃO DAS DENÚNCIAS DE ASSÉDIO NA CAIXA

Em ofício encaminhado há pouco ao procurador-geral da República, Augusto Aras, a Bancada Feminina no Senado cobrou rigor e celeridade nas investigações sobre as denúncias de assédio sexual envolvendo o ex-presidente da Caixa, Pedro Guimarães.

As funcionárias da Caixa denunciaram o executivo após ele ter feito várias abordagens consideradas impróprias, com toques íntimos não autorizados e convites incompatíveis com a atividade profissional. O caso, revelado pelo site Metrópoles, está em sob investigação preliminar do Ministério Público Federal e corre sob sigilo.

No documento, a líder da bancada feminina do Senado, Eliziane Gama (Cidadania-MA), afirma:

“É inadmissível que uma autoridade se valha do cargo para cometer crimes de assédio, reiteradas vezes, contra suas subordinadas. Lamentamos profundamente que ao menos cinco mulheres tenham sofrido tamanha violência no ambiente de trabalho, um procedimento abjeto e recorrente que estaria sendo praticado pelo presidente da Caixa”. (O Antagonista)

Foto: Agência Brasil