MONIQUE MELO ASSUME DIRETORIA DA ABRACOM NA BAHIA

MONIQUE MELO ASSUME DIRETORIA DA ABRACOM NA BAHIA

A jornalista e empresária Monique Melo é a nova diretora regional da Associação Brasileira das Agências de Comunicação (Abrascom), na Bahia. Ela tomará posse para o biênio 2022/2024 em uma cerimônia que será realizada no dia  1º de junho, em Salvador. Monique é fundadora e CEO da Texto & Cia, assessoria de comunicação corporativa, com 27 anos de atuação no mercado, larga experiência em gestão de crise, fortalecimento de imagem e reputação de  marcas nacionais e internacionais. Em seu currículo, a cool hunter, pós-graduada em Psicologia Positiva na PUC-RS, agrega inúmeros títulos na área de comunicação, gestão de pessoas e neurociência, a exemplo do curso Theory and Tools of the Harvard Negotiation Project, realizado na Universidade de Harvard.

Sobre as propostas para o novo desafio, a empresária revelou: “Quero investir na educação e atualização dos profissionais, eventos que fortaleçam ainda mais a união das agências, para que o mercado fique cada vez mais saudável e mostre a sua força”.

Cinthya Medeiros, que ficou quatro anos à frente do cargo, e logo passará o bastão para Monique, relembrou a sua atuação. “Nos últimos quatro anos que estive à frente da Abracom Bahia, trabalhamos para trazer para nossos associados discussões relevantes para o negócio. Assuntos como prevenção e gerenciamento de crises, os aspectos jurídicos e as novidades no ambiente digital, big data, inteligência artificial e técnicas da metodologia de Harvard para conquistar relações de longo prazo foram algumas das discussões travadas pelo setor no estado. Atuamos ainda para estreitar o relacionamento com os veículos locais, a exemplo do encontro com executivos da TV Bahia e o estímulo de nossos associados na participação dos comitês da Abracom nacional. Foi um período muito bom e estarei sempre lutando pela melhoria do nosso setor.”

Com nova gestão no âmbito nacional e estadual, a Abracom tem pela frente o desafio de guiar os associados rumo a um aquecimento esperado para a área de comunicação, que deverá ocorrer graças aos crescentes avanços tecnológicos e à diminuição gradual dos impactos causados pelas crises humanitárias vividas nos últimos anos.

Foto: divulgação