SÍLVIO HUMBERTO VÊ ‘VINGANÇA’ EM VETO À LEI ALDIR BLANC

SÍLVIO HUMBERTO VÊ ‘VINGANÇA’ EM VETO À LEI ALDIR BLANC

Por Redação

O presidente da Comissão de Cultura da Câmara Municipal de Salvador, Sílvio Humberto (PSB), afirma que o veto ao projeto de lei Aldir Blanc é uma vingança motivada pelas manifestações de artistas contra o governo do presidente Jair Bolsonaro (PL). O projeto prevê ações emergenciais destinadas ao setor cultural com o repasse anual de R$ 3 bilhões a estados e municípios durante cinco anos. A decisão de veto foi publicada no Diário Oficial da União (DOU) desta quinta-feira, 5.

“É sabido por todos que o setor cultural e de eventos foram os primeiros prejudicados com a pandemia causada pela Covid-19. Artistas de todo o Brasil passaram por diversas dificuldades diante da ausência de shows, espetáculos teatrais e demais modalidades artísticas que garantiam renda e sustento para categoria. O presidente segue agindo em defesa das coisas sem as pessoas”, aponta o vereador, em nota.

Foto: Valdemiro Lopes