ROMA DIZ QUE FARÁ AUXÍLIO BAHIA PARA COMPLEMENTAR AUXÍLIO BRASIL

ROMA DIZ QUE FARÁ AUXÍLIO BAHIA PARA COMPLEMENTAR AUXÍLIO BRASIL

O pré-candidato a governador, ex-ministro da Cidadania e deputado federal, João Roma (PL), anunciou que criará, se eleito, o programa Auxílio Bahia como forma de reforçar a atenção às mais de 2 milhões de famílias que já são atendidas no estado pelo programa Auxílio Brasil, que destina o mínimo de R$ 400 para os mais necessitados. Roma, que criou o Auxílio Brasil durante o governo Jair Bolsonaro, ainda disse que o PT não tem autoridade para falar de combate à fome no país.

“Queremos de fato transformar a maneira como o estado enxerga a vida de cada cidadão. Eu, que consegui idealizar e implementar o Auxílio Brasil, também quero criar aqui o Auxílio Bahia para que a gente possa ter um complemento de transferência de renda do estado da Bahia como outros estados fazem”, anunciou Roma durante entrevista à Rádio Visão FM, de Palmas de Monte Alto, no Sudoeste da Bahia.

O pré-candidato apoiado pelo presidente Jair Bolsonaro disse que, ao invés de comemorar uma arrecadação maior, como fez o governador Rui Costa (PT), ele quer aumentar a transferência de renda direta nas mãos do cidadão baiano mais necessitado. “Eu quero fazer com que esse recurso chegue direto na mão de cada cidadão baiano necessitado, em especial os 80% já atendidos no Auxílio Brasil que são mulheres e têm muita dificuldade de criar seus filhos”, apontou o ex-ministro da Cidadania.

 

Foto: Divulgação