PLANO TRAÇA AÇÕES PARA TORNAR SALVADOR UMA CIDADE INTELIGENTE

PLANO TRAÇA AÇÕES PARA TORNAR SALVADOR UMA CIDADE INTELIGENTE

Os detalhes do Plano Diretor de Tecnologias da Cidade Inteligente (PDTCI), que define linhas de política pública para esta área em Salvador nos próximos 30 anos, foram apresentados nesta segunda-feira (30) pelo prefeito Bruno Reis e pelo secretário de Inovação e Tecnologia (Semit), Samuel Araújo, no Hub Salvador, no Comércio. Na ocasião, ainda foi assinado o contrato para implantação da rede de fibra óptica multisserviços, que vai estabelecer a conectividade dos cidadãos com a Prefeitura.

Para o prefeito, o investimento significa resultado direto na qualidade de vida de nossos cidadãos. “Este é mais um presente que a cidade ganha, um caminho para podermos trilhar em um mundo cada vez mais competitivo, a alta tecnologia exige aprimoramento constante. E Salvador não dispunha de ferramentas e políticas públicas que pudessem impactar diretamente na vida das pessoas, transformando a capital baiana numa verdadeira smart city”.

Com este plano será definido o futuro de Salvador pelos próximos 30 anos. “Isso fará da cidade a metrópole mais inteligente do Brasil. Poderemos conectar toda a cidade, em especial os prédios públicos e poderemos levar diversos serviços para toda a capital baiana, por meio da conectividade, através de recursos tecnológicos e digitais. Até 2024 vamos investir R$2,1 bilhões em tecnologia e inovação. Uma das novidades era a implantação de wi-fi gratuito em mais 80 áreas prioritárias em toda a cidade. Serão, ao todo, 800 prédios públicos e 80 novas arames de acesso livre a internet”, concluiu Bruno Reis.

 

Foto: Márcio Filho/MTUR