BOLSONARO E MORAES SE CUMPRIMENTAM

BOLSONARO E MORAES SE CUMPRIMENTAM

Durante a cerimônia de posse de ministros do Tribunal Superior do Trabalho (TST), em Brasília o presidente da República, Jair Bolsonaro, e o ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF), se cumprimentaram. O cumprimento se deu no momento em que Bolsonaro foi chamado pelo presidente do TST, Emmanoel Pereira, para condecorar os ministros que tomavam posse.

Na última terça-feira (17), Bolsonaro apresentou uma notícia-crime contra o magistrado, na qual pedia investigação de suposto abuso de autoridade de Moraes no chamado inquérito das fake news, no qual é investigado e do qual Moraes é o relator. Nesta quarta-feira (18), um dia após a apresentação do pedido por Bolsonaro, o ministro Dias Toffoli, do STF, rejeitou a notícia-crime.

No ano passado, Bolsonaro já havia apresentado ao Senado um pedido de impeachment de Alexandre de Moraes, que acabou arquivado pelo presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (PSD-MG), por falta de “justa causa”. No auditório do TST, Bolsonaro sentou-se à mesa principal da solenidade, ao lado do presidente do TST. Alexandre de Moraes, que é vice-presidente do Tribunal Superior Eleitoral, ficou nas primeiras fileiras de cadeiras de convidados, em uma espécie de área VIP da cerimônia.

Também participaram do evento de posse de ministros no TST, o presidente do TSE e ministro do STF, Luiz Edson Fachin; os ministros da Casa Civil, Ciro Nogueira; de Justiça, Anderson Torres; o procurador-geral da República, Augusto Aras; e o governador do Distrito Federal, Ibaneis Rocha. A sessão solene desta quinta no TST ratificou a posse dos ministros da Corte Alberto Bastos Balazeiro, Amaury Rodrigues Pinto Junior e Morgana de Almeida Richa; e marcou a posse do desembargador Sérgio Pinto Martins, no cargo de ministro do Tribunal Superior do Trabalho.

Foto: divulgação