“Não há como administrar os municípios com tantas responsabilidades, cada vez mais atribuições e menos recursos. A gente espera que o Congresso tenha a capacidade de recompensar Estados e municípios com as perdas que, por ventura, tiverem ao zerar o ICMS dos combustíveis”, Bruno Reis, prefeito de Salvador

"Não há como administrar os municípios com tantas responsabilidades, cada vez mais atribuições e menos recursos. A gente espera que o Congresso tenha a capacidade de recompensar Estados e municípios com as perdas que, por ventura, tiverem ao zerar o ICMS dos combustíveis”, Bruno Reis, prefeito de Salvador